Posts Tagged With: Ucrânia

O “Alcântara-Cyclone Space”, com o seu foguetão Cyclone 4, vai finalmente descolar em 2010?

O melhor projeto espacial brasileiro continua entupido. Pelo menos por mais algum tempo. Falamos da “Alcântara-Cyclone Space” (ACS), um consórcio ucraniano e brasileiro que devia colocar o Brasil no mercado do lucrativo mercado internacional do lançamento de satélites e que ainda não conseguiu passar do plano teórico…

Recentemente, Lula afirmou que esperava que este ano, em 2010, fosse realizado o primeiro lançamento de um foguetão ucraniano. As condições para tal sucesso foram finalmente criadas pela cedência de terras às comunidades quilombolas da região e pela deslocação do CLA (Centro de Lançamento de Alcântara) para uma nova área onde será desenvolvido o Cyclone-4.

O plano é transformar a região do Maranhão num grande centro tecnológico espacial, semelhante ao que os franceses ergueram em Kourou, na Guiana Francesa. Mas para que ocorra um tal desenvolvimento, será preciso ocupar mais terras aos quilombolas. Mas o clima local não tem sido favorável a tal, com protestos generalizados contra a ACS que vão desde presidentes da câmara a populares. O problema recua a 1980 aquando da fundação do CLA, época em que quilombolas foram deslocados para abrir espaço ao CLA. Comunidades piscatórias, foram transferidas para o interior, para lotes pouco férteis e de pequenas dimensões. Os quilombolas podem vir a ganhar, a prazo, com os empregos que a ACS vai gerar, quase mil durante a fase de construção, e 300 quando a empresa estiver instalada. Há assim alguma riqueza local a ser gerada, e um importante passo para a entrada do Brasil na arena espacial (quando o VLS continua parado). Não será possível compatibilizar este avanço com a devida salvaguarda das comunidades locais? Certamente que sim, havendo a devida vontade. Que não tem havido, já que as reclamações dos quilombolas não parecem particularmente irreais ou impossíveis de cumprir.

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u674023.shtml

Categories: Brasil, SpaceNewsPt | Etiquetas: , , | 10 comentários

Se quiser (e puder) já pode comprar um Sukhoi Su-27UB

Sukhoi Su-27UB (http://cavok.com.br)

A empresa privada norte-americana “Pride Aircraft” está a vender dois antigos Sukhoi Su-27UB da força aérea ucraniana. Os aviões (construídos em 1990) foram preparados para venda num hangar em Chicago e têm poucas horas de voo tendo sido antes completamente revistos na Ucrânia entre 2007 e 2008, tendo sido dados como prontos em agosto de 2008. Foram depois pintados, desmontados e enviados num An-124 para os Estados Unidos.

Ainda que os dois Sukhoi tenham sido colocados à venda em plena época de recessão económica nos EUA, sem dúvida que continuam a existir aqui aficionados da aviação com poder de compra mais do que suficiente para comprar um destes aparelhos… Certamente que não faltará muito tempo até que um deles tenha sido vendido e… Esteja a voar nas mãos de um qualquer particular.

Fonte:

Air Forces Monthly, dezembro de 2009

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

O Antonov An-70 recebe novo gás

Antonov An-70 (http://www.fas.org)

Antonov An-70 (http://www.fas.org)

O fabricante aeronáutico Antonov anunciou o estabelecimento de um acordo com a Rússia para a continuação do desenvolvimento do projeto Antonov An-70.

Este programa para o desenvolvimento de um transporte militar data do fim da Guerra Fria e dos últimos anos da União Soviética, mas foi vitima do colapso destas. Em 1993 e em 1999, a Ucrânia e a Rússia tinham já assinado “memorandos de entendimento” visando a continuação do desenvolvimento do avião, mas na altura a força aérea russa disse não estar interessada, o que destruiu todas as possibilidades de futuro do projeto. Assim, quando em abril de 2006 a Rússia saiu formalmente do projeto, tal não constituiu espanto para ninguém…

Fonte:
Air Forces Monthly, outubro de 2009

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | Deixe um comentário

A Guerra do Gás: um novo capítulo da Guerra da Geórgia?

Com o fecho das válvulas de gás das tubagens que atravessavam a Ucrânia a caminho da Bulgária, Grécia, Turquia e Macedónia, a Rússia abre um novo capítulo da… Guerra da Geórgia. Embora estes países da periferia da Europa sejam os mais afectados pela intransigencia russa – sempre pontilhada por acusações de que a Ucrânia estaria a desviar para si própria este gás – a verdade é que outros paises da Europa Central estão já a sofrer com o corte russo. Esse é o caso da Áustria, Alemanha, Itália, França, Eslovénia, Polónia, Croácia e Hungria. Uma lista que inclui os dois mais influentes e poderosos países da União. O grau de redução é variável, com países como a Eslovénia a perder 90% do seu gás e a Polónia

Fontes ucranianas (a empresa Naftogaz), a Rússia teria reduzido em dois terços os fornecimentos de gás com destino à Europa. O problema – recorrente – começou em 1 de janeiro quando a empresa russa Gazprom cortou o abastecimento de gás ao seu vizinho ucraniano depois de as negociações para o pagamento de uma dívida de 2 biliões de dólares. Supostamente, em 30 de dezembro, o governo ucraniano deu ordem para que a empresa nacional de gás obtivesse um empréstimo a partir de dois bancos estatais e com a garantia do banco central para que esse dinheiro fosse entregue à Gazprom, só que esta disse que… nunca viu a cor desse dinheiro. Mesmo que esse dinheiro apareça (o que é duvidoso), há ainda a questão do preço do gás, que a Ucrânia diz ser demasiado elevado.

Uma coisa é certa: a situação atual interessa à Ucrânia e à Rússia, simultaneamente. E não interesse à União Europeia, que se deixou enredar nesta trama nebulosa e que depende perigosamente de um fornecedor instável e caprichoso, exatamente como depende demasiado do petróleo produzido no Médio Oriente (os EUA e a China têm fornecedores de petróleo muito mais diversificados). A Ucrânia – ou melhor, os ucranianos – sofrem as agruras do Inverno, sem o gás para os aquecer, e as suas empresas têm que lidar com mais um problema, num dos países mais afectados pela crise global do mundo, mas o seu governo encontra no conflito uma justificação externa para o seu mau desempenho económico, reforça a crença popular no “perigo russo” e assim congrega apoios internos e… culpabiliza a Rússia e desvia parte do gás que precisa alegando que os russos não o estão a enviar e assim aumenta as suas ligações com a UE e reforça as suas hipóteses de aderir à NATO e à UE. A Rússia, por sua vez, “disciplina” os seus vizinhos ucranianos e pune-os pela sua vontade de aderir à NATO e pelo apoio que deram à Geórgia nesse conflito…

Felizmente, Portugal está isento de toda esta turbulência já que todo o nosso gás é de proveniência argelina.

Fontes:
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1355123&idCanal=11
http://www.euronews.net/en/article/07/01/2009/eu-gets-caught-up-in-gas-row-as-members-feel-chill/
http://www.reuters.com/article/marketsNews/idUSLU15776220081230
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1355211&idCanal=11

Categories: Política Internacional | Etiquetas: , , | 11 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade