Posts Tagged With: Ubuntu

Notas para a instalação de XEN em Ubuntu

Instalar Ubuntu e deixar uma ext4 com 5 Gb livre

Configurar rede direta para a Internet

Install a 64-bit hypervisor. (A 64-bit hypervisor works with a 32-bit dom0 kernel, but allows you to run 64-bit guests as well.)

sudo apt-get install xen-hypervisor-amd64

(vai carregar vário software correlacionado)

Modificar o GRUB para arrancar por defeito com o Xen:

sudo sed -i ‘s/GRUB_DEFAULT=.*\+/GRUB_DEFAULT=”Xen 4.1-amd64″/’ /etc/default/grub

sudo update-grub

Set the default toolstack to xm (aka xend):

sudo sed -i ‘s/TOOLSTACK=.*\+/TOOLSTACK=”xm”/’ /etc/default/xen

Agora reboot:

sudo reboot

e verifique se a instalação foi bem sucedida

sudo xm list

Name ID Mem VCPUs State Time(s)

Domain-0 0 945 1 r—– 11.3

Network Configuration

Assume-se que a eth0 é a interface primária para o dom0 e o uso de dhcp.

sudo apt-get install bridge-utils

sudo update-rc.d network-manager disable

sudo /etc/init.d/network-manager stop

Edit /etc/network/interfaces, and make it look like this:

Com terminal: sudo gedit

auto lo

iface lo inet loopback

auto xenbr0

iface xenbr0 inet dhcp

bridge_ports eth0

auto eth0

iface eth0 inet manual

Restart do networking para dar o enable xenbr0 bridge:

sudo /etc/init.d/networking restart

vai ficar em “waiting for xenbr0 to get ready” durante alguns segundos ou falhar se não estiver ligado a um cabo de rede (eth0)

Ir ao Ubuntu Software Center e instalar o

Virtual Machine Manager http://virt-manager.org

Instalar o aptitude:

Sudo apt-get install aptitude

Sudo aptitude install kvm virt-manager

Verificar que o libvirtd está lançado

ps ax| grep libvirtd

add a normal user ao libvirtd group (miguel in this case):

sudo adduser miguel libvirtd

modificar o /etc/grub.d manualmente:

sudo mv 10_linux 20_linux

sudo mv 20_linux_xen 10_linux_xn

sudo update-grub2

sudo reboot

No /etc/xen/xend-config.sexp file, descomentar as linhas:

(xend-unix-server no)

(xend-unix-path /var/lib/xend/xend-socket)

E mudar “(xend-unix-server no)” para “yes”:

(xend-unix-server yes)

sudo reboot.

No bios, verificar se o

Virtualization technology está enabled

Abrir o virt-manager e fazer o add sobre o localhost

Anúncios
Categories: Informática | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Crash com Add-on corrompido em Mozilla Firefox em Ubuntu

Se em Ubuntu o Mozilla Firefox 3 abrir para fechar logo de seguida, sem erro vísivel, isso pode ser provocado por uma extensão (add-on) corrompida ou incompatível e recentemente instalada. Arrancar o Firefox sem extensões pode ser impossivel porque este sai em erro antes mesmos de podermos fazer tal configuração. Assim a única solução é abrir o Terminal e ir até ao diretório do Profile do Firefoz e renomear com mv a pasta extensions para extensions1. Criar uma pasta nova extensions e abrir o Firefox 3. Depois basta reinstalar os seus add-ons favoritos. Com ou sem o problemático! A escolha fica ao seu critério!


Categories: Informática | Etiquetas: | 2 comentários

Se o seu Ubuntu 8.10 LTS (após o upgrade) deixou de ter o Screensaver a funcionar…

Se o seu Ubuntu 8.10 LTS (após o upgrade) deixou de ter o Screensaver a funcionar, pode resolver este problema de duas formas (alternativas). O problema consiste no facto do screensaver arrancar, o monitor ficar cinzento e o screensaver não arrancar logo de seguida, como devia.

A primeira funcionou comigo e tratou-se apenas de mudar a resolução do monitor e de recomeçar a máquina.
A segunda é mais complexa e apesar de amplamente documentada na Internet, não foi necessária comigo:
1. Instalar o compiz: Numa janela de Terminal escrever
sudo aptitude install compizconfig-settings-manager
2. Ir a System:Preferences:Advanced Desktop e em General Setting desmarcar o “Unredirect fullscreen windows”

Fonte:
https://bugs.launchpad.net/ubuntu/+s…er/+bug/278112

http://ubuntuforums.org/showthread.php?t=791845http://www.tech-recipes.com/rx/2756/ubuntu_install_compiz_config_settings_manager_configure_desktop_effects/

Categories: Informática | Etiquetas: | Deixe um comentário

Quando as legendas SRT deixam de mostrar caracteres portugueses no VLC para Ubuntu


(http://www.ubuntu.com)

Se de repente (quer dizer… depois de um upgrade qualquer) o VLC Player deixar de conseguir ler como deve ser as legendas em formato .SRT, ou seja, se estas se começarem a portar de modo estranho, nomeadamente se todas as frases contendo carateres portugueses desaparecerem e se apenas aquelas sem os ditos forem mostradas no filme, isso poderá ser porque se abrir a janela de terminal do VLC, abrindo-a, encontra a mensagem:

“Try manually setting a character-encoding before you open the file.
[00000395] subsdec decoder error: failed to convert subtitle encoding”

Uma solução “à bruta” passa abrir o ficheiro .srt das legendas e zás. Fazer um Find-Replace a todos os caracteres acentuados, substituindo por exemplo ç por c.
Outras formas mais elegantes passam por instalar, via Synaptic o “recode” e no Terminal digitar:
recode iso-8859-15..utf-8 nomedofcheirodalegenda
o que mudará o formato da legenda do utf-8 para o iso-88591 que suporta os carateres da língua camoniana…
Este método, contudo, não é o meu favorito… Pessoalmente, uso o comando de Terminal:
iconv -f iso-8859-1 -t utf-8 legenda.original.srt > legenda.originalutf.srt
que faz um novo srt, no formato utf-8, que supora já perfeitamente os carateres da língua portuguesa.

O problema resulta do facto do Ubuntu trabalhar no formato UTF-8 e a maioria das legendas SRT estarem no formato ISO-8859-1

Fontes:
http://www.ubuntu.com/
http://wiki.ubuntu-br.org
https://lists.ubuntu.com/mailman/listinfo/ubuntu-br

Categories: Informática | Etiquetas: | 1 Comentário

O Linux ultrapassa os 1% de quota

Agora que estamos a meses do lançamento da próxima versão do Windows, o Windows 7 que vai sair em outubro, aparece a notícia segundo a qual a quota de mercado total de todas as distribuições de Linux teria ultrapassado o limite psicológico de 1%. Isto terá acontecido numa contagem realizada em abril e realizada pela http://www.netapplications.com, o que representa uma quase duplicação da quota em relação aos 0,6% registados em abril do ano passado e reduz a distância para o segundo OS mais utilizado, o MacOSX, agora com uma quota próxima dos 10%.

Pessoalmente, utilizo o Ubuntu 9.04 desde praticamente o seu lançamento e estou muito satisfeito com mesmo… O tempo de arranque do sistema sempre foi muito superior a qualquer outra coisa que tenha em casa, com XP ou Vista, a compatibilidade com equipamentos externos quase total (excluindo o maldito Creative Labs ZEN, claro…), a segurança do sistema excelente (quase não há vírus neste OS) e a rapidez geral, mesmo correndo num pc com uns bons sete anos é elevada.

Em suma, este Ubuntu é hoje a minha máquina principal em casa e ponto central para tudo o que faço em computadores quando saio do emprego… Não tenho lá dados nenhuns, já que todos residem na “nuvem” (em Blogs, no Delicious, no Youtube e sobretudo, no Google Docs), pelo que mesmo se um dia o disco deste vetusto, mas muito eficiente computador avariasse… era só instalar o Ubuntu noutro pc, ou arrancar o sistema diretamente a partir do CD-ROM e pronto. Acedia a todos os meus dados, sem grandes incómodos ou perdas. Experimentem agora fazer isto com um pc correndo XP ou Vista…

Fontes:
http://tek.sapo.pt/noticias/computadores/linux_atinge_1_do_mercado_992862.htmlhttp://marketshare.hitslink.com/operating-system-market-share.aspx?qprid=8

Categories: Informática | Etiquetas: , | 4 comentários

Ubuntu: Como abrir automáticamente uma aplicação no arranque

Se no Ubuntu , quisermos colocar algumas aplicação a arrancarem automaticamente sempre que ligamos o computador (e supondo que usamos o GNOME), basta ir a:

System:Preferences:Session

Fazer New e escrever o comando para abrir a aplicação. Alternativamente podemos navegar até à pasta da aplicação e seleccioná-la aqui, p.ex. \usb\bin\firefox

E pronto, daqui em diante cada vez que logarmos no Ubuntu, o Firefox vai abrir automaticamente sem termos a maçada de um abrir todos os dias.

Categories: Informática | Etiquetas: | 2 comentários

Para instalar o suporte para compressão e descompressão de ficheiros RAR em Ubuntu…

…tem que ter ativos os repositórios universe e multiverse e
abrir uma janela do Terminal, escrevendo:
sudo apt-get install rar
e
sudo ln -fs /usr/bin/rar /usr/bin/unrar
após o que (se ambos os comandos não devolverem erros) já será possível ler ficheiros RAR no Archive Manager que pode ser encontrado no menu Applications:Accessories.

Categories: Informática | Etiquetas: | 2 comentários

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)