Posts Tagged With: Titã

Indícios sobre a existência de aminoácidos em Titã

Imagem do solo de Titã captada pela sonda europeia Huygens (http://nssdc.gsfc.nasa.gov)

Imagem do solo de Titã captada pela sonda europeia Huygens (http://nssdc.gsfc.nasa.gov)

Um novo estudo indica que moléculas complexas – necessárias à aparição de vida – podem ter-se desenvolvido em Titã. As moléculas orgânicas que caiem da atmosfera deste satélite de Saturno sobre a sua superfície podem ter reagido com a agua líquida na superfície e formado aminoácidos, um dos componentes essenciais à vida tal como a conhecemos na Terra.

A água no solo de Titã pode ter aqui aparecido em resultado da queda de cometas e pode manter-se no estado líquido o tempo suficiente para que estas reações tenham lugar. Esta água permitiria a formação destas moléculas e resolveria assim o problema que a falta de oxigénio representa para a aparição de vida neste estranho satélite de Saturno.

Titã é cada vez mais um dos lugares mais interessantes do mundo para procurar vida… e um dos locais do Sistema Solar para onde já devia haver uma sonda com um lander a caminho… mas não há. Nem sequer há planos para tal, de resto.

Fonte:
http://www.space.com/scienceastronomy/titan-biomolecules-organic-101214.html

Anúncios
Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | 29 comentários

A sonda Cassini encontra dois possíveis vestígios de vida em Titã

A sonda Cassini (http://www.astro.uio.no)

A sonda Cassini (http://www.astro.uio.no)

A intrigante lua de Saturno que tem o nome de Titã, ficou ainda mais intrigante com a descoberta de duas “assinaturas de vida” pela sonda Cassini. Não é impossível que estes dois indícios sejam também o produto de uma reação química mais ou menos exótica, mas existe uma probabilidade relativamente elevada que sejam provas da existência de formas de vida em Titã.

Sabe-se que Titã é demasiado frio para suportar água líquida na sua superfície, mas alguns exobiologistas sugeriram que poderia existir formas de vida muito diferentes daquelas que existem na Terra nos seus lagos de metano líquido.

Em 2005, o investigador Chris McKay da NASA demonstrou que era possível conceber um micróbio que respirasse oxigénio e se alimentasse pela ingestão de moléculas de acetileno gerando metano como subproduto. Este processo biológico poderia ser observado pela ausência de acetileno em Titã e uma raridade de hidrogénio junto da superfície do satélite saturnino. Ora foi precisamente isto que a sonda Cassini agora registou em Titã através do seu instrumento “Visual and Infrared Mapping Spectrometer” ou VIMS que não encontrou acetileno em Titã e que encontrou dados que sugerem que algo faz desaparecer o hidrogénio da superfície de Titã, precisamente como previa o modelo de Chris McKay. Estes dados foram confirmados por outros instrumentos da Cassini e podem

Fonte:
http://gizmodo.com/5555413/hints-of-life-found-on-saturn-moon

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , | 9 comentários

Porque é que os lagos de metano de Titã têm uma distribuição tão curiosa?


(Filme da descida da sonda Huygens em Titã)

Uma equipa do “Jet Propulsion Laboratory” (JPL) da NASA acredita que a excentricidade da órbita de Saturno em torno do Sol pode explicar a concentração de lagos de metano nas regiões norte e sul do satélite saturnino Titã.

A órbita de Saturno expõe diferentes partes de Titã aos raios solares e isso afeta os ciclos de precipitação e evaporação de metano no satélite.

Os dados analisados foram produzidos pelo sensor “Synthetic Aperture Radar” da sonda Cassini da NASA que descobriu que existiam 20 vezes mais lagos de metano e etano no polo norte do que no polo sul de Titã, numa viagem no sistema de satélites de Saturno que começou há já cinco anos e que ainda não fez todas as suas descobertas, aparentemente…

Fonte:
http://www.saturndaily.com/reports/Scientists_Explain_Puzzling_Lake_Asymmetry_On_Titan_999.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

Querem enviar uma flotilha de sondas para Titã

Representação artística da Cassini e do Lander Huygens aterrando em Titã (http://www.phys.ncku.edu.tw)

Segundo o professor Wolfgang Fink, do Califórnia Institute of Technology em Pasadena, a exploração de Titã poderá ser conduzida não por uma única sonda, mas por uma pequena flotilha delas.

Esta abordagem permitiria aumentar o nível de redundância do sistema, em relação a uma única (e grande) sonda. Em alternativa, Wolfgang Fink, propõe um grupo de micro-sondas, todas redundantes e capazes de operar isoladamente e a partir de vários locais em simultâneo. Estas sondas-robot incluiriam software de Inteligência Artificial que lhes permitiriam tomar decisões em tempo real e sem esperar pela necessariamente lenta resposta dos centros de comando na Terra. As sondas estariam ligadas em rede, de forma a trocarem informação e a implementarem decisões tomadas pela sua IA.

No concreto, a equipa californiana está a trabalhar no conceito de uma frota a enviar ao biologicamente fascinante satélite de Saturno desvendado pelo Lander europeu Huygens e que seria formada por um Orbiter, um balão e rovers ou landers para os lagos de metano do satélite. Enquanto o orbitador permanecia em órbita, um balão captaria uma visão de altitude das montanhas, lagos e exóticos canyons de Titã. No solo, em simultâneo, os rovers ou landers, explorariam a inusitada paisagem titaniana, com os seus lagos, rios e oceanos de metano líquido. Todos estariam permanentemente ligados por rede e seria possível que o balão fosse chamado por um rover ou Lander a um local específico, de forma a captar imagens aéreas de um local especialmente interessante. De forma inversa, o balão poderia também enviar os rovers para um local interessante que identificasse a partir do ar.

Fontes:

http://autonomy.caltech.edu
http://www.jpl.nasa.gov/
http://www.spaceref.com/news/viewsr.rss.html?pid=32737

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

Além da Terra, onde mais haverá vida no nosso Sistema Solar? Marte? Europa? Enceladus? Titã? Todos eles?

Há cada vez mais locais no Sistema Solar com capacidade teórica para albergar formas de vida.

Marte e o satélite joviano Europa continuam a ser excelentes candidatos. Marte porque já possuiu água líquida num passado geologicamente muito recente. Há também suspeitas de que possa haver ainda lagos subterrâneos em vários locais… Europa, por sua vez, parece ter um oceano sob uma uma camada de gelo com alguns quilómetros de espessura.

Em Marte os melhores habitates parecem estar não há superfície mas a alguns centímetros ou metros de profundidades onde ainda existe uma hidrosfera. A sonda Phoenix Mars Lander encontrou água líquida na superfície, mas apenas durante um breve período de tempo, já que se congela ou evapora muito rapidamente. Por outro lado, os elevados níveis de radiação cósmica que se abatem sobre a superfície marciana também devem ser muito danosos ao saudável desenvolvimento de qualquer pequena criatura (micróbio, alga ou pequeno inseto ou verme) que possa existir em Marte e que se atreva a viajar pela superfície…

Embora não esteja tão próximo como Marte, outro bom candidato a albergar vida é o satélite joviano Europa, que se acredita ter um oceano salgado sob a sua crosta de gelo profunda de alguns quilómetros. E de facto, é difícil conceber um ambiente mais propicio do que este à presença de vida) calor, água líquida e protecção da radiação solar. É claro que este oceano ainda é meramente teórico e mesmo se existir (como tudo indica) o seu acesso não será fácil, já que se encontra sob alguns quilómetros de gelo.

A pesquisa por vida no Sistema Solar irá conhecer brevemente um salto qualitativo com o “Mars Science Laboratory” (MSL) da NASA que deverá ser lançado em finais de 2011 e que estará equipado com um laboratório de química orgânica capaz de detectar vida microbiana.

Enquanto isso, a Europa continua a desenvolver o seu primeiro rover marciano, o ExoMars, que dará um passo que o MSL da NASA não conseguirá dar: cavar no subsolo marciano também em busca de sinais de vida, e é relativamente provável que a encontre já que é precisamente no subsolo que há mais protecção contra a radiação solar e cósmica (Marte tem uma atmosfera de apenas 1% da da Terra) e onde parece haver gelo de água ou mesmo gotículas de água, como constatou o Mars Polar Lander.

O satélite joviano Europa terá assim que esperar para depois destas investigações marcianas… É que os seus oceanos com mais de três quilómetros de profundidade, além de estarem muito mais longe do que Marte, também não serão fáceis de explorar… Há rumores de que decorrem conversações entre a NASA e a ESA a propósito de uma missão conjunta a Europa, inicialmente apenas um orbitador, seguido depois de um Lander capaz de aterrar e perfurar o gelo até chegar ao oceano subterrâneo. Mas nada ainda está definido para uma missão que não será lançada antes de 2020 e sobretudo, não se sabe ainda como criar um Lander capaz de resistir a um ambiente ainda mais extremo do que Vénus (radiação, temperaturas baixas e falta de atmosfera) e ainda assim conseguir brocar gelo que pode ter até cinco quilómetros de profundidade, chegar a um oceano com 3 quilómetros de profundidade, etc, etc. Ou seja, até que pode haver vida em Europa, mas que ela está bem escondida, isso ninguém pode negar!

Fonte:
http://www.space.com/missionlaunches/091012-mm-mars-europa.html

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Existe água líquida em quatro satélites do Sistema Solar!

Titã

(Fotografias do solo de Titã, captadas pela sonda europeua Huyghens in http://www.astronomy.com)

Depois das espantosas fotografias do satélite saturnino Titã, a mente dos planetólogos está agora ocupada a digerir uma nova e ainda mais espantosa notícia… Os primeiros sinais de que algo de incomum se passava sob a superfície de Titã surgiram em 2007, quando o radar da sonda Cassini descobriu que alguns pontos da superfície titaniana se tinham deslocado, em alguns casos ate 30 kms entre Outubro de 2004 e Maio de 2007. Ora a melhor explicação para esta anomalia e a existência de um oceano subterrâneo que separa a sua superfície gelada de um interior rochoso.

Ralph Lorenz, um cientista da missão Cassini declarou que “pensamos que existem perto de cem quilómetros de gelo assentes sobre um oceano global com algumas centenas de quilómetros de profundidade.”

Se esta teoria se confirmar, Titã será a quarta lua do Sistema Solar com oceanos de água, além de Ganimedes, Calisto e Europa. Todas mantendo estes oceanos líquidos, apesar das extremas temperaturas das suas superfícies devido ao calor radioativo dos seus núcleos ou do atrito e da força gravitacional gerada pelos gigantes gasosos em torno dos quais orbitam.

Se se confirmar a existência deste oceano em Titã, este confirmar-se-a como o local mais interessante do sistema solar… Para além de ser o único local do Sistema Solar com uma atmosfera, rios e lagos de metano liquido, e um oceano subterrâneo de água líquida, em Titã abundam as matérias orgânicas essenciais ao desenvolvimento da vida, tal como a conhecemos na Terra… O satélite joviano Europa, continua a ser o local com maior probabilidade para albergar vida, devido a fricção constante entre o núcleo rochoso e os gelos que o sobrepõem, e pelo calor e energia que resultam desse contacto e que podem substituir a energia do Sol e formar a base de toda uma cadeia ecológica autónoma. Tita não conhece este fenómeno, mas os seus exóticos “criovulcões” mostram que no subsolo há calor e energia e que este vulcanismo pode tomar o lugar da fricção em Europa.

Para além de Titã, a sonda Cassini também parece ter encontrado provas da existência da água no estado liquido na lua saturnina da Enceladus. Fotografias recolhidas pela Cassini mostram geisers gigantescos que expelem agua para o Espaço. O facto de haver água num satélite tão pequeno e frio intriga os planetólogos, mas indica que o satélite deve ser adicionado a lista – improvável ainda há alguns anos – de locais onde pode ser encontrada vida no Sistema Solar. Estando Titã e Enceladus situados ambos no sistema saturnino, e sendo dois locais tao bons candidatos a albergar vida, quando teremos uma sonda com dois landers, um para cada satélite, recolhendo provas dessa vida e revolucionando a concepção que temos do mundo e do nosso papel no Universo?

Fontes:
http://www.nasa.gov/cassinihttp://saturn.jpl.nasa.gov
http://www.sciam.com/article.cfm?id=signs-of-hidden-ocean-under-titans-crust

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!