Posts Tagged With: Tabaco

Como reduzir o consumo de tabaco?

Se as sociedades modernas quiserem reduzir o consumo de tabaco, a mais eficaz solução parece ser o aumento radical do preço do maço de tabaco. Isso mesmo conclui um estudo da “Sociedade Francesa de Saúde Pública” que concluiu que as leis antitabágicas aprovadas em França em 2007 e 2008 terão reduzido significativamente o consumo. A associação conclui que um aumento de 10% produziria uma redução de consumo de pelo menos 6% e é um forte incentivo a que se continuem a aumentar os preços do Tabaco em Portugal, logrando assim obter uma sensível redução dos custos que as doenças provocadas pelo seu consumo criam no sistema de saúde e a necessária redução no número de mortes anuais nas nossas sociedades.

Fonte:
Science & Vie, novembro de 2009

Categories: Saúde | Etiquetas: | 6 comentários

A proibição de fumar em locais públicos que foi instituída em 2007 teve como consequência o abandono deste hábito por parte de um número crescente de britânicos

A proibição de fumar em locais públicos que foi instituída em 2007 teve como consequência o abandono deste hábito por parte de um número crescente de britânicos, revelou uma sondagem recente. Segundo esta, mais de quatrocentos mil britânicos teriam deixado este pouco salutar hábito depois das medidas restritivas impostas em 2007. Aplicando a este número as médias conhecidas atualmente, isto implicara que só através destas medidas foram poupadas 10 mil vidas, nos próximos dez anos, com a correspondente redução de pressão funcional e financeira sobre o sistema público de saúde do Reino Unido.

No Reino Unido, como em Portugal, os principais objectivos destas medidas eram a protecção dos fumadores passivos sendo que este efeito “secundário” surge como um bónus inesperado de um conjunto de medidas que foi muito criticado na altura da sua instauração por proprietários do sector da restauração, onde quer que foi aplicado, mas que agora exibem as suas vantagens… É que a um prazo de dez anos, estes bares e discotecas continuarão a ter os tais quarenta mil clientes cuja vida foi poupada nesta redução do número de fumadores no Reino Unido… Desconheço números para Portugal, mas tendo sido esta queda do número de fumadores a mais alta jamais registada no RU, mas muito me espantaria se também tivesse sido notável e proporcionalmente impressionante.

O sucesso britânico indica que estas medidas restritivas são o caminho correcto para resolver esta pandemia mundial que é o tabaco e que agora devem ser reforçadas, estendendo o seu âmbito e aplicação de forma a maximizar os seus frutos e a erodir ainda mais o número de fumadores no mundo, a bem da sua Saúde, da nossa – fumadores passivos – e da sobrevivência financeira dos depauperados sistemas públicos de Saúde.

Associações privadas britânicas têm sugerido a extensão da proibição de fumar a carros onde estejam crianças e a proibição da instalação de maquinas de venda automática de tabaco. De facto, a proibição deve ser alargada a todos os locais públicos, reservando apenas a privacidade de cada lar para o usufruto deste pessoal e egoísta prazer. E severas restrições devem ser impostas a todos os locais de venda, restringindo o seu número e reforçando a carga fiscal que já pende sobre esta atividade que tantos custos provoca nos sistemas de Saúde. É que nunca nos devemos esquecer de que metade de todos os fumadores acabam por sofrer de alguma maleita provocada pelo seu vício, e que todos eles acabarão por passar algum tempo em hospitais e consumindo recursos que poderiam ter dispensado se tivessem feito as escolhas certas há alguns anos… E para que sejam ajudados a fazê-las que contamos com a instauração de medidas restritivas como estas.

Fonte: bbc.co.uk/news

Categories: Política Internacional, Sociedade | Etiquetas: | 6 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy