Posts Tagged With: Super Tucano

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) abateram um Super Tucano governamental

As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), conseguiram abater um Super Tucano da força aérea do seu país. Isso mesmo foi confirmado pelo governo colombiano e o incidente teve lugar no estado de Cauca, mas em circunstancias ainda nao completamente esclarecidas.

Os dois tripulantes do aparelho terão falecido, sendo um resgatado pelo exército e o segundo levado pelas FARC, mas sendo posteriormente devolvido à Cruz Vermelha, que o entregou depois ao exército governamental.

Não se sabendo como foi o aparelho abatido, não é possível especular muito sobre o real significado deste incidente… mas sendo o Super Tucano um avião de ataque, pode presumir-se que voava a baixa altitude e velocidade e em missão de reconhecimento (estava sozinho) quando foi abatido. Isso aponta para ter sido derrubado por fogo de armas ligeiras ou por uma metralhadora pesada e não por um míssil. Mas se se tratar de um míssil, há que perceber de onde veio e, sobretudo, até que ponto é que a necessidade de proteger os aviões a jato da força aérea colombiana (fazendo-os voar menos e a mais altas altitudes) não vai prejudir a sua eficácia no apoio às missões do exército, um pouco como aconteceu na Guiné-Bissau depois da aparição dos primeiros Strella… a ser assim, entramos num novo patamar da guerra de guerrilha e o papel das forças governamentais sai do incidente seriamente condicionado.

Fonte:
http://www.cmjornal.xl.pt/noticia.aspx?contentID=44EAE65D-755E-43FB-962B-85AC66456B64&channelID=00000021-0000-0000-0000-000000000021

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , , | 7 comentários

O Brasil vendeu 8 Super Tucano à República Dominicana

A Embraer vendeu oito aviões EMB-314/AT-27 Super Tucano para cumprimento de missões de combate ao narcotráfico e de contra-insurgência. O modelo está a torna-se um padrão nos países da América do Sul para este tipo de missões ocupando o lugar que já pertenceu em tempos ao A-37 Dragonfly que também chegou a operar na Força Aérea Portuguesa (FAP), mas na versão de treinamento T-37. O país das Caraíbas vai usar o modelo em missões de vigilância marítima e terrestre e em missões de segurança interna. A República Dominicana partilha fronteiras com o Haiti, onde se encontra um destacamento de mais de mil militares brasileiros em missão de Paz da ONU e onde os bandos armados são senhores e reis num país onde a autoridade do Estade praticamente se evaporou. Os valores da venda não são conhecidos, mas poderão rondar os 235 milhões de dólares que custaram à Colômbia os seus 24 Super Tucano.

O Super Tucano é capaz de operar a partir de pistas muito rudimentares e tem uma manutenção relativamente simples e barata, o que o torna numa plataforma muito adequada para estes países. As duas metralhadoras M3P .50 nas asas e a possibilidade de instalação de pods de vigilância como o LITENING e a capacidade para levar dois mísseis de curta distância AIM-9 Sidewinder aumenta a capacidade defensiva do aparelho a uma outra escala. Além disto, o Super Tucano pode transportar uma variedade de armas para ataques ao solo, desde foguetes a bombas convencionais.

Existem no mundo 144 Super Tucano em operação, dos quais 63 no Brasil (com mais 36 encomendados) e 25 na Colômbia. Existem encomendas no Chile (12) e até havia 36 unidades vendidas para a Venezuela de Chavez, mas os EUA conseguiram bloquear a exportação devido à incorporação no aparelho de vários equipamentos licenciados e importados de empresas norte-americanas…

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Embraer_EMB-314_Super_Tucano http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL949344-5602,00-EMBRAER+VENDE+SUPER+TUCANOS+A+REPUBLICA+DOMINICANA.html
http://www.portalangop.co.ao/motix/pt_pt/noticias/internacional/Embraer-vende-oito-Super-Tucano-para-Republica-Dominicana,6bbdbb36-0452-4478-b2f3-5c816f0210bf.html

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 4 comentários

O Chile compra 12 “EMB 314 Super Tucano”

(EMB 314 Super Tucano in http://www.airforce-technology.com)

Depois de ter avaliado várias alternativas num concurso internacional o Chile acabou por se decidir pela compra de 12 EMB 314 Super Tucano. No âmbito do mesmo contrato, a construtora aeronáutica brasileira incluiu também um pacote logístico “Integrated Logistic Support” (ILS) e um sistema de treino avançado e de suporte operacional incluindo simuladores de vôo. Os novos aparalhos da força aéra chilena serão utilizados como aviões de treino e no papel de ataque ao solo. Os Super Tucano poderão também carregar pods de reconhecimento “LITENING“. Os primeiros aparelhos serão entregues ao Chile na primeira metade de 2009 por um preço que poderá ultrapassar os 200 milhões de dólares.

A Força Aérea Chilena torna-se assim a terceira operadora deste novo avião de ataque brasileiro, juntamente com o próprio Brasil e a Colômbia, que em 11 de Agosto recebeu o último dos seus 25 Super Tucanos, numa aquisição que foi muito polémica devido às pressões da Administração Bush para que essa venda não se chegasse a concretizar.

O EMB 314 é uma evolução direta a partir do EMB 312, concebido para as mesmas missões na década de 90. Semelhante, mas mais comprido, o Super Tucano tem um motor mais potente que foi criado para ação especializada na extensa floresta amazónica como parte integrante do SIVAM (programa de vigilância da Amazónia). Na sua classe é provavelmente o melhor aparelho do mundo, seguindo de perto as bem sucedidas pegadas do seu antecessor que foi exportado para 14 países em todo o mundo.

Fontes:
http://www.defenseindustrydaily.com/Chiles-Ar-Force-Buys-Super-Tucanos-05038/?camp=newsletter&src=did&type=textlink http://www.silobreaker.com/DocumentReader.aspx?Item=5_893418266
http://www.areamilitar.net/DIRECTORIO/Aer.aspx?nn=34&P=24&R=FA

Categories: Brasil, DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 10 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy