Posts Tagged With: Suécia

A Suíça conseguiu descer o preço dos 22 Saab Gripen que vai adquirir à Suécia

A Suíça conseguiu pagar menos pelos 22 Saab Gripen que a própria força aérea sueca: os aparelhos irão ficar em cerca de 83 milhões de euros, ou seja, 15 a 30% menos que vai pagar a própria Suécia na próxima aquisição de entre 40 a 60 aparelhos Gripen.

Os Saab Gripen suíços irão substituir a frota de aviões Northrop F-5E/F Tiger e as entregas vão começar em 2018.

A aquisição destes aparelhos foi muito polémica na Suíça, mas é um facto que os custos das opções concorrentes (Rafale ou Eurofighter) eram muito mais elevados… o negócio será agora submetido ao Parlamento e – muito possivelmente – a um Referendo Popular.

Fonte:

http://www.defencetalk.com/swiss-to-get-swedish-jets-cheaper-than-swedes-report-45924/

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 1 Comentário

A Tailândia escolhe o Saab Gripen

Saab Gripen

Saab Gripen

Não é segredo para ninguém que – apesar de fabricar um dos melhores aviões do mundo, na sua classe – o sucesso comercial do Saab Gripen tem sido, na melhor das leituras, modesto. Para além da própria força aérea sueca, apenas a República Checa, a Hungria e a África do Sul operam o aparelho.

Por esta razão, a decisão tailandesa de favorecer o aparelho sueco numa disputa que envolvia também o sempre muito difícil de bater Sukhoi SU-30, o MiG-29 (com um preço muito competitivo) e o eterno derrotado em concursos deste género, o Rafale francês é importante para a Saab e terá que despertar a atenção de países que também estão a avaliar o aparelho, como o Brasil. De permeio, a poderosa influência económica e política dos EUA também se fazia sentir, com o F-16 alinhando-se como favorito… O facto da Força Aérea Tailandesa operar 50 F-16 A e B (Block 10 e 15), reforçava ainda mais a proposta da Lockheed Martin, assim como o facto dos aviões a serem substituídos serem uma frota envelhecida de caças F-5 B e E. Assim, a proposta sueca teve que apresentar um fortíssimo pacote de contrapartidas industriais para vencer este duro concurso algo que se terá devido a um generoso pacote de contrapartidas industiais, contratos de manutenção, cooperação logística, transferência de tecnologia e científica.

O competitivo pacote sueco inclui numa primeira fase a entrega de 6 gripen, com peças sobresselentes e treinamento, assim como um Saab Ereiye S-2000 AEW.  Nesta fase 1, a Tailândia vai investir 600 milhões de dólares, a pagar até 2012. Na fase 2, serão entregues mais 6 Gripen, novamente com peças e treino, assim como um segundo avião AEW, mas desta feita por apenas 500 mlhões de dólares, a pagar entre 2013 e 2017.

Fontes:
http://www.gripen.com/en/MediaRelations/News/2007/071017_thai.htm

http://en.wikipedia.org/wiki/JAS_39_Gripen

http://en.wikipedia.org/wiki/Royal_Thai_Air_Force#Aircraft_inventory

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , , , | 1 Comentário

A Saab e a Tata indiana acordam no desenvolvimento comum do Gripen NG

//www.segurancaedefesa.com)

(O Gripen Demo, o percursor do Gripen NG in http://www.segurancaedefesa.com)

A Saab acordou com a empresa indiana Tata desenvolverem em conjunto uma nova variante do seu caça de 4+ geração Gripen. A variante é uma resposta direta ao concurso indiano pelo fornecimento de 126 aviões de combate à força aérea indiana por cerca de 12 biliões de dólares (basicamente, o maior negócio do género nos próximos dez anos, no mundo).

Esta parceira entre a Saab International e a Tata Consultancy Services, aumenta a participação indiana na proposta sueca e torna-a mais competitiva frente aos seus adversários russos, europeus e norte-americanos.

Em abril de 2009, a Índia vai iniciar testes com os aviões finalistas, decidindo então o modelo vencedor. Do qual comprará apenas 24 unidades, sendo as restantes fabricadas localmente.

A Saab oferece a transferencia de tecnologia para o seu parceiro indiano, assim como um papel central no desenvolvimento do Gripen NG, o mesmo aparelho que está a ser oferecido ao Brasil no âmbito do programa F-X2. Como idêntica proposta foi feita ao governo brasileiro, torna-se possível que se os suecos ganharem ambos os concursos internacionais, que o desenvolvimento do Gripen NG seja o produto de uma pareceria tripartida Suécia-Índia-Brasil, uma espécie de reedição do PAK-FA, onde a certa altura se falou também de uma parceria trinacional entre Rússia, Índia e Brasil…

Os suecos garantiram que mesmo que não ganhem o concurso indiano, manterão a parceria com a Tata, declarou o vice-presidente da empresa sueca, em Nova Déli. Este importante detalhe aumenta portanto as possibilidades de que os indianos possam mesmo a vir a surgir ao lado dos suecos na eventual adopção do Gripen NG pelo Brasil.

No concurso indiano, além do Gripen NG, estão também o F-16, o Super Hornet, o Typhoon, o MiG-29, o MiG-35 e o Rafale.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Saab_ties_up_with_Tata_to_develop_fighter_jet_999.html

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | 14 comentários

A Suécia desiste dos planos para parar com a produção de energia nuclear

Um pouco por todo o mundo, a crise económica e a crise energética (camuflada provisoriamente pelo declínio do consumo) estão a levar muitos governos a reavaliarem a suas estratégias energéticas. A Suécia, que decidira recentemente encerrar todos os seus reatores nucleares, agora está a avaliar não o seu encerramento simples, mas a sua substituição.

Em 1980, um referendo popular havia optado por encerrar todas as centrais num prazo de trinta anos. Mas o governo atual – no poder desde 2006 – reavaliou a decisão redescobrindo no nuclear a solução para a dependência energética da Suécia (dois dos atuais reatores produzem metade de toda a energia consumida no país) e para as emissões de CO2 que o país precisa reduzir para cumprir os limites de Kyoto.

Com a aparição dos reatores nucleares de 3a geração, muito mais seguros e de manutenção mais simples que os anteriores e com a multiplicação de soluções de reactores nucleares de baixa potência e sem manutenção, como aqueles japoneses (Toshiba) e sul-africanos (Peeble) que temos noticiado aqui no Quintus a posição anti-nuclear que foi a nossa durante décadas foi reavaliada. Isso e o reconhecimento de que uma central nuclear é uma forma de produção de energia eléctrica quase sem impactos ambientais e sem emissões de CO2 fazem com que a nossa posição seja atualmente a e defender o encerramento de todos os reatores nucleares de 1a e 2a geração que ainda funcionam hoje no mundo e a sua substituição por reatores modernos ou por células de mini-reactores autónomos, em prol do Clima, da Economia e sem dispensar a complementaridade com energias renováveis, como a Sola ou Eólica e até que – pelo menos – estas não alcancem a maturidade bastante para dispensar completamente o recurso ao nuclear.

Fonte:
Euronews – 2009

Categories: Ciência e Tecnologia, Economia, Política Internacional | Etiquetas: , | 8 comentários

Suécia: de campeã da Democracia à sociedade mais vigiada do Ocidente

A Suécia aprovou uma lei que irá permitir a monitorização e intercepção de tráfego de Internet e conversações telefónicas que passem a fronteira deste país nórdico tão famoso pela sua defesa das liberdades cívicas e pela protecção legal que o maior serviço de torrents P2P do mundo, o Piratebay tem gozado aqui… Pelo contrário, este medida, única na Europa e ainda mais abrangente do que o muito polémico “Patriot Act” dos EUA de Bush vai tornar a Suécia num dos países mais ciber-vigiados do mundo e, naturalmente, já espalhou a ira entre os cibernautas e as organizações de direitos civis deste país da Escandinávia.

As escutas telefónicas e de mensagens SMS, assim como a monitorização de tráfego web, mail e VoIP serão conduzidos pelo FRA (“National Defence Radio Establishment“), uma instituição das forças armadas suecas. A lei teve um percurso algo tortuoso, sendo devolvida ao Parlamento depois de terem sido detectadas algumas falhas e inconstitucionalidades, mas finalmente acabou por ser aprovada com uma escassa, mas suficiente, maioria… de deputados incapazes de respeitarem os direitos dos cidadãos, aparentemente. É claro que na Suécia, como na maioria dos países desenvolvidos, a polícia pode sempre escutar comunicações, com o devido mandato judicial, o que esta lei vai alterar é que a partir de agora, todas as comunicações com exterior podem ser escutadas, mesmo sem mandato judicial! E de facto, no que concerna às comunicações de Internet, e como muitas passam por routers nos países vizinhos, isso quer dizer que até muitas mensagens trocadas entre cidadãos suecos serão também escutadas e vigiadas! Caramba! Se uma das democracias mais velhas e consolidadas da Europa cede a esta onda “securitária” que tem vindo a reduzir crescentemente os nossos direitos e garantias, então onde vamos mesmo parar? A 1984 ?

Fonte:
http://tvnz.co.nz/view/page/411419/1858460

Categories: Informática, Política Internacional, Sociedade | Etiquetas: | 19 comentários

O “Gripen Demo”: uma nova versão do caça sueco “Saab Gripen”

Gripen Demo

(Representação artística do “Saab Gripen Demo” in http://www.gripen.com)

A Saab apresentou uma nova versão do seu caça de 4,5 geração, o Saab Gripen. A atualização do caça vai garantir que o aparelho sueco continua ao mesmo nível dos seus competidores mais diretos: Rafale, Typhoon e últimas versões do F-16, mas também que os países que atualmente já operam o Gripen poderão modernizá-lo e manter o caça funcional até, pelo menos, 2040. O caça apresentado pela Saab: “Gripen Demo” tem um novo motor General Electric F414G com mais potencia que o motor que antes equipava o Gripen e um radar “Active Electronically-Scanned Array” (AESA) Saab/Thales. O “Gripen Demo” tem também tanques de combustível com mais capacidade, respondendo assim aos críticos que acusavam o aparelho de ter neste aspecto um dos seus pontos fracos. Mas um novo trem de aterragem, uma maior capacidade de transporte de armamento, novos sistemas de comunicação e de guerra electrónica são outras características adicionais que a Saab incluiu no novo Gripen.

O aparelho ainda não foi comprado por nenhuma força aérea, nem sequer pela sueca, mas em Abril de 2007, a Noruega assinou uma “Carta de Compromisso” referente ao desenvolvimento do Gripen no valor de 25 milhões de dólares e o programa “Gripen Demo” recebeu um contrato do governo sueco para o seu desenvolvimento, em Outubro do mesmo ano. Decorre assim como praticamente certo o interesse destes dois países no novo modelo ou numa atualização dos modelos existentes para este novo padrão Gripen.

Fonte:
http://www.gripen.com/en/MediaRelations/News/2008/Gripen_Demonstrator_The_Future_has_Arrived.htm

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | 17 comentários

“A criminalidade participada em Portugal no ano de 2007 manteve praticamente os mesmos valores que em 2006”

(A Suécia: o país mais “criminoso” da Europa in http://www.lib.utexas.edu)

“A criminalidade participada em Portugal no ano de 2007 manteve praticamente os mesmos valores que em 2006, segundo dados de uma amostra de países da União Europeia. Portugal não viu a sua posição relativa alterada, continuando em 17º lugar, com uma taxa de 36,9 crimes denunciados às autoridades por mil habitantes.”

(…)

“as mais elevadas taxas se registam na Suécia (141,6 denúncias por mil habitantes), Inglaterra e País de Gales (104,3) e Finlândia (104,1).”

Fonte:

Público, 28 de Março de 2008

A chave para a compreensão aqui é a expressão “criminalidade participada”… Todos nós conhecemos casos de crimes em que a vítima não apresentou queixa, quer porque foi ameaçada pelos criminosos, quer porque a própria polícia de tal dissuadiu no momento da apresentação da queixa. Neste aspecto, o Governo tem facilitado o processo e a virtualização da apresentação da queixa pode reduzir esta taxa ainda significativa de “criminalidade não participada”. Se esta taxa fosse contabilizada, a presença de Portugal num lugar tão baixo desta tabela? Provavelmente não, porque os países do norte da Europa que surgem espantosamente no topo desta lista (a Suécia e a Finlândia são duas presenças particularmente notáveis) são conhecidos pelos seus altos padrões de civismo e logo, todos os crimes, menores ou maiores devem ser reportados.

Portugal é ainda – globalmente – um país seguro para viver, e esse factor não deve ser menosprezado como um elemento importante para a relativamente elevada qualidade de vida que temos em Portugal… Há desemprego em números crescentes… Uma precariedade no Emprego crescente e cada vez mais generalizada, mas, pelo menos… Portugal é ainda um dos países mais seguros para viver, haja ou não (como suspeitamos) uma subavaliação da taxa real de “criminalidade participada”.

Categories: Portugal, Sociedade, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: , | 7 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!