Posts Tagged With: Quénia

O papel dos F-5 Tiger quenianos na guerra do Quénia contra a milícia somali Al Shabab

Numa guerra que tem praticamente passado desapercebida do foco mediático, o Quénia está envolvido numa autentica guerra total contra os terroristas islâmicos somalis do Al Shabab. Um papel central neste conflito tem sido desempenhado pelos velhos caças F-5 da Força Aérea queniana.

O objetivo queniano é muito ambicioso: destruir militarmente a Al Shabab e impedi-la de tornar a entrar no Quénia para atacar ou raptar mais turistas estrangeiros. Por esse motivo, mais de 2 mil soldados quenianos atravessaram a fronteira a 17 de outubro. Desde então, mais reforços foram enviados, totalizando-se hoje perto de 4 mil soldados em movimentação no sul da Somália.

A operação militar é a maior alguma vez conduzida pelo exercito queniano e foi preparada por bombardeamentos aéreos de bases do Al Shabab junto à fronteira. O objetivo principal da operação parece ser a cidade de Kismayo, um porto no sul da Somália, que tem sido usado pelo grupo islâmico como base e como apoio para as ações de pirataria que lançam sobre todo o leste do oceano Índico.

As operações aéreas quenianas são realizadas por 18 F-5E e F. Os primeiros aparelhos foram comprados aos Estados Unidos em finais da década de 70. Em 2008, o país comprou mais 15 aparelhos do tipo à Jordânia. O facto de se tratar de um avião tão antigo, a falta de treino poderia indicar uma baixa operacionalidade dos aparelhos. Contudo, os quenianos têm conseguido manter uma campanha aérea muito intensa nos céus da Somália desde 17 de outubro. Mas começam a registar-se problemas resultantes do cansaço e da obsolescência dos aparelhos: 2 F-5 colidiram no ar e, recentemente, um campo de refugiados perto de Kismayo foi bombardeado por engano.

Não é claro que a operação terrestre esteja a ser um sucesso, mas a milícia somali está na defensiva e a retirar para Kismayo e embora o turismo (setor vital para a economia queniana) tenha já sofrido um decréscimo considerável não têm sido registados novas incursões da Al Shabab dentro do território queniano.

Fonte:
http://www.offiziere.ch/?p=6767

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 7 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy