Posts Tagged With: Pernambuco

O restabelecimento do domínio português sobre Angola e São Tomé depois da restauração da independência de Portugal em 1640 foi obra dos brasileiros.

 

Pernambuco no tempo dos holandeses (http://www.nordesteweb.com)

Pernambuco no tempo dos holandeses (http://www.nordesteweb.com)

 

“Os holandeses, que ocuparam Pernambuco em 1630, perceberam a dependência da região da mão-de-obra escrava africana e ocuparam Luanda em 1641. O restabelecimento do domínio português sobre Angola e São Tomé depois da restauração da independência de Portugal em 1640 foi obra dos brasileiros. Em 1648, são os comerciantes do Rio de Janeiro que financiam uma armada comandada por Salvador Correia de Sá que retoma Luanda e expulsa os holandeses.”
Miguel Jasmins Rodrigues

Esta é a grande singularidade do “império português”: a recuperação das colónias perdidas para essa nação de piratas e mercadores que era a Holanda de então é feita por uma colónia e não pela metrópole ou “cabeça” desse império. Tal situação, assim como a própria recuperação do Brasil que foi feita pelos próprios “brasileiros” é absolutamente única na história do colonialismo europeu no mundo e expõe claramente a singularidade da relação pós-colonial que no século XVII já descrevia a natureza da ligação entre a metrópole a “colónia” Brasil. A verdadeira independência do Brasil não deve assim ser recuada a Ipiranga, mas ao momento em que ao arrecuo da recomendação de António Vieira em deixar o Pernambuco aos holandeses em troca da paz no resto do mundo, os brasileiros se erguem contra esta vontade dos “reinóis” de Lisboa e se armam e expulsam os invasores Calvinistas da mais rica província brasílica.

Categories: Brasil, História, Lusofonia | Etiquetas: , | 64 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy