Posts Tagged With: Paquistão

O Paquistão está a mudar as suas ogivas nucleares com receio de um ataque por forças especiais dos EUA

Míssil nuclear paquistanês (http://www.wired.com)

Míssil nuclear paquistanês (http://www.wired.com)

Segundo um relatório oficial norte-americano o Paquistão estaria a deslocar as suas armas nucleares através de camiões em estradas congestionada como forma de as esconder das agências secretas dos EUA. A decisão, contudo, torna-as mais expostas a tentativas de furto por parte dos grupos islamitas radicais que abundam no Paquistão.

O Paquistão teme em particular que depois do raid clandestino que levaria à morte de Osama bin Laden, os EUA poderiam estar também a preparar uma operação visando a destruição do arsenal nuclear paquistanês. Em resposta, estariam a transferi-lo para novas bases, desconhecidas dos EUA, dispersando-as mais pelo território paquistanês num número maior de instalações.

Sabe-se que existem planos para destruir as armas nucleares paquistanesas caso o seu governo caia nas mãos do Islão mais radical ou que a sua localização seja comprometida por um ataque em larga escala conduzido por grupos talibãs. O Paquistão estaria assim a responder a este plano de contingência… a executar não através de uma campanha aérea de bombardeamentos mas através de missões de Navy Seals e Deltas.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Pakistans_nuclear_weapons_vulnerable_to_theft_report_999.html

Anúncios
Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 2 comentários

Uma esquadrilha de J-10B na força área paquistanesa

A China decidiu entregar ao Paquistão uma esquadrilha de aparelhos J-10B. Depois de rumores (nunca comprovados) de que Pequim teria vendido alguns aviões deste modelo (o caça mais avançado fabricado na China) à Nigéria, a notícia da venda do J-10B, com todo o armamento mais sofisticado disponível neste modelo vem confirmar a intenção de Pequim em manter um relacionamento muito estreito com Islamabad e ocupar o espaço deixado aqui pelas suspeitas crescentes de Washington de que o regime paquistanês estaria infiltrado pelos talibãs.

O Paquistão será assim o primeiro país do mundo (além da China) a operar este aparelho avançado que alguns dizem ser uma evolução (ou clone) do F-16 com tecnologia israelita do defunto projeto Laavi.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/India_given_choice_to_pioneer_naval_Typhoon_jet_999.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 11 comentários

A China vai entregar 50 aviões JF-17 ao Paquistão

A China vai entregar 50 aviões JF-17 ao Paquistão começando já as primeiras entregas em julho. Os aparelhos são de produção conjunta entre os dois países, mas estes 50 aviões serão equipados com aviónica  mais avançada que aqueles fabricados no Paquistão. A compra será totalmente financiada por Pequim por forma a fortificar os já muito fortes laços diplomáticos e estratégicos entre os dois países.

Decorrem atualmente negociações a propósito da venda dos novos aviões furtivos J-20 ainda em desenvolvimento assim como de aviões FC-1. A confirmar-se esta venda, o Paquistão poderia assim contrabalançar os excelentes 124 Sukhoi Su-30 MKI ao serviço do eterno rival paquistanês, a Índia… Não tanto com os JF-17 mas com o J-20… é claro que antes a China tem que poder provar que é capaz de o construir e de o fazer em grandes números, o que tendo em conta a lentidão tradicional dos projetos chineses de armamento é sempre duvidoso…

Fonte:
http://www.defencetalk.com/china-provide-pakistan-50-jf-17-thunder-jets-talks-20-stealth-34798/#ixzz1OrZHMag9

Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 6 comentários

Teoria da Conspiração ou… Será que a morte de Osama bin Laden não foi exatamente como nos contam?…

A mansão de Osama bin Laden

A mansão de Osama bin Laden

A morte de Osama bin Laden numa intervenção das forças especiais numa mansão nos arredores da capital paquistanesa, Islamabad vem por fim à “caça ao homem” mais mediática e dispendiosa de sempre.

Para chegar a este ponto foram precisos mais
de dez anos de pesquise, espionagem e operações especiais frustradas… mas tenhamos uma certeza: quando Obama disse perante as câmaras do mundo inteiro que “forças especiais dos EUA tinham morto Osama bin Laden” que não se tenham dúvidas: ele foi mesmo morto. Obama não se poderia arriscar a ser apanhado em falso por um erro destas proporções quer quando fez esta comunicação, quer quando tomou a decisão de realizar o ataque na passada sexta-feira. O ataque terá sido realizado este domingo e a partir de uma pista recolhida em agosto de 2010 e que passou essencialmente pela localização do paradeiro de um mensageiro usar por Bin Laden para comunicar com o mundo exterior (por usb pen, na maioria das vezes).

Fontes dos serviços de segurança paquistaneses confirmaram a morte do líder da Al Qaeda num ataque que começou pelas 22:30 de domingo após o desembarque de uma equipa de Navy Seals de um grupo de 4 helicópteros. A operação terá demorado cerca de 40 minutos, praticamente todos sob fogo intenso, o que faz crer que a guarda de Bin Laden ou era numerosa (improvável) ou estava muito bem preparada para resistir a um ataque de mais de 20 homens de uma das forças especiais mais bem treinadas do mundo: os Navy Seals.

A mansão foi construída em 2005 (o que significa que Osama não esteve aqui escondido até essa data) onde vivia Osama bin Laden situava-se na cidade Abbottabad, uma grande cidade com 80 mil habitantes a apenas uma hora de carro do centro de Islamabad, a capital do Paquistão, portanto, bem longe das zonas tribais entre o Paquistão e o Afeganistão onde se dizia estar o seu esconderijo (talvez para o fazer descuidado). A mansão tinha um forte sistema de segurança, e estava rodeada de muros com até 5 metros de altura e tinha várias câmaras de videovigilância. Não havia telefones ou Internet no seu interior e todo o lixo produzido era queimado dentro do recinto, por forma a não deixar sair para o exterior indícios da presença do líder da Al Qaeda. Mas a mansão chamou a atenção devido à sua grande dimensão, à inexistência de proventos que justificassem a capacidade dos seus ocupantes para manterem uma mansão de um milhão de dólares, oito vezes maiores que as casas que a rodeavam.

Os helicópteros aterraram perto do edifício e os Navy Seals saíram então avisando os habitantes das casas circundantes para apagarem as luzes e não saírem das suas casas.

Ouviram-se então tiros e pelo menos duas explosões (uma delas da explosão de granadas ou de C4 para abrir um buraco na parede). O ataque que terá vitimado também dois guardas, dois mensageiros, um filho de Osama bin Laden, o seu irmão e uma mulher “usada como escudo humano” (mais provavelmente, uma baixa colateral)
O corpo de Osama foi depois evacuado de helicóptero e levado para o porta-aviões Carl Vinson e lançado ao mar no norte do Mar Arábico numa operação fúnebre muito simples pelas duas da manhã de segunda-feira.

Os Navy Seals não terão sofrido baixas, mas um helicóptero foi deixado no local, com uma alegada “avaria mecânica” (segundo os EUA) mas de facto abatido com RPG-7s dos guarda-costas no telhado da mansão nos primeiros momentos, segundo testemunhos locais. Isto coloca dúvidas sobre a verdade absoluta do relato oficial… Já que é difícil que um helicóptero tenha sido abatido sem que existam baixas naqueles que seguem no seu interior… Portanto ou houve baixas americanas ou a história é outra, como se verá no final deste texto. As fontes da informação que teriam levado a esta operação bem sucedida foram múltiplas: desde interrogatórios a terroristas detidos no Afeganistão e em Guantánamo, vigilância satélite e de outros tipos. Fontes dos EUA alegam que nenhum destes elementos foram partilhados com os paquistaneses ou outros aliados e o Paquistão só foi informado só depois dos Navy Seals tinham regressado à sua base no Afeganistão e as indicações de que a “captura só foi possível devido a informações dos serviços de segurança paquistaneses” parecem mais cosméticas e destinadas a dar uma ideia de que o solo paquistanês não foi invadido com total impunidade (e assim a evitar ataque de vingança por parte de militantes islâmicos paquistaneses) do que outra coisa qualquer…

Osama terá sido morto mesmo no final do período de 40 minutos de combates, quando estava com uma mulher no segundo ou terceiro andar da mansão, provavelmente a mesma mulher que teria sido usada como “escudo humano” na narrativa norte-americana.

Segundo algumas fontes, as forças especiais norte-americanas construíram uma versão à escala real da mansão de Bin Laden onde durante meses ensaiaram até à exaustão esta missão.

Não é claro que tipo de helicópteros foram usados na missão, podendo ter sido empregues aparelhos Black Hawks, CH-47 Chinooks ou até MH-6 Little Birds.
Os militares terão recolhido no local  documentação e vários computadores, do quarto de Bin Laden, onde esperam encontrar planos de futuros ataques terroristas da organização muçulmana.

A identidade de Osama bin Laden foi confirmada graças aos tecidos do cérebro da sua irmã, falecida nos EUA há alguns anos de tumor cerebral e cujos tecidos teriam sido preservados por forma a permitir a construção de um perfil de ADN para o terrorista mais procurado do mundo.

Além da versão oficial, em que os Navy Seals assumem um papel central, há outra versão… divulgada por uma televisão paquistanesa e repetida de: segundo esta o ataque teria sido executado exclusivamente por forças paquistanesas depois de um helicóptero paquistanês ter sido abatido em Abbotabad e durante uma operação de busca pelos atiradores do rocket nos arredores. Terá sido então que os militares paquistaneses encontraram um grupo armado de homens que os atacaram. Foi só quando o tiroteio terminou é que os paquistaneses conseguiram falar com algumas mulheres e crianças que admitiram que aquela era a casa de Bin Laden e que este tinha sido morto na troca de tiros. Só depois é que dois helicópteros dos EUA foram chamados e o corpo do líder da Al Qaeda foi levado para fora do Paquistão. Como a notícia de que o terrorista islâmico mais procurado do mundo fora morto pelo exército paquistanês teria sido muito mal colhida pela maioria da população do Paquistão, esta história dos Navy Seals teria sido inventada e apresentada ao mundo como a “verdadeira”.

Fontes:
http://www.dodbuzz.com/2011/05/02/senior-officials-detail-bin-laden-operation/#ixzz1LDjapADr
http://www.spacewar.com/reports/Fear_of_tech_helped_betray_bin_Laden_999.html
http://www.defencetalk.com/navy-seals-shine-in-risky-bin-laden-strike-33852/http://www.defencetalk.com/chinese-media-says-pakistani-forces-got-bin-laden-33834/#ixzz1LEEWJyTd
http://www.telegraph.co.uk/news/worldnews/asia/pakistan/8488004/Osama-Bin-Ladens-body-identified-by-sisters-brain.html
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=481921
http://nationaljournal.com/whitehouse/the-secret-team-that-killed-bin-laden-20110502
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/05/fortaleza-de-bin-laden-tinha-forte-sistema-de-seguranca.html
http://www.spacewar.com/reports/Bin_Laden_dead_Obama_says_justice_is_done_999.html
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/05/operacao-que-matou-bin-laden-era-planejada-pelos-eua-desde-agosto.html
http://www.publico.pt/Mundo/helicopteros-tiros-e-um-corpo-ao-mar-como-foi-a-operacao_1492284

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 17 comentários

A Mectron prepara-se para vender mais mísseis ao Paquistão. Danando a Índia no processo…

http://www.mectron.com.br

A empresa brasileira Mectron (que por acaso está a precisar de um webdesigner) está em negociações com o governo paquistanês para a venda de mais um lote de mísseis. O modelo sobre a mesa é diferente do vendido recentemente, mas arrisca-se a repetir os protestos indianos da venda anterior. A venda ao Paquistão irá comprometer outros negócios pendentes entre o Brasil e a Índia e que o ministro da Defesa, Nelson Jobim irá levar à Índia novas propostas de negócios de Defesa. A venda da Mectron ao Paquistão, o arqui-inimigo indiano, arrisca-se a comprometer essas hipóteses…

Estes negócios continuados com o único país muçulmano do mundo que tem a bomba atómica podem ser rentáveis, mas estão a prejudicar as relações com o único país que no futuro será verdadeiramente capaz de conter o expansionismo demográfico e territorial chinês: a Índia. Estrategicamente, todos os países livres e democráticos do mundo devem unir-se e não vender armamento e transferir tecnologia com o “outro lado”, seja ele a China ou o mundo muçulmano, que tem nos seus planos cilindrar sob uma jihad mais ou menos bélica todo o globo e impor-nos a sua ideologia e forma de vida. É este tipo de regimes – e ainda por cima um aliado tradicional da China – que queremos ter como aliado estratégico do maior país lusófono do mundo? Não me parece…

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u649612.shtml

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 17 comentários

Os talibãs aproximam-se de Islamabad e das… armas nucleares paquistanesas

A zona em disputa em http://radioviceonline.com

A zona em disputa em http://radioviceonline.com

O Paquistão enviou forças militares para um distrito, situado a apenas 96 quilómetros da capital, Islamabad, e que os insurgentes tinham capturado parcialmente. O distrito de Buner tem estado sob assalto talibã desde o final de abril, com vários ataques a policias e militares. Atualmente os talibãs controlam cerca de 25% do distrito, segundo fontes governamentais (o que quer dizer que controlam muito mais). O movimento talibã ocorre pouco depois de um polémico (alguns chamam-lhe “rendição”) acordo negociado em que líderes tribais regionais acordaram não exibirem armas em público nem atacarem forças de polícia, tribunais, escolas, hospitais ou organizações não governamentais. Este movimento governamental foi aparentemente interpretado (da forma correta) pelos insurgentes como um gesto de fraqueza.

O comandante talibã em Buner fez-se exibir na televisão paquistanesa alegando que “viemos aqui para ensinar o Islão”. Segundo ele “trazemos armas apenas porque elas são um símbolo importante para os muçulmanos”. Os talibãs montaram entretanto postos de controlo e patrulham abertamente as estradas do distrito.

Apesar do discurso tranquilizador do governo, a verdade é que o Paquistão nunca esteve tão perto como hoje de cair sobre controlo talibã. A própria Secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, já alertou para essa possibilidade e referiu o falhanço das políticas governamentais como a causa desta situação, numa declaração que tem tão pouco de diplomática como de… Verdadeira, como demonstra o resultado do discurso conciliador que levou à queda de Buner.

Se os talibãs estão hoje a poucas horas da Capital, isso quer dizer também que estão a poucas horas das armas nucleares paquistanesas (desenvolvidas com auxílio chinês) e ninguém pode prever que uso lhe darão os talibãs se tomarem o governo no Paquistão e o transformarem num “Emirato Islâmico” ao pior modelo afegão nem o que farão se se apossarem de apenas uma das várias ogivas nucleares paquistanesas… Ainda que seja quase certo que a Índia (inimigo numero dos talibãs pela ocupação da Caxemira) não deixará de reagir a essa ameaça absoluta à sua sobrevivência. Com um ataque preemptivo…

Fonte:
www.cnn.com

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 7 comentários

O Paquistão continua a receber aviões K-8P chineses

Aviões K-8P paquistaneses em http://www.app.com.pk

Aviões K-8P paquistaneses em http://www.app.com.pk

O Paquistão recebeu mais oito aviões de treino a jato Hongdu K-8P Karakoram. A força aérea paquistanesa tinha encomendado em 1995 um total de 12 destes aparelhos chineses, na sua versão de exportação, tendo sido os primeiros seis recebidos em janeiro de 1996.

Além dos primeiros 12, mais 16 aparelhos do mesmo tipo foram entregues ao Paquistão tendo sido atualizados para a versão K-8P. De recordar que este é o mesmo tipo de aparelho de treino avançado que a Venezuela chavista declarou recentemente ter intenção de adquirir.

Fonte:

Air Forces Monthly, março de 2009

Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: | 5 comentários

Índia e Paquistão estiveram à beira da guerra por causa… de um telefonema falso


(Militares paquistaneses in http://www.armyrecognition.com
)

Um dos episódios mais curiosos e perigosos dos últimos anos ocorreu recentemente, no rescaldo dos atentados de Bombaim, quando uma chamada telefónica podia ter desencadeado um conflito nuclear entre a Índia e o Paquistão… Alguém terá telefonado no dia 28 de novembro de um número de telefone registado como pertencendo ao ministério dos negócios estrangeiros da União Indiana para o seu homólogo paquistanês, ameaçando o presidente paquistanês com a guerra, poucas horas após os ataques terroristas de Bombaim.

A chamada – que se revelou falsa – terá desencadeado a entrada em alerta máximo da força aérea paquistanesa e ilustra o quanto perto esteve o mundo de um confronto nuclear durante as sessenta horas que se seguiram aos ataques de Bombaim. Foi necessária uma intervenção da Secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice para que o Paquistão acreditasse que a chamada não tinha sido feita pelo gabinete do ministro dos negócios estrangeiros indiano, Pranab Mukherjee para o presidente paquistanês Asif Ali Zardari.

Recordemo-nos que no decurso dos incidentes de Bombaim, a Índia acusou grupos de militantes islâmicos baseados no Paquistão e exigiu a entrega de uma extensa lista de nomes de cidadãos paquistaneses às autoridades paquistanesas. O Paquistão negou qualquer envolvimento oficial, mas sabe-se que o “país dos puros” é de facto governado não por um Governo democraticamente eleito, mas por um triunvirato Governo-Exército-ISI (Serviços Secretos). O que um comanda, o outro não executa… e vice-versa. Por exemplo, o Exército nunca entregará o controlo das armas nucleares a um governo islâmico radical; o ISI nunca deixará de manter laços estreitos com os talibãs afegãos ou com os grupos que lutam pela independência de Cachemira e… o governo nunca conseguirá interferir ou anular as ações dos dois outros. Por isso, é plausível que as ordens do governo paquistanês para parar com estas ações de militantes islâmico sejam ignoradas pelo ISI e, de forma decorrente, por estes mesmos… Ainda que neste concreto, o Exército pareça alinhar com a vontade governamental.

O telefone falso parece ter sido feito por algum escriturário irado (talvez com a morte de um amigo ou familiar) que trabalha no edifício do ministério indiano e conseguiu fazer com que o Paquistão desse ordem de descolagem a vários aviões equipados com armas reais, patrulhando a sua fronteira. De igual forma, o telefonema fez também deslocar dezenas de milhar de tropas para a fronteira e colocado aviões armados no ar. Com tantos meios nervosos junto da fronteira, não teria sido impossível que alguém tivesse carregado no gatilho e desencadeado uma guerra entre estes dois velhos inimigos… por causa de um telefonema falso.

Fontes:
http://www.latimes.com/news/nationworld/world/la-fg-pakistan-india7-2008dec07,0,383051.story
http://www.guardian.co.uk/world/2002/may/25/pakistan.india

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 15 comentários

O Paquistão confirma a aquisição de 36 aviões chineses J-10

//www.chinatoday.com)

(J-10 chinês in http://www.chinatoday.com)

O Paquistão confirmou a existência de planos para adquirir 36 aviões chineses Chengdu FC-20 (J-10) à sua força aérea. Os aviões deverão começar a ser entregues a partir de 2009 e terminarão logo no ano seguinte equipando duas esquadrilhas e foram escolhidos depois de o Paquistão ter avaliado outras alternativas.

Os J-10 começarão a ser entregues praticamente ao mesmo tempo que o seu “inspirador”, os F-16 de origem norte-americana, agora na versão avançada Block 52M, começam também a ser integrados nas hostes da PAAF.

Fonte:

Air Forces Monthly, janeiro de 2009

Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 15 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)