Posts Tagged With: Orion

A “Lockheed Martin Space Systems” está a negociar a compra de um lançador Delta 4 Heavy para um teste de um “Orion Crew Exploration Vehicle”

Orion Crew Exploration Vehicle (http://www.flightglobal.com)

Orion Crew Exploration Vehicle (http://www.flightglobal.com)

A “Lockheed Martin Space Systems” está a negociar com a “United Launch Alliance” (ULA) a compra de um lançador Delta 4 Heavy para um teste não tripulado de um “Orion Crew Exploration Vehicle” a ter lugar em 2013 estando até disposta a suportar o seu custo mesmo se a NASA não o puder assumir.

Atualmente, a agência espacial norte-americana está ainda a estudar o custo e ambito de um teste à Orion e as consequencias neste programa no mandato recebido da Administração Obama para desenvolver uma cápsula espacial e um lançador espacial capaz de voos além de órbitas baixas (LEO) até 2016. Mas estas indecisões e recuos federais estão a deixar impaciente a construtora que acredita que é impossível cumprir com sucesso a meta de 2016 se não existirem já voos de teste em 2013.  Ignora-se o custo deste voo, já que a ULA é detida não apenas pela Lockheed Martin, mas também pela Boeing e que – consequentemente – serão praticados preços de mercado, mas moderados tendo em conta que a LM é simultaneamente cliente e fornecedora.

Em 2006, a LM venceu a Northrop Grumman e a Boeing no contrato de 3.9 biliões de dólares para desenhar e construir a Orion. Mas quando Obama decidiu descartar todo o projeto de regresso à Lua, sacrificando lançador Ares e a própria Orion, a sobrevivência de todo o projeto vencedor foi posta em causa.

A Orion parece ter escapado ao destino fatal do Ares quando o Congresso aprovou as despesas da NASA e em abril, quando Obama declarou que a capsula seria usada como “veículo de fuga” da Estação Espacial Internacional, uma decisão que não foi muito bem acolhida na própria NASA mas que teve pelo menos o mérito de salvar todo o trabalho já feito sobre a nova cápsula. Mais recentemente, em outubro, Obama assinou uma lei que permitia o desenvolvimento de um “veículo multifunções” ou “multipurpose crew vehicle” (MPCV) até 2016 e que fosse capaz de levar astronautas a missões no Espaço Profundo, isto é, muito além das orbitas terrestres do Space Shuttle ou da Dragon da SpaceX. Obviamente, este MPCV é a Orion… tanto mais porque o Congresso cedeu em 2011 1.1 bilioes de dólares para que o desenvolvimento da cápsula não fosse interrompido.

O teste que a Lockheed Martin quer realizar em 2013 pretende simular a reentrada da cápsula a altas velocidades idênticas aquelas que ela experimentaria numa reentrada a alta velocidade, como aquela que ocorrerá numa nave regressando do Espaço profundo.

Fonte:
http://www.space.com/news/orion-space-capsule-huge-rocket-test.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: , | Deixe um comentário

A cápsula Orion da NASA passa mais uma fase do seu (complicado) desenvolvimento

Interior de um modelo à escala real da Orion (http://telstarlogistics.typepad.com)

Interior de um modelo à escala real da Orion (http://telstarlogistics.typepad.com)

O turbulento processo de desenvolvimento do Projeto Orion completou uma das suas fases iniciais, conhecida como PDR ou “Project Preliminary Review“. É vital que a NASA consiga ir fazendo passar passo a passo deste projeto para que consiga ter uma cápsula capaz de levar astronautas até à Estação Espacial Internacional (ISS) e mais além… Como a Lua.

O “preliminary design review” é um dos passos que ocorre no desenvolvimento de um projeto tão complexo como o Orion antes de começar o processo de construção propriamente dito.

Na sua concepção final, o Orion estabilizou como um módulo habitável, um módulo de serviço com sistemas de suporte e propulsão e um sistema de salvamento. Esta fase do projeto, agora cumprida com sucesso, reviu as capacidades esperadas para a Orion, nomeadamente a possibilidade de executar três tipos de missões: voos para a ISS, missões para a Lua de curta duração e missões lunares com durações máximas de até 210 dias.

A NASA está assim um pouco mais perto de ter um substituto do Shuttle quando este sair do serviço em 2011… É claro que o Orion já não chegará a tempo para tomar o lugar do Shuttle, mas pelo menos haverá qualquer coisa no horizonte a caminho…

Fontes:
http://www.spaceref.com/news/viewpr.rss.html?pid=29099
http://www.nasa.gov/mission_pages/constellation/orion/index.html

Categories: SpaceNewsPt | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Sobre as cápsulas espaciais tripuladas atualmente em desenvolvimento: a indiana, a Orion Lite da Bigelow Aerospace, a da Excalibur Almaz (EA) e a mais conhecida SpaceX, a Dragon

Não é muito conhecido, mas atualmente estão em desenvolvimento seis engenhos diferentes capazes de colocar Homens no Espaço. Exatamente: seis! Falamos do sucessor das cápsulas russas Soyuz, o Kliper, o CEV/Orion da NASA, da cápsula espacial tripulada indiana ainda em fase preliminar e de três empresas comerciais, a Bigelow Aerospace, a Excalibur Almaz (EA) e a mais conhecida SpaceX.

Os veículos norte-americanos e russos foram concebidos de raiz como sendo capazes de realizarem viagens circum-lunares. A cápsula indiana, não é supostamente capaz de tal, mas como dizem que será capaz de manter 3 astronautas em órbita durante uma semana, não é impossível que pela adição de um módulo adicional de propulsão, lançado num segundo voo e acoplado depois à cápsula, possa também ela, realizar esse feito…


(o veículo orbital indiano em http://www.flightglobal.com)

A Bigelow está também a desenvolver uma cápsula que possa levar turistas e tripulantes até aos hotéis espaciais que espera construir. A capsula (designada de “Orion Lite”) será poderá ser alugada a terceiros, como a missões da NASA e será capaz de se manter em órbita – com turistas – em períodos de até uma semana e com até 7 tripulantes e turistas. Um modelo à escala real foi apresentado em agosto de 2009 e a cápsula deverá voar pela primeira vez em 2012.

A cápsula espacial Dragon, em que trabalha atualmente a SpaceX, deverá realizar o seu primeiro voo para a Estação Espacial Internacional já em 2010, estando agendados 12 voos até 2015, que a NASA contratualizou com a SpaceX por 1,6 biliões de dólares. A SpaceX também já tem clientes para dois lançamentos da versão DragonLab, não tripulada e concebida para realizar experiências automáticas em órbita, regressando depois à Terra.

As duas empresas norte-americanas estão a preparar-se para responderem ao concurso de 50 milhões de dólares por um veículo comercial de transporte tripulado para a órbita terrestre que a NASA vai abrir em novembro.

Uma outra proposta privada é a da Excalibur Almaz que apresentou um modelo à escala real em 2009, no Moscow Air Show. A empresa foi fundada apenas em 2005 por russos e norte-americanos. Como objetivo tem também o turismo espacial, esperando vender até 30 lugares por ano. O primeiro voo da EA deverá ocorrer em 2013. A cápsula está a ser desenvolvida pelo conhecido gabinete aeroespacial russo da NPO Mashinostroyenia a partir de uma cápsula ensaiada pelos militares soviéticos na década de 70. Depois de ter terminado o desenvolvimento desta cápsula, a EA irá começar a trabalhar numa pequena estação espacial de turismo, desenvolvida também ela a partir de uma estação militar soviética da década de 70.

A empresa europeia EADS Astrium está agora a começar a desenvolver uma cápsula tripulada a partir do ATV Jules Verne que recentemente visitou a ISS. Esta cápsula europeia deverá ser tripulada e será capaz de cumprir missões orbitais com até uma semana de duração.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/articles/2009/09/09/331968/us-russian-capsules-vie-for-orbital-domination.html

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , , | 6 comentários

Os EUA preparam-se para perder para a China a Corrida Espacial para a Lua

A caminho da Lua mas... só depois dos chineses em http://www.linuxdevices.com

A caminho da Lua mas... só depois dos chineses em http://www.linuxdevices.com

Segundo um especialista australiano, os EUA estariam prestes a corrida espacial para a Lua para a China. O avanço constante e cuidadosamente planeado do programa espacial chinês dará rapidamente ao país a capacidade técnica para colocar astronautas (taikonautas) na Lua antes de os EUA conseguirem regressar ao nosso satélite natural.

A China coloca homens em órbita desde 2003, fez o primeiro “passeio espacial” em 2008, na missão Shenzhou 7. Um ano antes, a China colocava uma sonda em órbita lunar e até 2011 vai enviar uma segunda misto. Os planos atuais – e nenhum anterior plano espacial chinês falhou uma data antes – preveem a colocação de um rover antes de 2020.

De facto, atualmente, até a Índia – que começou com grande atraso frente à China – está a recuperar muito rapidamente e após a sua primeira missão lunar, lançada em 2008, vai colocar um rover na Lua em 2012 e irá colocar dois astronautas em órbita antes de 2015.

Há indícios de que a China tenciona colocar um homem na Lua em 2016 e se assim for, então, a derrota norte-americana nesta nova “corrida espacial” estará consumada já que a Orion, que está a ser desenvolvida pela NASA, não estará pronta a realizar a primeira missão lunar antes de 2020. Esta tendência declinante é reforçada pela pouca importância que Obama deu à nomeação de um novo Administrador para a NASA, desde que Michael Griffin se demitiu, com os últimos cortes orçamentais da Agência (que aliás, estão por detrás do programa Orion) e pela atual recessão económica, que está a afetar todos os programas governamentais e mudará as prioridades orçamentais pelo menos durante os próximos dez anos.

Todas estas dificuldades serão aproveitadas pelos seus concorrentes e, sobretudo, pela China, que não deixará passar certamente a oportunidade de realizar um grande golpe de propaganda ao enviar primeiro homens para a Lua… A tecnologia para enviar uma missão tripulada circumlunar já está à sua disposição, e é provável (na sua tradição de “pequenos, mas seguros passos”) que a executem antes de colocar um homem no solo lunar, ou seja, antes de 2016, e nos próximos três a quatro anos. Nas barbas dos americanos, com o seu programa espacial atolado numa burocracia gigantesca, em cortes orçamentais crónicos, falta de visão e estratégia e crise económica profunda.

Fonte:
http://www.moondaily.com/reports/USA_Could_Lose_New_Moon_Race_999.html

Categories: China, Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , | 16 comentários

Em pleno ambiente renovado de “Guerra Fria” com a Rússia, a NASA prepara-se para embarcar os seus astronautas em… cápsulas russas


(A cápsula Dragon da SpaceX in http://www.hobbyspace.com)

A NASA anunciou novos atrasos no seu programa de regresso à Lua… A “Orion“, a nave espacial criada par tomar o lugar da frota envelhecida para além do patamar do perigo máximo, como demonstraram até á exaustão os dois acidentes fatais com o Shuttle, sofreu novos atrasos e agora, em vez de ser lançada em 2013, será lançada pela primeira vez apenas em 2014.

Segundo responsáveis pela agência espacial americana, NASA, o atraso deveria-se a “dificuldades técnicas” a um orçamento pouco ambicioso.

O vôo de 2013 (agora atrasado até 2014) era um voo experimental, já que o primeiro voo efetivo da cápsula até à Estação Espacial Internacional (ISS) terá lugar apenas em Março de 2015, como previsto e como determinado inicialmente pelo Congresso dos EUA.

A “Orion” é a parte mais importante – juntamente com o novo lançador Aries – do programa espacial norte-americano designado como “Constellation” que tem como apogeu a construção de um novo lander lunar capaz de levar 3 astronautas até ao solo do nosso satélite natural.

Este atraso não parece colocar ainda em risco a data de entrada em funcionamento pleno da Orion, mas a margem de erro entre a disponibilização da nova cápsula e o primeiro lançamento da mesma, reduziu-se… E com ela a hipótese de os EUA terem que depender totalmente da Rússia durante mais um ano além do inicialmente previsto, isto é após o último voo do Shuttle em Maio de 2010… E isto dará aos EUA quatro anos voando os seus astronautas em naves Soyuz russas (pagando bilhete!) num contexto de regresso da Guerra Fria e de afastamento da Rússia dos principais fóruns de segurança internacionais… Ou a NASA começa a receber muito depressa os recursos necessários não para recuperar o atraso de um ano, mas para o transformar numa intensa aceleraçao ou o COTS consegue levar astronautas americanos para a ISS em 2011 (alguns concorrentes esperam realizar um voo de demonstração ainda em 2010, como a Orbital, a SpaceX ou a Rocketplane-Kistler). Ou seja… Ou os privados resolvem o problema para uma NASA que luta com a falta de fundos. A SpaceX prevê realizar o seu primeiro voo COTS com uma cápsula Dragon em 2009, mas enviar astronautas apenas a partir de 2010 e a Kistler lançará a sua primeira K-1 de demonstração em finais de 2008.

Fontes:
http://www.space-travel.com/reports/Space_Shuttle_successor_will_not_fly_before_2014_NASA_999.html
http://www.associatedcontent.com/article/908615/nasa_space_shuttles_last_flight_tentatively.html
http://www.nasa.gov/mission_pages/exploration/news/COTS_selection.html
http://www.orbital.com/AdvancedSpace/COTS/

Categories: Ciência e Tecnologia, Política Internacional, SpaceNewsPt | Etiquetas: , , , , , | 8 comentários

A NASA pressiona a Europa para que esta tenha a sua própria cápsula espacial tripulada


(Provável aspecto do ACTS/CSTS russo-europeu in http://futurama.idoo.com)

A NASA está a procurar incentivar a Europa a desenvolver a sua própria nave espacial tripulada. A proposta tem dado origem a alguma turbulência nos gabinetes europeus, com a ESA a negociar com a Rússia a sua participação no ACTS/CSTS e a empresa privada EADS Astrium a pedir o financiamento europeu para uma versão tripulada do ATV. O sucesso do ATV “Jules Verne” demonstrou que a Europa tem a tecnologia para construir um tal engenho a um custo e numa data relativamente curtos e por essa razão o administrador da NASA, Michael Griffin apelou publicamente a que a Europa “desse esse pequeno passo”, esperando obter uma maior redundância através da existência desse sistema europeu, uma redundância que poderia salvar vidas no Espaço. Estas declarações foram proferidas no parlamento francês perante um grupo de pesquisadores espaciais europeus e de executivos da área aeroespacial.

Compreendem-se bem estas pressões por parte dos EUA… Devido a um espantoso erro de planeamento cometido durante a primeira administração Bush, os EUA não colmataram a lacuna temporal entre o fim da atividade do Shuttle e a entrada em serviço do seu sucessor, a cápsula Orion. Assim, entre 2010, ano do último voo do Shuttle e 2015, o ano do primeiro voo do Orion (uma data que pode ser adiada por algum problema técnico ou orçamental). Ou seja, durante cinco anos, a NASA vai estar totalmente dependente das cápsula Soyuz russas e isso favorece a posição negocial da Rússia durante as negociações que agora decorrem… O problema é que será impossível para os europeus desenvolverem um novo veículo antes de 2010… De qualquer forma, só o próprio facto deste estar em desenvolvimento poderia servir para aplacar a vantagem comercial do urso russo e logo… poupar alguns milhões aos exaustos cofres da agência espacial norte-americana.

Fonte:
http://www.physorg.com/news131904709.html

Categories: Ciência e Tecnologia, SpaceNewsPt | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES ALTRUISM

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com