Posts Tagged With: Iémene

Do estado… parado, da força aérea iemenita

Caças F-5 (http://freepages.military.rootsweb.ancestry.com)

Caças F-5 (freepages.military.rootsweb.ancestry.com)

Apesar de raramente ser notícia em Portugal, a guerra civil no Iémene está hoje no seu ponto mais alto,  especialmente no sul do país, com as forças islamitas radicais sendo cada vez mais ousadas com ataques diretos a bases militares,  como aquele que a 4 de março ceifou a vida a mais de 200 militares governamentais.

Numa guerra civil desta intensidade seria de esperar encontrar a força aérea local no epicentro do conflito,  prestando apoio às forças terrestres,  localizando insurgentes e bombardeando as suas bases. Ora nada disso está a acontecer. Erros sucessivos do comando criaram um clima de contestação interna que levou os pilotos da força aérea a fazerem greve e a recusarem levantar voo nos seus aviões. A contestação vira-se contra o irmão do antigo presidente Ali Abdullah Saleh, Abdu Rabu Mansur Hadi.

Esta greve deixa no solo uma força aérea algo heterogénea,  com aviões Northrop F-5 e Sukhoi Su-22 e helicópteros Mi-17 ou fora de serviço, por má manutenção, e isto apesar dos milhões de dólares doados todos os anos pelos EUA que terão desaparecido nos corredores do poder sem chegarem ao orçamento da força aérea local.

Fonte:
http://www.aviationweek.com/aw/generic/story_channel.jsp?channel=defense&id=news/awst/2012/03/19/AW_03_19_2012_p71-433477.xml

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

A Guerra contra os Houthis travada pelo Governo do Iémene e pela Arábia Saudita

Embora esteja atualmente no foco mediática a guerra que as forças governamentais iemenitas travam contra tribos mais ou menos ligadas aos sunitas radicais da al Qaeda, existe no Iémene um segundo conflito, paralelo e quase tão intenso como o primeiro e que opõe o Governo de Saana às tribos no norte que são apoiadas pelo Irão shiita desde 2004. O conflito nortenho tem o seu epicentro na província montanhosa de Saada habitados pelas tribos shiitas Houthi e recentemente viu a entrada em cena de um novo ator, a Arábia Saudita, que lançou operações militares na fronteira comum com o Iémene. Em novembro de 2009 os rebeldes Houthis tomaram o controlo de uma parcela de território saudita, que agora é alvo de operações terrestres e aéreas sauditas e internacionalizaram um conflito que já o era suficientemente com as interferências iranianas e com as “cover up operations” norte-americanas no Iémene…

É difícil saber se existe mesmo uma liderança da Al Qaeda na insurreição tribal iemenita. Parece certo que existe uma sua presença, mas a insurreição parece mais tribal do que estratégica como desejaria a Al Qaeda e parece haver aqui um certo exagero quanto à gravidade desta revolta. Não é impossível que o governo iemenita se deixe vencer pela insurreição, tal é a sua ineficácia e ineptitude militar, mas se tal ocorrer isso dever-se-á mais a essa fraqueza do que à força ou organização desta revolta tribal.

Fonte:

http://www1.voanews.com/english/news/Yemen-Saudi-Arabia-Fight-Shiite-Rebels-in-Northern-Yemen-80441507.html

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | Deixe um comentário

O Iémene será o novo Afeganistão na “Guerra contra o Terrorismo”?

Soldados governamentais iemenitas (http://www.euronews.net)

Soldados governamentais iemenitas (http://www.euronews.net)

O recente ataque bombista falhado no dia de Natal de 2009 foi seguido de uma série de declarações de responsáveis governamentais norte-americanos que parecem apontar no sentido de que existirá a muito curto prazo um incremento das atividades militares dos EUA no Iémene, país onde terá recolhido o bombista a sua carga letal.

Se hoje a guerra mais intensa em curso corre no Afeganistão, estão a criar-se condições para que esta seja seguida de um novo conflito no Iémene, após a queda do seu governo pró-ocidental. O Ocidente não tem condições para combater numa terceira frente, se o governo iemenita tombar e se assim for é bem provável que a Al Qaeda encontre aqui o refúgio seguro que tinha antes no Afeganistão… E desta feita, sem os meios que continuam empenhados no Iraque e no Afeganistão.

Fonte:
http://www.dvorak.org/blog/2009/12/27/yemen-the-crotch-bomber-scapegoat/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 1 Comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade