Posts Tagged With: F-22

A Lockheed entrega o último F-22 Raptor da USAF

O último avião F-22 Raptor construído para a USAF entrou agora na fase de testes de voo. O avião tem o número 4195 e realizou os dois voos que normalmente todos os Raptor realizam na Lockheed antes de serem entregues à força aérea dos EUA.

Depois dos testes da Lockheed, o aparelho será ainda testado pelos pilotos da “Defense Contract Management Agency” (DCMA) antes de ser formalmente aceite pela USAF.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/news/articles/lockheed-begins-test-flights-of-final-f-22-369522/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | Deixe um comentário

O F-22 Raptor pode voltar a ser fabricado

Ainda há não muito tempo parecia absolutamente certo que a USAF nao iria adquirir mais avioes F-22 Raptor. Mas agora, com novos deslizes de custos e prazos com o programa F-35, essa hipótese voltou a regressar à mesa.

Para além das dificuldades com o F-35 há pressões por parte da Administração Obama para reduzir as despesas e tudo indica que se comprarão menos F-35 do que os inicialmente previstos. Como estes se encontravam já num “número mínimo”, esta nova redução colocaria a USAF num patamar operacional perigosamente baixo, especialmente devido ao envelhecimento da frota de F-16.

Se o F-35 for sacrificado nestas reduções, a solução poderá ser encomendar aviões F-16 de último modelo e novos aviões F-22. Assim se manteria uma capacidade Stealth, combinada com a maioria dos meios na forma de F-16 modernos.

A produção do F-22 já foi concluída, mas poderia ser ressuscitada com relativa facilidade e assim tornar a permitir que os EUA fabricassem um aparelho comparável ao PAK-F que agora começa a ser fabricado na Rússia e assim manter algum tipo de liderança tecnológica, ainda que graças a um aparelho extraordinário, mas com já mais de 20 anos.

Fonte:
http://www.airforce-magazine.com/Features/modernization/Pages/box111610raptor.aspx

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 8 comentários

A USAF vai atualizar os seus F-22A Raptor

A Força Aérea dos EUA (USAF) está a estudar fazer um upgrade a 63 dos F-22A Raptor atualmente no seu inventário. A decisão final será tomada internamente nos próximos meses mas será comunicada ao público apenas a partir de fevereiro de 2012.

Estes 63 aparelhos são apenas metade da frota da USAF mas pelo menos tal atualização permitirá que os Raptor possam utilizar os armamentos e equipamentos de comunicação mais recentes.

A linha de producao dos F-22 será encerrada em começos de 2012. Esta linha está atualmente ocupada com um contrato da USAF para reduzir as atuais seis versões do aparelho em apenas três: Block 20, 30 e 35. A atualização que está agora em análise é a passagem destes 63 aparelhos Block 30 para Block 35. Esta atualização dará à USAF uma frota de 150 aviões idênticos, no mesmo padrão.

O problema é que mesmo com esta atualização a frota de F-22 da USAF continuará a não conseguir utilizar algumas das funcionalidades dos aviões mais modernos… que poderão sempre ser instalados nestes aviões, ainda que por enquanto não existam planos para tal.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/articles/2010/08/05/345808/usaf-debates-major-upgrade-for-f-22-raptors.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , | Deixe um comentário

Obama e a Defesa: veto, não veto? cancelo, não cancelo?

A Administração Obama está a preparar-se para vetar legislação em gestação no Congresso que permitiria continuar a fabricação de caças de 5a geração F-22 Raptor, assim como o motor General Electric/Rolls-Royce F136. Estes dois programas seriam mantidos, sacrificando o programa F-35 Joint Strike Fighter, segundo opção assumida pelo Congresso dos EUA.

A decisão dos congressistas (muitos deles democratas) é um claro confronto com o Secretário da Defesa Robert Gates que a 6 de abril declarou que os 187 Raptors da USAF eram suficientes e que os EUA não precisavam de mais aparelhos desse tipo. No mesmo momento, Gates assumiu que o motor F136 podia ser abandonado porque o F135 era já adequado às necessidades do F-35.

A Administração Obama está também a tentar bloquear o financiamento para o General Atomics MQ-1C Sky Warrior, um UAV de segunda geração, assim como que a USAF retire do serviço os C-5A e os substitua por C-17 novos…

Em suma, claramente que para Obama a via da retoma irá ser pela via do investimento do Estado e da injeção de Capital na Economia, mas ao contrário da “Reaganomics” dos anos 80, em que foi pela via do complexo industrial-militar que se alavancou a retoma de uma economia que estava então mergulhada numa depressão tão intensa como a atual, Obama não acredita que será pela multiplicação das despesas militares que a economia dos EUA irá retornar ao caminho do Crescimento… É claro que essa decisão poderá parecer acertada, dadas as atuais circunstâncias e o elevadíssimo nível de endividamento público dos EUA, mas irá traduzir-se a curto prazo na redução da capacidade dos EUA influenciarem os destinos do mundo, pelo menos não da mesma forma preponderante e quase “imperialista” das últimas décadas.

Fontes:
http://www.flightglobal.com/articles/2009/06/25/328829/obama-threatens-vetoes-on-f-22-f136-decisions.html

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | Deixe um comentário

O F-15SE Silent Eagle

(Vídeo mostrando a baía interna de armamento)

A Boeing parou com todos os trabalhos de desenvolvimento do seu novo “F-15 Silent Eagle” enquanto revia o modelo de negócio. Os fundos internos, na divisão “Boeing Military Aircraft” ainda não foram reservados. A empresa já reconheceu que ainda que não possam surgir nenhuma proposta de compra formal ou informal, quer do governo norte-americano, quer de outro vai manter o projeto do F-15SE vivo.

Atualmente, a Boeing reconhece haver um interesse expresso já por um potencial cliente, a Coreia do Sul, que opera 39 F-15E Eagles, mas que no decurso do seu programa F-X Phase 3 até 2014 irá substituir os seus obsoletos F-4 Phantom II and F-5 por perto de 50 novos aparelhos. Até recentemente, o F-35 Lightning II era o vencedor quase certo, mas a aparição do F-15SE Silent Eagle vem alterar a equação… Especialmente, porque o país já opera o tipo e poderá haver aqui economias de escala (em manutenção e treino) e porque a “timeframe” é perfeitamente compatível com os desejos coreanos. A venda do SE pode também ser usada como uma forma de pressão ao cada vez mais instável regime norte-coreano.

O F-15SE Silent Eagle é uma alternativa muito credível ao problemático F-35 Lightning II incluindo tanques de combustível internos ou uma baías de armas interna (mísseis AIM-9 ou AIM-120, assim como bombas de precisão JDAM e SDB), alterações aerodinâmicas diversas controlos de coo fly-by-wire e um novo sistema de guerra eletrónica da BAE Systems e um radar AESA Raytheon Advanced Electronic Scanning Array. A Boeing afirma que a baia de armamento interna pode ser substituída por uma carga de combustível adicional em apenas 2 horas.

O fim da produção do F-22 Raptor (ver AQUI), as novas características furtivas do F-15SE, assim como o radar AESA e o facto de se tratar de um dos melhores aviões de caça das últimas décadas, ainda muito capaz de enfrentar os melhores aviões russos e europeus, tornam como praticamente certa a aquisição deste tipo de avião para substituir os quase 500 aparelhos do tipo ainda ativos da USAF e que deveria ser substituídos pelos Raptor… em número de apenas 139 aparelhos (maio de 2009). Este desfasamento poderia ser preenchido com Super Hornets, mas o F-15SE, pela sua furtividade e demais características é uma opção muito mais razoável. E… uma resposta decente a dar a todos os aliados tradicionais dos EUA (Japão, Austrália, Reino Unido, etc) que têm vindo a pedir os F-22 que agoram sairam das linhas de produção.

P.S.: Será que o Brasil deveria ponderar esta opção no seu F-X2?…

Fontes:
http://www.flightglobal.com/articles/2009/06/17/328218/paris-air-show-boeing-withholds-funding-for-f-15se.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Republic_of_Korea_Air_Force
http://en.wikipedia.org/wiki/F-15_Eagle

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , , , | 11 comentários

Israel e os seus pedidos pelo F-22A Raptor

Desde 2007 que se conhecem pedidos israelitas para a venda de aviões F-22A. O pedido israelita baseava-se na ameaça balística iraniana e na eminente actualização da força aérea síria, factores que desde então não esmoreceram. Desde então, a estas pressões os EUA têm respondido com ofertas do largamente inferior F-35… E esse de facto é o plano israelita que contempla a substituição de todos os atuais F-16 por F-35. Israel está a usar a seu favor o seu extenso e influente lobby, assim como os atrasos do F-35 e o disparar dos custos (200 milhões de dólares por avião) para reviver o negado pedido por aviões F-22. Assim, Israel junta-se à exclusiva lista de países que reclamam junto dos EUA por aquele que é ainda hoje o único aparelho de 5a geração do mundo.

Atualmente, os países que reclamam o F-22 parecem ter acordado em torno do acesso a uma versão de exportação – limitada – do avião, designada nalguns locais como F-22EX (“Ex” de “Exported”). A Administração Obama pode estar mais aberta a exportar o aparelho do que a autista Administração Bush, e sobretudo a imperativa necessidade de encerrar a linha de produção do Raptor em 2009 pode abrir novas possibilidades para os pedidos israelitas, japoneses, australianos e até (segundo algumas fontes) britânicos e sul coreanos. A haver entregas de aparelhos “EX”, estes seriam totalmente construídos nos EUA, reduzindo assim os riscos de perda de informação sensível e, sobretudo, essa decisão permitiria manter as linhas de produção dos aparelhos abertas durante pelo menos mais 3 anos.

A decisão de exportar os aviões para o Japão, a Austrália e Israel reforçaria os laços com aliados que constam na primeira linha contra a Coreia do Norte (Japão), em todas as guerras que os EUA travam no mundo (Austrália) e num apoio fundamental para os interesses dos EUA no Médio Oriente (Israel). O problema da venda do F-22 é que Israel manteve sempre relações demasiado estreitas com o regime comunista chinês. Partes dos Patriot foram-lhe vendidas, assim como planos do F-16, que foram rapidamente incorporados em novas armas chinesas que agora são re-exportadas e que estão na linha da frente em qualquer eventual conflito global contra os EUA. Esta relação tem irritado muita gente nos EUA, ao ponto de haver hoje quem defenda inclusivamente a exclusão de Israel do programa F-35!

Fonte:
http://www.defenseindustrydaily.com/israel-requesting-f22ex-fighters-03257/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 9 comentários

O F-22 vai começar a operar a partir das Lajes

F-22. brevemente a descolar de território português em http://www.af.mil

F-22, brevemente a descolar de território português em http://www.af.mil

Segundo o comandante Mora de Oliveira, da FAP, estaria a ser avaliada a possibilidade de estabelecer um campo de treino para os aviões norte-americano F-22A Raptor em águas territoriais portuguesas.

A pista de 4 quilómetros da base das Lajes vai receber importantes obras de manutenção, cujos custos serão repartidos entre Portugal e os EUA preparando a base para acolher novos aparelhos e abrindo a possibilidade de ser usado como campo de treino para aquele que é ainda hoje o mais sofisticado avião de combate do mundo, o F-22A Raptor.

Fonte:
http://www.jornaldiario.com/ver_noticia.php?id=19838

Categories: DefenseNewsPt, Defesa Nacional, Portugal | Etiquetas: | 4 comentários

Os EUA vão construir mais F-22 do que o previsto inicialmente

F-22

(F-22A voando em formação in http://hashmonean.com)

O bom senso parece começar a instalar-se finalmente nas aéreas cabeças dos governantes norte-americanos… Perante o risco do encerramento das linhas de produção daquele que é ainda o melhor caça de 5ª geração (o único existente hoje, aliás…) do mundo, o US House Armed Services Committee’s Air & Land Forces subcommittee da Câmara dos Representantes dos EUA recomendou a dedicação de 523 milhões de dólares para a manutenção da linha de produção do F-22A Raptor até depois de 2009, a data prevista do seu encerramento, fabricando assim mais 20 aparelhos até 2010, isto além dos 180 contratados em 2007.

O aumento do número de aparelhos F-22 disponíveis é vital para manter o mesmo nível de serviço da força aérea dos EUA, especialmente agora que se sabe que a manutenção a longo prazo dos F-15A poderá não ser tão viável como era esperado, já que têm sido registados vários casos de fadiga de material os que levaram a que toda a frota fosse mantida no solo por algum tempo. A aparição do Su-35 russo, de projectos de 5ª geração chineses e japoneses e, sobretudo, o esperado primeiro voo do primeiro protótipo PAK-FA russo-indiano-brasileiro em 2009 vão anular a vantagem competitiva do F-22A Raptor e se a USAF quer continuar a ser a potencia aérea que é hoje, a construir mais do 180 aparelhos… Provavelmente os tais 277 que os generais americanos vêm pedido com alguma insistência…

Fonte:
http://www.defenseindustrydaily.com/C-17A-F-22A-May-Get-Reprieves-from-Congress-04884/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 1 Comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES ALTRUISM

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com