Posts Tagged With: China

Atrasos com o plano indiano de ter até 2015 dois grupos de batalha no Índico

INS Vikrant (cdn2.shipspotting.com)

INS Vikrant (cdn2.shipspotting.com)

Os Estados Unidos têm planos a médio prazo para concentrar 60% do seu poder naval região Ásia-Pacífico, como forma de contrabalancar o crescimento do poder naval chinês. Outro elemento de equilíbrio seria o desenvolvimento da frota de porta-aviões da Índia, nomeadamente do plano indiano para operar dois grupos de porta-aviões autonomos até 2015.

Mas este plano indiano está a atravessar sérias dificuldades: o fim da construção do primeiro porta-aviões indiano, de 40 mil toneladas e que está a ser construido nos estaleiros de Cochim está três anos atrasada e o navio não estará certamente pronto antes de 2017. Este navio terá o nome de INS Vikrant e está apenas dois terços pronto apesar de a sua construção ter já começado em 2009. Os custos de construcao também não têm parado de subir.

Este atraso significa que a Índia não vai conseguir ter os dois planeados “grupos de batalha” com destroyers, fragatas, submarinos e liderados por um porta-aviões até 2015… e cuja simples existencia tornariam a Índia numa potencia com capacidade de projeção global de pooder, como poucos outros países conseguem hoje fazer.

Pelo menos, o primeiro “grupo de batalha” está teoricamente pronto, centrado no INS Vikramaditya, o antigo porta-aviões russo Almirante Gorshov e que estará pronto em 2013 (após uma intensa revisão de 2.3 mil milhões de dolares)

Uma solução poderá ser a de estender a vida util do porta-aviões de 28 mil toneladas, o INS Viraat, um navio de origem britânica ja com mais de cinquenta anos e apenas onze caças Sea Harrier… muito diferentes dos MiG-29K que equiparao os outros dois porta-aviões…

O INS Vikrant terá 260 metros de omprimento, terá embarcados 12 aviões MiG-29K, oito Tejas e dez Kamov helicópteros anti-submarinos e de reconhecimento.

Fonte:
http://www.defencetalk.com/indias-aircraft-carrier-ambitions-take-a-dive-43771/

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , , | 3 comentários

Aumenta a tensão entre o Vietname e a China no Mar do Sul da China

Navio-Patrulha do Vietname (http://www.chinaassistor.com)

Navio-Patrulha do Vietname (http://www.chinaassistor.com)

A tensão nos mares do Sul da China não dá sinais de abrandamento. Agora (e depois de várias provocações chinesas) é o Vietname que realizou exercícios de artilharia costeira com munições reais na região.

Os exercícios foram realizados numa ilha desabitada a 40 km do Vietname central e embora fossem classificados pelos militares vietnamitas como “rotina”, os jornais chineses (fortemente manietados pelo regime de Pequim) tomaram estes exercícios como “uma exibição de força para desafiar a China”.

Este incidente é apenas mais um nesta região do globo e que envolveu recentemente a Malásia e a China e, a China e as Filipinas. O ponto comum é assim a China e as suas pretensões de reclamar para si a posse de uma região oceânica que se sabe rica em petróleo e gás natural.

Recentemente, em maio de 2011, navios chineses cortaram um cabo de exploração petrolífera colocado por um navio vietnamita, em águas dentro da Zona Económica Exclusiva.

Com o aumento constante da necessidade chinesa por matérias-primas e combustível, será de esperar uma maior pressão chinesa com via à ocupação efetiva do Mar do Sul da China (a designação muda consoante o país que reclama essas águas) e o conflito armado parece cada vez mais inevitável. De um lado, estará a China. Do outro, estará uma das outras seis nações asiáticas que têm fronteiras marítimas na região. Ou uma coligação destas nações contra o mais poderoso reclamante: Pequim…

Fonte:
http://www.voanews.com/english/news/asia/southeast/Vietnam-Mounts-Artillery-Drill-Amid-Tensions-With-China-123738804.html

Categories: China, DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: , | 6 comentários

Sobre a defesa continuada do PCP aos regimes ditatoriais de Cuba e da China

Ilda Figueiredo (http://www.sines.pt)

Ilda Figueiredo (http://www.sines.pt)

“Ilda Figueiredo: A eurodeputada do PCP recusou-se a criticar o governo cubano por impedir o dissidente Guillermo Fariñas de ir a Estrasburgo receber o Prémio Sakharov. Mas não se coibiu de censurar o Parlamento Europeu por entregar pela terceira vez o prémio a um dissidente de Cuba. Eis o PCP no seu melhor em “defesa das liberdades”. Quando se fala nas inaceitáveis violações de direitos humanos na China, na Coreia do Norte ou em Cuba os representantes do PCP perdem a noção de dignidade e da decência políticas.”
Sol
17 de dezembro de 2010

Não compreendo porque é que um partido político com os insignes pergaminhos de luta contra a ditadura e a censura salazaristas persiste em manter esta atitude “solidária” para com regimes não democráticos como os de Cuba ou da China. São estas atitudes, convencionais, expectáveis e previsíveis no PCP que cristalizaram à muito o seu eleitorado que impedem o seu crescimento à custa do radicalismo de algum Bloco de Esquerda e do imenso descontentamento contra o Partido Socialista.

O PCP é necessário ao sistema político português e poderia fazer toda a diferença numa partidocracia enquistada e demasiado comprometida com Grupos de Interesses e os seus ricos (e dependentes) financiadores. Mas estas atitudes sistemáticas desprestigiam o Partido Comunista e reduzem ainda mais o seu horizonte eleitoral, contribuindo assim para o generalizado descrédito da Partidocracia e para a necessidade da renovação das formas como elegemos os nossos deputados, abrindo por exemplo, a possibilidade da eleição de deputados independentes, como AQUI defendemos.

Categories: Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: , | 3 comentários

A Rússia vai vender aviões Su-35 Flanker E à China

Até hoje, a Rússia sempre recusou vender os seus mais avançados aviões de combate à China. Até hoje. Tudo indica que Moscovo vai aceitar vender o mais recente avião da Sukhoi, o Su-35 à China.

O Su-35 Flanker E é propulsado por dois motores 117S com impulso vetorial, combinando assim elevada manobrabilidade com a capacidade para atacar vários alvos ao mesmo tempo. O modelo deverá começar a ser fabricado a partir de finais de 2011 e a China deverá receber os seus primeiros aparelhos entre 2011 e 2015. No total, e segundo algumas fontes, a China poderá adquirir entre 40 a 50 aviões deste modelo.

Apesar de se tratar do último modelo do Su-35, a Rússia vai vender uma “versão de exportação” o que na linguagem russa significa uma versão com menos capacidades que a versão original. Curiosamente, esta foi a versão proposta ao Brasil (no âmbito do programa F-X2) e entretanto afastada.

Esta decisão inédita pode ter sido potenciada pela patente necessidade chinesa por várias centenas de aviões de combate modernos e pela necessidade russa de manter a China como um dos seus principais clientes.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Russia_sells_Su-35s_to_China_999.html

Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | 31 comentários

O J-15 chinês: um clone medíocre do SU-33 russo

Foi em finais da década de 90 que a China comprou à Ucrânia um avião Su-33, isto é, uma versão navalizada do Su-27. Desde entao, os engenheiros chineses desmontaram o aparelho de construção russa e criaram aquele que hoje é conhecido por J-15. Desde o início, a intenção chinesa era voar o J-15 a partir de um portaaviões chinês.

Foi este J-15 que foi recentemente criticado por uma alta patente da força aérea russa, o coronel Igor Korotchenko, criticando o aparelho e classificando-o como um produto inferior: “É improvável que o clone chinês J-15 alcance o mesmo desempenho e caraterísticas do SU-33 russo e não me admiraria se a China voltasse às negociações com a Rússia sobre a compra de SU-33.

Os chineses estão com dificuldades em resolver os desafios técnicos com asas recolhíveis. A criação de um motor adequado parece ser outro problema que os engenheiros chineses ainda não conseguiram resolver. O primeiro J-15 voo em 31 de agosto de 2009, com dois motores chineses WS-10, sendo contudo pouco claro porque não se ouviu mais falar do aparelho, sendo provável que tal se deva precisamente às dificuldades listadas por este militar russo.

Fontes:
http://defensetech.org/2010/06/08/russian-official-delivers-smackdown-on-chinas-carrier-based-fighter-knockoff/#ixzz0qvT3Go80Defense.org
http://defensetech.org/2010/06/08/russian-official-delivers-smackdown-on-chinas-carrier-based-fighter-knockoff/

Categories: China, DefenseNewsPt | Etiquetas: , | 13 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade