Posts Tagged With: Brasil

Breve resenha da situação económica de 4 países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde e Moçambique

Através de uma análise realizada pela “Espírito Santo Research” eis uma análise do estado da economia de alguns países, onde destacamos a situação económica em alguns países da Lusofonia:

Angola:
Com uma população que ronda já os 18 milhões e um PIB per capita de 4792 euros, Angola é hoje uma das maiores potencias económicas da Lusofonia. A economia deste país está, contudo, perigosamente dependente dos hidrocarbonetos, que alimentam toda a economia. Há, decerto, um grande dinamismo na construção civil que se propagou aos serviços e até ao setor agrícola, mas tudo depende do petróleo e esta dependência acentuou-se até no último ano. Recentemente, o FMI emprestou a Luanda 1.4 mil milhões de dólares, o que veio equilibrar
a balança corrente angolana.

Brasil:
Os quase 194 milhões de habitantes do Brasil fazem deste país o grande país da Lusofonia. Apesar dos muito notáveis avanços, o PIB per capita continua com um valor que ainda deixa a desejar de 7500 euros. O desemprego no Brasil recuou mesmo durante a atual recessão global e encontra-se agora bem perto do limite apontado como “sistémico” de 5% com os 6.7% de agosto de 2010.

A economia brasileira floresce com uma forte procura interna e apesar de uma inflação que começa a preocupar os economistas menos otimistas. A atual guerra cambial em que a China e os EUA recentemente se envolveram está a perturbar as exportações brasileiras e se esta se agravar (por exemplo, com a entrada do Euro nestas lides) o crescimento do Brasil poderá ficar comprometido.

Cabo Verde:
Este país lusófono está muito dependente das importações de energia e alimentos, dois setores onde existe um grande défice entre o consumo e a produção. Esta situação decorre não somente do facto de o país ter solos muito pobres e escassas capacidades de produção de energia, mas também de ser a Economia mais tercializada de todo o espaço económico lusófono com mais de 70% do PIB pertencem ao setor do Turismo (Portugal, outro país lusófono severamente tercializado retira do Turismo apenas 13% do PIB). As remessas dos emigrantes (a maioria dos caboverdianos vivem fora do seu país) compensam contudo este défice comercial que um débil setor industrial (têxteis, calçado e pescas) não consegue ter um peso significativo. Apesar destas limitações, a estabilidade governativa, a boa governança e o crescimento do investimento direto estrangeiro, tornam Cabo Verde no país africano lusófono com melhores perspetivas de desenvolvimento económico e social a curto prazo.

Moçambique:
Em tempo de recessão, Moçambique apresenta valores elevados do crescimento económico, que se manterão a médio prazo, principalmente devido aos mega-projectos em torno do aproveitamento dos recursos minerais. A diversificação sectorial da economia, relevante para o perfil exportador do país, relativamente concentrado, incentivará o dinamismo da economia moçambicana, gerando um crescente número de oportunidades.

Fonte:
http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=454525

Categories: Economia, Lusofonia, Movimento Internacional Lusófono, Política Internacional | Etiquetas: , , , , | 5 comentários

Foram entregues os primeiros 3 helicópteros EC725

Foram entregues os primeiros 3 helicópteros EC725. Nos próximos anos serão entregues os restantes 50 aparelhos encomendados. Os três primeiros EC735 foram construídos em França pela Eurocopter e serão terminados já no Brasil. Após a montagem final, os helicópteros serão alvo de testes de aceitação pela Força Aérea Brasileira.

A construção dos restantes helicópteros será feita a partir de 2012 na nova fabrica da Helibras em Itajuba, com uma incorporação brasileira de 50%. O último aparelho deve ser entregue até 2016.

O EC725 é a última versão da família Super Puma. Um helicóptero de porte médio com motores duplos e um rotor de cinco pás. O aparelho goza de uma grande autonomia e quando entrar em operação na FAB irá representar um importa aumento de capacidade de Busca e Salvamento e de transporte militar e de emergência.

Fonte:
http://www.spacewar.com/reports/Eurocopter_EC725_Helicopters_Delivered_To_Brazilian_Armed_Forces_999.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: | 2 comentários

A operação militar nas favelas do Rio de Janeiro será duradoura?

“(…) Pela primeira vez a população está a sentir-se confiante na força policial. Não raras eram as vezes que a polícia fez incursões no Alemão e depois foi-se embora, deixando para trás apenas rastos de sangue e moradores feridos.
(…)
“O Alemão bate o recorde de maior índice de criminalidade no Rio com uma taxa de 50 homicídios por 100 mil habitantes, chegando a 85 por 100 mil entre os jovens de sexo masculino dos 15 aos 24 anos.”
(…)
“Cálculos iniciais apontam que a polícia conseguiu levar à bancarrota um dos maiores grupos do narcotráfico no Rio. Foram aprendidas mais de 40 toneladas de drogas, dezenas de espingardas e armas de uso exclusivo do Exército.
Após reunir-se com a Presidente eleita Dilma Rousseff, o governador Sérgio Cabral anunciou que quer colocar dois mil soldados das Forças Armadas no Alemão e na Vila Cruzeiro até pelo menos ao fim do primeiro semestre de 2011.”

Sol 3 de dezembro de 2011

Já escrevemos no Quintus que acreditávamos que o Crime era (a par da Saúde) o grande Nó Górdio que havia que desatar para que este grande país lusófono desse o grande salto em frente na batalha do crescimento e desenvolvimento humano. Sem que todos os milhões de brasileiros que vivem na economia informal consigam ingressar na economia formal, pagando impostos, recebendo ajudas do Estado e reforçando como plenos consumidores o milagre económico brasileiro.

O problema dos bairros de lata do Rio de Janeiro começava a fugir completamente ao controlo. Funcionavam como “Estados” dentro do Estado e impediam que extensas faixas de população urbana acedessem aos serviços básicos do Estado brasileiro. O regresso do Estado a estas parcelas perdidas do seu próprio território era, assim, imperativo.

Mas não será a presença de milhares de militares nas favelas que irá resolver o problema crucial nesta questão da criminalidade no Brasil: o narcotráfico. Para tal, há que deter todos os que estão atualmente nele envolvidos, mas para evitar que sejam logo substituídos, há que ver mais longe: usar a imaginação e sem temer a ousadia, atrever a tomar o alvo principal nesta guerra: o consumo. Enquanto houver procura, haverá oferta. Isso é inegável e há que ponderar, testar e aplicar as medidas de liberalização e distribuição de estupefacientes já testadas em Espanha, Holanda e na Suíça. Porque toxicodependentes haverá sempre… mas narcotraficantes é algo que só existirá enquanto permanecer esta ineficaz e danosa “Lei Seca” que experimentamos sem sucesso desde à mais de cem anos. Não que defendamos uma total liberalização da venda de “drogas pesadas”, mas tão somente uma estatização da sua produção e distribuição como forma radical e absoluta de vencer definitivamente o narcotráfico global.

Categories: DefenseNewsPt, Política Internacional | Etiquetas: | 15 comentários

A Indonésia anunciou a sua intenção de adquirir 8 aviões de ataque ao solo Embraer EMB-314 Super Tucano

EMB-314 Super Tucano (http://en.academic.ru)

EMB-314 Super Tucano (http://en.academic.ru)

A Indonésia anunciou a sua intenção de adquirir oito aviões de ataque ao solo Embraer EMB-314 Super Tucano, tornando-se assim o primeiro cliente regional deste popular avião de combate brasileiro.

Os aviões da Embraer vão substituir os envelhecidos Rockwell OV-10 Broncos atualmente em uso e deverão ser em número de 16 com as entregas a começar já em 2012.

Neste concurso internacional, o KT-1 sul coreano esteve também em opção, mas o avião brasileiro acabou por sair vencedor devido à sua flexibilidade operacional e capacidade para operar um grande leque de armamentos.

Os Broncos indonésios foram extensivamente usados durante a invasão indonésia de Timor Leste, em 1975 e, depois contra a FRETILIN até 2002, mas este uso intensivo desgastou os aparelhos, que atualmente estão reduzidos a apenas duas unidades. A presente situação económica indonésia – com exportações galopantes para a China – entregou nas mãos do governo indonésia as divisas de que este carecia para renovar uma força aerea que tendo sofrido com os cortes orçamentais da década de 90 era hoje apenas uma pálida imagem daquilo que fora na década de 70.

Com esta aquisição, o Super Tucano afirma-se como um dos aviões de ataque ligeiro mais exportados no mundo, com clientes no Chile, Colômbia, República Dominicana e Equador, para além do Brasil e, agora, da Indonésia.

Fonte:
http://www.flightglobal.com/articles/2010/11/11/349603/indonesia-orders-super-tucanos-for-light-attack-role.html

Categories: DefenseNewsPt | Etiquetas: , , | Deixe um comentário

O Brasil vai doar 27 aviões à Bolívia, Equador e Paraguai.

O Brasil prepara-se para doar 27 aeronaves a países da América do Sul. Entre os beneficiários estaria a Bolívia, o Equador e o Paraguai. Os aparelhos seriam retirados ao inventário da FAB e, mais especificamente seriam: 4 helicópteros à Bolívia e um avião de transporte de tropas ao Equador, e Tucanos ao Paraguai, entre outros aviões e helicópteros.

A doação de aeronaves para a Bolívia e para o Equador assume-se de especial relevância diplomática, quer porque ambos fazem parte da Alba, a aliança regional liderada pela Venezuela, país que recentemente também doou aviões à Bolívia e que apoiou o Equador no conflito que ainda à bem pouco tempo o levou a uma situação de pré-guerra com a Colômbia. A Bolívia é, por sua vez, o aliado chavista mais próximo e além de um clima interno de quase guerra civil mantêm questões pendentes para com o Brasil no delicado dossier da exploração do gás natural.

Assim, a doação brasileira vem anular uma parte da pressão venezuelana junto dos seus dois mais próximos aliados, recordando-lhes que podem seguir uma via esquerdista mais moderada, além do radicalismo populista preferido pelos bolivarianos.

Fonte:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/brasil/ult96u636355.shtml

Categories: Brasil, DefenseNewsPt | Etiquetas: , , , | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade