CurtasLinhas

O Governo salva o BPP – o Banco dos Ricos – e deixa cair milhares de empresas e 400 mil desempregados

“O futuro do Banco Privado Português (BPP) poderá ser decidido esta sexta-feira, com o Banco de Portugal a coordenar uma operação de salvamento que pretende impedir o colapso da instituição liderada por João Rendeiro, avança a agência «Lusa».”

“Tendo-lhe sido vedado acesso às garantias do Estado para poder obter um empréstimo de 750 milhões de euros no Citigroup, devido ao seu reduzido peso no financiamento às empresas e às famílias, o BPP poderá agora ser salvo da falência por um grupo de seis outros bancos: a Caixa Geral de Depósitos (CGD), o Millennium BCP, o BPI, o Santander Totta, o Banco Espírito Santo (BES) e o Crédito Agrícola.”

“Estes bancos estão a negociar com o Banco de Portugal e com o BPP as condições de um empréstimo, entre os 500 e 600 milhões de euros, de modo a que a instituição possa resolver os problemas de liquidez causados pela crise internacional.”

“No entanto, o Estado vai servir de fiador do BPP neste empréstimo, recebendo como penhor vários activos detidos pelo banco liderado por João Rendeiro, que opera no segmento da gestão de fortunas.”

(…)

“O BPP tem como principais accionistas o próprio João Rendeiro, através da Joma Advisers (com 12,5 por cento do capital), bem como Francisco Pinto Balsemão (com 6,02 por cento), Stefano Saviotti (com 5,83 por cento) e a família Vaz Guedes (com 5,81 por cento).”

O banco conta ainda com investidores como Joaquim Coimbra e a Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento (FLAD), com 2 e 2,19 por cento, respectivamente, que têm em comum o facto de serem também ambos accionistas da Sociedade Lusa de Negócios, a holding que era proprietária do BPN.”

Comentários para quê?… Os negritos já são mais eloquentes e expressivos do que algo que eu pudesse aqui escrever…

Fonte:

http://www.agenciafinanceira.iol.pt/noticia.php?id=1018164&div_id=1729

Categories: CurtasLinhas | Deixe um comentário

Dezassete singelas questões sobre o colapso do BPN…

1. Se Vítor Constâncio não fosse um antigo dirigente do PS estaria ainda em funções no BdP?

2. Se Vítor Constâncio fosse competente, e tivesse agido a tempo, tal teria travado o colapso do BPN?

3. Se o BPN não fosse o Banco dos barões e baronetes do PSD teria havido “salvamento” dos acionistas do Banco com dinheiro dos contribuintes?

4. Se não houvesse uma política tácita de partilha de tachos em conselhos de administração entre ex-políticos do PSD e do PS, teria havido uma política de indemnização a estes acionistas do BCP que elegeram, partilharam chorudos dividendos e aprovaram e fizeram vista grossa à gestão danosa e criminosa da administração do BPN?

5. Porque não foi ainda detido ninguém envolvido nestas operações de branqueamento de capitais do BPN em Cabo Verde?

6. A quanto montará a indemnização do megamilionário Luís Figo pelas suas ações no BPN?

7. Onde está Oliveira e Costa, o maior responsável pela situação atual do Banco?

8. Porque não quis Ferreira Leite falar aos Media sobre a nacionalização do BPN?

9. Se Vítor Constâncio se queixou de não os meios suficientes para fiscalizar a ação da Banca portuguesa (como os casos do BCP e do BPN provaram) então porque não os exigiu e preferiu gastar energia a reclamar do Governo a substituição de toda a frota automóvel do conselho de administração do BdP?

10. Qual a origem das avultadas verbas (300 milhões de euros?) que passavam sem registo contabilístico pelo “balcão virtual” da filial do BPN em Cabo Verde?

11. Que interesses ligados aos do “Bloco Central PS-PSD” defendeu o PS quando recusou fazer ouvir pelo Parlamento os antigos responsáveis do BPN: Oliveira e Costa, Dias Loureiro, e Rui Machete?

12. Porque é que Cadilhe, na sua resposta pública à nacionalização do BPN gastou tanto tempo a defender os interesses dos acionistas e omitiu completamente qualquer referência aos interesses dos mais de 300 mil depositantes?

13. Onde estão (em que Banco) os milhões de euros ganhos na forma de dividendos pelos maiores acionistas do BPN?

14. Que interesses obscuros de que acionistas serviu o governo ao nacionalizar o BPN, mas ao deixar de fora a Real Seguros um dos ativos mais valiosos da holding que detinha o BPN?

15. Quanto dinheiro da nossa (de todos) Segurança Social foi enterrado pelo Governo nos cofres do BPN, mesmo depois de já se saber (desde 2007) das grandes dificuldades deste Banco? O valor de 900 milhões de euros referido por algumas fontes será verdadeiro?

16. Qual a origem da extravagente lista de bens nos cofres do BPN que vão desde uma colecção do pintor espanhol Miró, uma colecção egípcia a moedas do Euro 2004?

17. Quando há oito dias apenas o ministro das finanças garantia na RTP que não conhecia Bancos em dificuldades, mentia ou ignorava a escala dos problemas do PBN?

Categories: CurtasLinhas, Economia, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Percebe-se muito do crónico atraso de Portugal quando vemos uma reportagem…

…sobre uma vidente portuguesa na Suíça ser repetida três vezes na SIC Notícias e não encontrarmos neste canal noticioso nenhuma notícia sobre as muito mais importantes análises do solo marciano feitas pelo Phoenix Mars Lander.

Categories: CurtasLinhas | 4 comentários

Se os rojões que come a seleção já são notícia…

… quando farão manchetes as bostas obradas pelos jogadores?

Categories: CurtasLinhas | 3 comentários

Manuela Ferreira Leite: o “Sebastião de Saias” do PSD

(We Have Kaos in the Garden)

FIlipe Menezes lá acabou por mudar de opinião quanto a ser líder do PSD. Nada de espantar, num homem que mudava tantas vezes de opinião sobre tantas outras coisas…

Manuela Ferreira Leite aparece agora como um “Sebastião de Saias” para salvar o seu partido da extinção. Mas um Sebastião cheio de fraquezas… O seu mandato como ministra das finanças foi desastroso: como resposta a um défice galopante vendeu património e cortou nos post-its… Da sua passagem pelo ministério da Educação também não há mais memória do que algumas manifestações de professores…

Se Ferreira Leite é o melhor líder que se pôde arranjar, então esse partido autofágico que é hoje o PSD (em crise por incapacidade de satisfação das suas redes clientelares e pelo desemprego dos seus boys) arrisca-se a sofrer mais uma derrota humilhante em 2009 e o sistema bipartidário que nos rege a… acinzentar-se ainda mais numa espécie de “socratismo” que não é nem social-democracia, nem socialismo, mas apenas uma espécie de tecnocratismo sistémico sem definição política e gerador de abstenções massivas.

Categories: CurtasLinhas, Política Nacional, Portugal | 18 comentários

Um Kamov participou nas buscas por uma turista holandesa em Albufeira… Onde estavam os meios da FAP?

Ka-25

O que é fazia um helicóptero russo Kamov Ka-25 da “Protecção Civil” participando nas buscas pela turista holandesa desaparecida na praia de Albufeira?

Onde estão os meios da FAP? Os caros EH-101 Merlin, os vetustos Allouete III ou mesmo os “reativáveis” SA 330 Puma?

Esta estranha e inusitada aparição terá algo que ver com ISTO ?

Fontes:

http://www.tsf.pt/online/vida/interior.asp?id_artigo=TSF191029

http://www.tvnet.pt/noticias/detalhes.php?id=26164

Categories: CurtasLinhas, DefenseNewsPt, Defesa Nacional, Portugal | Deixe um comentário

A PSP e a Claque do Benfica: Dualidade de Critérios

(http://www.rr.pt)

Porque é que quando alguns cidadãos se juntam e fazem uma manifestação de apoio à causa tibetana, de professores no Porto ou contra a política do governo Sócrates aparecem logo uns prestáveis agentes da PSP a identificarem todos os cidadãos e…

…porque é que quando um grupo de 40 energúmenos – apoiantes do Benfica – atiram pedras ao autocarro da equipa e verylights para dentro do campo de estágios a PSP não identifica nenhum destes arruaceiros alegando que “não agrediram ninguém“? E as pedras? E a tocha? Não existiram? A PSP não estava lá? Não viu?

Porque é que persiste esta escandalosa dualidade de critérios e esta isenção permanente da Lei para o turvo, corrupto e pérfido “mundo da Bola”?

Fontes:

http://www.tsf.pt/online/desporto/interior.asp?id_artigo=TSF191009

http://sic.aeiou.pt/online/noticias/desporto/20080419+Autocarro+do+Benfica+apedrejado.htm

http://www.tvnet.pt/noticias/detalhes.php?id=23547

http://www.esquerda.net/index.php?option=com_content&task=view&id=4211&Itemid=125

Categories: CurtasLinhas, Futebol e Corrupção, Portugal, Sociedade Portuguesa | Etiquetas: , | 9 comentários

CurtasLinhas (4): Da redução da carga fiscal sobre as grandes empresas em todo o mundo

Não passou muito tempo desde que o Finantial Times anunciava que em 2006 só 1/3 dos maiores negócios no Reino Unido tinha pago impostos tendo recorrido a “engenharias fiscais” legais mas de moralidade duvidosa, como aplicações em fundos de investimentos, de pensões, etc. E deste terço, mais de 2/3 consistiam em empresas do ramo da Banca, Seguros ou da área petrolífera, ou seja, precisamente aquele tipo de grande empresas que mais lucros e mais crescentes têm acumulado nos últimos anos em todo o mundo… Esta falta de cobranças implica que o Estado para se manter tem que aumentar a cobrança sobre aqueles que não têm ao seu dispôr o mesmo tipo de meios ou de aconselhamento e a redução da solidariedade social que estas organizações deveriam manter para com a Sociedade onde afinal estão inseridas e de onde vivem. Não é só uma questão de forjar novas leis – mais blindadas contra estas manobras – é sobretudo uma questão de introduzir moralidade e decência onde esta não existe e de reduzir a escala destas organizações de forma a torná-las mais humanas, próximas e… responsáveis.

Categories: CurtasLinhas, Economia | Deixe um comentário

CurtasLinhas (7): Das ameaças… chinesas à Globalização e ao seu próprio desenvolvimento

O aumento das exportações chinesas, o implícito crecendo do balanço negativo da maioria das balanças comerciais do resto do mundo, e sobretudo, daquela daquele que ainda é responsável por 1/3 de toda a Economia mundial, os EUA está paradoxalmente a colocar em risco o próprio sistema globalizante de que se alimenta… É inevitável que a economia chinesa conheça nos próximos meses uma certa desacelaração… Isso é do maior interesse para o sistema financeiro global, já muito preocupado com o número cada vez maior das exportações chinesas e com a subvaloração da moeda chinesa (dois fenómenos ligados entre si, aliás). Assim, não é imensamente paradoxal de que o grau do sucesso económico chinês esteja a colocar em causa a estabilidade do sistema económico que o engendrou e, indirectamente, a sua própria continuidade?

Categories: China, CurtasLinhas, Economia | 1 Comentário

CurtasLinhas (8): Da inflação na Zona Euro e da perda de compra dos portugueses nos últimos 11 anos

Avolumam-se os indícios de que apesar da Inflação ser desde o começo da aparição do Banco Central Europeu a prioridade número um, se não mesmo a única está aí para voltar… A Alemanha, a famosa locomotiva europeia tem níveis recorde de inflação, no pico desde 1996… Tudo se conjuga para que – de novo – e assim como aconteceu nos últimos 11 anos, as previsões governamentais para a inflação se venham a revelar – de novo – frustradas… E assim, o poder de compra médio dos portugueses vai tornar a descer mais uma vez… Estimam alguns que nestes 11 anos em que os Governos se têm “enganado” (curioso engano este que aponta sempre para o mesmo lado) os portugueses terão perdido qualquer coisa como 10% do seu poder compra real… Compensando apenas pelo crescente endividamento das famílias, que, finalmente deu em 2006 sinais de abrandamento… Não porque a Banca e as empresas financeiras do ramo tivessem dado sinais de contenção, mas porque… os níveis de endividamento chegaram simplesmente ao seu máximo…

Categories: CurtasLinhas, Economia, Portugal | Deixe um comentário

CurtasLinhas (6): Da Extinção do Cristianismo no Iraque

O programa “60 Minutes” de 2 de Dezembro, da CBS expõe uma das facetas mais absurdas daquilo que se passa hoje no Iraque… De uma comunidade que na era de Saddam tinha mais de 1 milhão de crentes, os cristãos são hoje uma escassas centenas… Ferozmente perseguidos e assassinados pelos radicais islâmicos de todas as correntes, todas as igrejas cristãs estão hoje encerradas… E de uma das minorias mais influentes sob Saddam (Tarek Aziz era cristão) tornaram-se hoje… exilados, os que conseguiram escapar. É irónico que um ultracristão como Bush tenha contribuído para a destruição de uma das comunidades cristãs mais antigas do mundo, graças à sua inepta gestão do pós-guerra e à cegueira que lhe foi imposta pelos interesses daqueles que o aconselharam e que conseguiriam a proeza de… acabar com os últimos cristãos que no mundo ainda usavam a língua de Cristo… o Aramaico.

Categories: CurtasLinhas, Política Internacional | 2 comentários

CurtasLinhas (5): Do recentramento da vida política

A política (arte de governar a cidade) tornou-se em tecnicismo. Por isso todos os políticos, de todos os grandes (supostos) partidos se equivalem. Não são mais verdadeiros regentes da Polis, mas executantes dos ditames do Pensamento Único que lhes é injectado nas cátedras de Economia ou pelo eurocratas de Bruxelas. Para que renasça a vera Política, há que recentrar o Homem na sua realidade local, concreta e Humana. Há que recentrar o mundo da Política na Polis, entendida aqui como um regresso à Cidade (comunidade local) tão cara no medievalismo português e tão determinante na afirmação de um Portugal que com Dom Dinis atingiu o seu apogeu.

Resposta a Paulo Borges em Nova Águia

Categories: CurtasLinhas, Movimento Internacional Lusófono | Deixe um comentário

CurtasLinhas (2): Ainda sobre a iminente declaração unitateral de independência dos kosovares albaneses

A iminente declaração unilateral de independência por parte dos kosovares albaneses do Kosovo é uma das ameaças mais graves à estabilidade da Europa e do mundo nos próximos tempos. Se esta ocorrer, a Sérvia sentir-se-á compelida a agir militarmente e a ocupar a região do Kosovo onde predomina a minoria sérvia (5%, 8% ou 10% consoante as fontes), já que os kosovares albaneses têm executado contra essa minoria precisamente o mesmo tipo de acções que os sérvios de Milosevic cumpriram contra os kosovares albaneses, “limpando étnicamente” as regiões mais ricas e urbanizadas do Kosovo de sérvios e de outras minorias como os gorani e os arrumanis. Esta independência arrisca-se também a dar argumentos aqueles que na região sérvia Srpska da Bósnia-Hezgovina se batem pela independência… Já para não falar da Transdniéstria e da Chechénia…

Categories: CurtasLinhas, DefenseNewsPt, Política Internacional | Deixe um comentário

CurtasLinhas (3): Da presença sistemática de Portugal nos últimos lugares de todas as tabelas comparativas entre países

Portugal não pára de cair em todos os índices comparativos com outros países europeus. Praticamente todos os dias encontramos na imprensa uma notícia nova onde se dá conta do afastamento da riqueza média portuguesa da média europa, da queda de lugar dos indíces de desenvolvimento humano, da incidência de HIV entre a população, etc, etc. Somente no que concerne à recuperação do deficit do Orçamento parece haver algum optimismo, e mesmo este decorrente de uma sucessão de sacrifícios, entre os quais alguns que serão responsáveis por várias das descidas acima listadas… E esta situação não é recente, nem pode ser imputada a um único Governo, já que todos os partidos já tiveram responsabilidades governativas de algum tipo e que – antes do 25 de Abril – o mesmo tipo de atraso endémico caracterizava o país. Existe então algum problema profundo que levará sempre este país para os últimos lugares destas comparações? Existe. Portugal não é um “País” na acepção norte-europeia ou “estado-nação” do termo. Portugal é sobretudo uma ideia, uma atitude de “presença no Mundo” e para que esta consiga respirar e desenvolver-se tem que esta balisada e objectivada para missões de grandes propósitos – aparentemente inalcansáveis – e para objectivos de grande fôlego e de longíssimo prazo. Portugal é um país missionário, todo ele, e com ele todos os portugueses de Portugal e de além-mar, como os brasileiros, verdadeiros continuadores da alma portuguesa (existem hoje mais descendentes de portugueses no Brasil, do que portugueses em Portugal). Portugal precisa assim de encontrar uma nova “Missão” universalista e global, como aquelas que o norteram durante os Descobrimentos, a Expansão no Oriente ou o reconhecimento do Brasil. E não serve para tal os objectivos tacanhos e contabilísticos da Europa. Portugal precisa de reencontrar o seu Centro “Onfalos” perdido… no meio do Atlântico, algures entre Portugal, o Brasil e os demais pólos da lusofonia… Portugal precisa de se reconciliar com o sonho esquecido do “Quinto Império” e tornar a ser, novamente… Portugal.

Categories: Brasil, CurtasLinhas, Economia, Portugal | 3 comentários

CurtasLinhas (2): O caso do cirurgião seropositivo

Por AQUI escrevi na primeira CurtaLinha sobre o caso do cozinheiro despedido por ser seropositivo. Agora, gostaria de escrever sobre as decisões tomadas pela Ordem dos Médicos defendendo que um cirurgião seropositivo poderia continuar a operar já que “Há um “consenso alargado” de que o risco de um cirurgião infectar um doente durante uma operação é muito baixo – “é semelhante ao de um satélite de telecomunicações cair no meio da rua ou de haver um tremor de terra em Lisboa”. Mas… vejamos, se a ciência médica demonstra que o vírus consegue viver fora do corpo humano durante dois minutos, e se numa cirurgia não é raro os médicos cortarem-se com os seus próprios bisturis, se o sangue dessa ferida cair directamente sobre a incisão da cirurgia, o risco de infecção não é enorme? Não se trata aqui da conjugação de factos improvável e não conhecida ainda do cozinheiro, mas de uma possibilidade bem mais concreta e segundo admite a própria Ordem dos Médicos já provada: “Em todo o mundo “só há um ou dois casos documentados de cirurgiões que podem eventualmente ter infectado doentes”. Dito isto, há neste caso um peso diferente que pode (sublinho: “pode”) dar à questão uma leitura diferente do outro caso… Uma coisa é certa: a Ordem dos Médicos é muito mais influente do que o “Sindicato dos Cozinheiros”, porque o médico que deu origem a este debate continua hoje a operar algures, num hospital público perto de si, ao contrário do cozinheiro que continua sem emprego…

Categories: CurtasLinhas, Saúde, Sociedade Portuguesa | 1 Comentário

CurtasLinhas (1): O Julgamento do cozinheiro seropositivo

Como saberão, um despedimento de um cozinheiro que trabalhava num hotel foi confirmado quer na 1ª instância, quer na Relação, baseando os juízes a sua decisão no facto de trabalhando com facas, este poderia cortar-se e logo contaminar algum dos clientes do dito hotel. Ora bem, o contágio ocorreria supostamente se o homem se cortasse, se o não visse ou omitisse, se o fizesse sobre uma salada (já que o calor destrói o vírus) e se esta… fosse servida em dois minutos (tempo que o vírus sobrevive fora do corpo humano) e se, – sobretudo – o cliente tivesse uma ferida na boca. É altamente improvável, tanto que não se conhecem casos de contágio idênticos, será então Justo estabelecer e reconfirmar tal sentença? E se o é (pela remota hipótese do risco), porque não determina já agora a morte do cozinheiro já que – ao fim ao cabo – enquanto estiver vivo pode contaminar alguém? Aliás, porque não determina final o Tribunal o abate de todos nós, já que de facto todos temos uma hipótese de vir a ser contaminados um dia e de assim passarmos a ser assim também outros improváveis focos de contágio?

P.S.: Esta “CurtaLinha” vai inaugurar uma série de pequenos Posts que irão surgindo por aqui irregularmente e que tentarão ser sucintos, sem ser lacónicos, e que se debruçarão sobre temas da actualidade. Não deverão ter mais que um parágrafo, imagens e não terão links externos.

Categories: CurtasLinhas, Saúde, Sociedade Portuguesa | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES ALTRUISM

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

A Educação do meu Umbigo

Gaveta aberta de textos e memórias a pretexto da Educação que vamos tendo. Este blogue discorda ortograficamente. Contacto: guinote@gmail.com