Blogs

Entrevistaram o oGrunho…

Não sei se sabem o que é um Podcast, mas cá o vosso autor foi entrevistado pelo “Sixhat Agridoce“, um dos melhores podcasts nacionais dedicados a temas científicos, tecnológicos e da Internet e que é gerido pelo David Rodrigues.

Para ouvirem a dita basta clicarem na caixa lateral que coloquei à uns dias no oGrunho, e se tiverem muita paciência e uma capacidade sobrehumana para traduzir a minha abominável dicção, saberão aquilo que penso sobre o Espaço e a exploração espacial…

Parabéns ao David que assume sózinho a responsabilidade de levar a bom porto o seu Sixhat com o sucesso que poderão constatar…

Categories: Blogging, Blogs | Deixe um comentário

O julgamento do Do Portugal Profundo e o estado miserabundo da Justiça em Portugal

O julgamento do “Do Portugal Profundo” prossegue… E com ele se observam as diversas ineficiências, injustiças e quintinhas que pululam no sistema judicial português.

Num dos seus Posts: “Esse despacho não me foi comunicado (fundamento do crime de desobediência), nem publicado pelo tribunal, e foi-me negado o seu acesso pelo tribunal, por estar, ele próprio, em segredo de justiça.” chocou-me profundamente e indica claramente o estado miserável em que se encontra a Justiça… Não tanto por responsabilidade do “Estado” ou dos governos, mas mais por causa dessa chusma de juízes, gordos e anafados que se passeiam do alto das poltronas de pele de antílope e lançam trovões sobre os incautos que têm o azar de não pertencer à sua classe privilegiada e impune…

Espero que António Balbino (o bloguista do “Do Portugal Profundo”) mova um processo por percas e danos morais contra o Estado já que (incompreensívelmente) não é possível processar um juíz que pela sua incompetência ou má vontada prejudica intencionalmente um arguido.

Categories: A Escrita Cónia, Blogging, Blogs, Sociedade Portuguesa | 42 comentários

A FlameWar do Blasfémias

Depois de um meu comentário colocado no Blasfémias foi alegremente insultado por alguns ultraliberais, buxófilos e fundamentalistas-cristãos (para mim, as três palavras valem como insultos) porque escrevi:

Embora na Rússia soviética houvesse pobreza não havia a miséria absoluta que assola mais 17 milhões de americanos e os tais 150 milhões de pobres chineses. O sistema estava longe de ser perfeito, mas produzia um maior nivelamento social e económico do que o presente “pensamento único”.

Pergunte-se aos pobres russos se hoje estão melhor que em 1960…

“O sistema estava longe de ser perfeito”. E não era! Havia miséria, mas a fome que hoje assola milhões de russos não existia e a habitação, a Saúde, a Educação e os transportes públicos eram assegurados e todos tinham emprego e a velhice tranquilos (no primeiro caso, até demais).

O sistema soviético não funcionava. Ponto. Somente as enormes exportações de produtos petrolíferos e a repressão severa e frequentemente assassina permitiram manter o regime à tona de água! Mas o sistema nivelava – ainda que por baixo – as desigualdades sociais, económicas e sexuais! Havia mais igualdade do que em qualquer outro regime, mas a custo da liberdade de expressão e da eficiência económica, e estes são preços muito altos a pagar..

Tão altos que o regime soviético perdeu a Guerra Fria.

Agora não reconhecer que a pobreza na Rússia Soviética é aderir ao mais bacoco e cego fundamentalismo buxófilo. O sistema não prestava, mas não produzia mais pobreza que o chamado “Capitalismo Ocidental”.

Categories: Blogging, Blogs, Economia, Política Internacional, Sociedade, Websites | 3 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy