Assine e Partilhe: RENEGOCIAR, JÁ, a PPP da Ponte 25 de Abril !

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PPP25abril

Tendo em conta que a Ponte 25 de Abril foi construída em 1966, que já foi paga (várias vezes) pelos contribuintes e que coexistem aqui duas PPPs (parcerias público-privadas) profundamente ruinosas para o Estado e para o Erário Público (o bolso de todos nós) os subscritores desta petição à Assembleia da República questionam os deputados se:

1. O contrato com a Fertagus foi prorrogado até 2019. Nessa data, vai ser aberto um novo concurso ou aberta a exploração à CP ou o contrato será, de novo, simplesmente prorrogado?
2. A Lusoponte cobra por ano cerca de 3,5 milhões de anos em portagens em 19 anos o que leva a um total de 81 milhões… Mas o Estado indica que abate apenas 37 milhões. Onde estão os 37 milhões de diferença?
3. Tendo em conta tudo o que escreveram a disseram alguns dos partidos que apoiam agora o XXI Governo e depois de sete alterações do contrato PPP com a Lusoponte (que custaram aos contribuintes 160 milhões de euros em reequilíbrios financeiros, mais compensações directas de quase 250 milhões de euros) está prevista alguma renegociação urgente com a Lusoponte que – finalmente – seja vantajosa para a República?
Os subscritores desta petição propõe que o Parlamento recomende ao XXI Governo:

1. Que crie equipas permanentes, especializadas e profissionais a partir de quadros qualificados da Função Pública que sejam capazes de fazer frente à experiência dos consultores privados e dos escritórios de juristas que aconselham a parte contrária nas negociações das PPPs
2. Que se legisle – no campo da acumulação de funções – por forma a que deputados não possam acumular essas funções com a presença em escritórios ou empresas de consultadoria envolvidas nas negociações das PPPs
3. Que se legisle por forma a aumentar o período de nojo entre o exercício de funções públicas e a transferência dessas pessoas para cargos de gestão em empresas com contratos de PPPs com o Estado.
4. Por fim, e mais importante, que se equacione o resgate desta concessão, absolutamente ruinosa para o Estado em “reequilíbrios financeiros” aplicando a cláusula contratual existente neste contrato.

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PPP25abril

 

Anúncios
Categories: Política Nacional, Portugal, Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

%d bloggers like this: