Citações de A economia dos pobres, Abhijit V. Banerjee e Esther Dufllo

“Uma criança que cresceu livre da malária ganha mais 50% por ano, durante toda a sua vida adulta, em comparação com uma criança que tenha contraído a doença. (…) Este resultado sugere que o retorno financeiro do investimento na prevenção da malária pode ser fantasticamente elevado”
A economia dos pobres, Abhijit V. Banerjee e Esther Dufllo
#SabiaQue 42% da população mundial vive sem uma retrete em casa?
A economia dos pobres, Abhijit V. Banerjee e Esther Dufllo
#SabiaQue a agua canalizada, a melhoria no saneamento e a cloração das fontes de água foram responsáveis por 3/4 da redução da mortalidade infantil entre 1900 e 1946?
A economia dos pobres, Abhijit V. Banerjee e Esther Dufllo
#Sabia que, na Índia, uma interacção média entre médico e paciente demora três minutos e que, em média, o médico faz apenas três perguntas?
(e em Portugal?…)
A economia dos pobres, Abhijit V. Banerjee e Esther Dufllo
“Entre 2002 e 2003, o Inquérito ao Absentismo Mundial, conduzido pelo Banco Mundial, enviou inspetores inesperados a uma amostra nacionalmente representativa de escolas em seis países. A sua conclusão básica foi a de que os professores no Bangladesh, no Equador, na Índia, na Indonésia, no Peru e no Uganda faltavam às aulas um em cada cinco dias”
A economia dos pobres, Abhijit V. Banerjee e Esther Dufllo
Categories: Economia | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: