Citações de Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990

“A comunicação (entre eleito e eleitor) será cada vez menos uma relação unilateral de receptor-emissor, antes evoluirá fortemente para uma conexão biunívoca, que está a introduzir o que podemos chamar uma Democracia 2.0, baseada na Internet – a plataforma Web dos sites interactivos e das redes sociais.”
Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990
“O novo inter-relacionamento (entre eleitos e eleitores) (…) passou de uma aferição tradicional, focada ou decidida sobretudo num momento, de eleição ou de reeleição, para uma relação mais permanente e, digamos, mais íntima entre os constituintes e os seus procuradores políticos – enveredando por uma Democracia Íntima.
Esta aproximação entre as duas partes da relação de representação pode atingir mesmo veios de um grande abeiramento a uma Democracia directa.
Por vezes como que uma Democracia directa exercida com representantes (mixdemocracy)”
Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990
“O novo inter-relacionamento (entre eleitos e eleitores) (…) passou de uma aferição tradicional, focada ou decidida sobretudo num momento, de eleição ou de reeleição, para uma relação mais permanente e, digamos, mais íntima entre os constituintes e os seus procuradores políticos – enveredando por uma Democracia Íntima.
Esta aproximação entre as duas partes da relação de representação pode atingir mesmo veios de um grande abeiramento a uma Democracia directa.
Por vezes como que uma Democracia directa exercida com representantes (mixdemocracy)”
Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990
“Em Vallentuna, na Suécia, os representantes do Demoex (Demokratieexperiment, em sueco), no exercício do seu mandato (autárquico, no caso) votam, no órgão politico para que foram eleitos, não segundo a indicação do Partido ou a sua opinião pessoal, mas de acordo com a orientação dos seus constituintes, apurada caso a caso, numa votação on line no respetivo website.”
Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990
“Segundo as conclusões de Mark J. Penn, “o acto de votar é baseado na Historia – os eleitores mais prováveis são os que votaram na ultima vez.”
Estes ‘eleitores históricos’ estão cada vez mais apetrechados com informação, seja através dos ‘mass media’ tradicionais, seja pelas novas TIC.
Isto leva-os a decidir com base num conhecimento cada vez mais esmiucado sobre os candidatos e/ou programas concretos, o que secundariza a pura ideologia enquanto motivo de escolha.
(…)
Cada eleitor histórico, que flutua, só pode ser compensado com dois e superado com três novos eleitores que entrem a favor da opção alternativa.
(…)
Assim se vê como um abalo que crie uma descontinuidade na congruência entre constituintes e representantes pode ser mais decisivo do que a conquista de novos aderentes, e como o eleitorado histórico e a sua flutuação são tão importantes no fenómeno da escolha politica”
Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990
“Quanto mais tempo dura o mandato menos imperativo tende a ser, porque não é viável uma definição rigorosa do mesmo que abarque largos períodos de tempo – há uma dificuldade de previsão e, portanto, de definição, desde logo.
(…) Um mandato com menos tempo de duração é (ou, pode ser) facilmente impregnado de um pendor mais imperativo”
Luis Pita Ameixa, Qualidades da Representação, 1990
Anúncios
Categories: Democracia Participativa, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: