é importante, ou melhor, vital, considerar a crise demográfica como aquilo que ela, de facto, é: uma emergência nacional.

é importante, ou melhor, vital, considerar a crise demográfica como aquilo que ela, de facto, é: uma emergência nacional.
Uma emergência que se materializa no assustador índice sintético de fecundidade de 2013 e nos seus 1.21, quando deveria estar nos 2.1 (que permitiria a renovação das gerações).
Os números são tão maus que significam – cruamente – que daqui a 50 anos vamos perder METADE da população.
Com uma perda desta não há economia nem segurança social. Com uma perda desta escala praticamente não haverá Portugal (porque será impossível haver coesão social num país povoado por uma maioria de idosos acamados e imobilizados nas suas casas).
O ponto central da natalidade está na capacidade de conciliar maternidade com carreira e com a capacidade de encontrar um emprego que garanta os níveis de subsistência e estabilidade económica mínimos.
Isto quer dizer que estas duas crises estão umbilicalmente ligadas e que a solução para este iminente colapso demográfica reside naquilo que, hoje, conseguirmos fazer no mercado laboral.

Anúncios
Categories: Demografia | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

%d bloggers like this: