Henrique Neto

João Cravinho sobre Henrique Neto: “É um homem de carácter, sério, honrado e directo. Uma pessoa da inovação, com experiência de vida e que não faz isto por vaidade. Tem consciência cívica e acha que pode dar um contributo”.
Não concordo com quem acusa Henrique Neto de “divisionismo à Esquerda”:
Em primeiro lugar, ninguém tem a competência de definir que é o “candidato da Esquerda”. Essa competência cabe apenas aos Eleitores de Esquerda.
Em segundo lugar, se alguém vem dividir a Esquerda serão os que surgiram depois. E a candidatura de Henrique Neto foi a primeira a apresentar-se aos cidadãos.
Concordo com Eurico Brilhante Dias quando diz que “a existência de várias candidaturas de esquerda pode ser positiva”: Tal variedade reduz o espaço da abstenção e enriquece o debate político. Por isso, discordo que quem alega que “Henrique Neto vem apenas dividir a Esquerda”.
[Henrique Neto tem “uma noção de justiça muito apurada, talvez pela sua origem e por ter estado à frente de uma empresa com muitos empregados. Não é um homem do dia a dia, do imediato,  mas uma pessoa da «estratégia», que pensa sobre Portugal há muito anos”
(Francisco van Zeller sobre Henrique Neto)
“Henrique José de Sousa Neto, de 79 anos, é um self-made man. Nasceu em Lisboa, mas a Marinha Grande é que é a sua casa. Apesar de lhe chamarem amiúde engenheiro ou doutor, nunca se licenciou. Nem sequer fez o liceu. «Isso era para meninos ricos», dizia. Começou a trabalhar aos 14 anos, numa caixotaria da Marinha Grande. Estudava à noite. E ainda tinha tempo para a política – no MUD e no PCP. Foi aprendiz de serralheiro, desenhador e diretor até se tornar num empresário de sucesso. Tem o curso industrial e comercial (cinco anos cada um) mas também um de alta gestão, pela AESE e outro sobre inovação, tirado no Japão. A Iberomoldes, como refere Van Zeller, era uma empresa «muito avançada, na liderança daquele ramo, em termos mundiais. E o mérito foi dele!”
Revista Visão, sobre Henrique Neto (18.6.2015)
“[Henrique Neto] defende que o Presidente tem poderes mais que suficientes para fazer algumas mudanças. Antes de mais, «nos valores e comportamentos», fazendo «a pedagogia do exemplo». Mas também no sistema político, onde considera necessário alterar as leis eleitorais para que os portugueses se sintam mais representados pelos seus deputados (por isso, defende o voto nominal e a possibilidade de grupos de cidadãos se poderem candidatar às legislativas). Por fim, defende uma mudança estratégica, da economia. Há 20 anos, como agora, quer um Portugal Euro-Atlântico, uma grande plataforma portuária que ponha Portugal no centro do mundo ocidental”
Revista Visão, sobre Henrique Neto (18.6.2015)
“[Henrique Neto] candidata-se, diz, contra um PM «que fez um elogio público a Dias Loureiro» e um «Presidente que condecorou o ministro das Finanças que durante seis anos levou o País para a ruína», contra os casos BES/GES, BPN, BPP, as PPP e as swap.”Revista Visão, sobre Henrique Neto (18.6.2015)
 

Anúncios
Categories: Política Nacional | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: