Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste

“Nos últimos anos temos vindo a testemunhar o desmantelamento do sistema produtivo de informação broadcast e dos media monopólios, assentes em representações simplistas e estereotipadas da realidade”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“Ao (ter) promovido eleições primárias para a escolha do candidato a primeiro-ministro, abertas aos simpatizantes, o PS rompe com a tradição partidocrática vigente em Portugal desde a monarquia constitucional e cria um precedente histórico num domínio até aqui considerado como “uma reserva de soberania” dos membros dos partidos e dos seus órgãos de representação”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“As primárias inauguram um novo “contrato politico” entre o PS e os cidadãos, dando inicio a um processo irreversível de transferência de poder das estruturas do partido para a sociedade civil. O que na pratica se traduz no principio do fim do modelo de “partido de militantes” tal como se conhece hoje e a transição para o modelo de “partido de eleitores”, através da deslocalização do centro de decisão de um núcleo restrito e circunscrito de membros do partido para a massa eleitoral que constitui a sua base social de apoio. De ora em diante, os cidadãos terão a legitima expectativa de que as decisões do PS reflitam as dialécticas que se expressam no espaço publico, onde o peso crescente da Internet, das redes sociais e dos novos media, dá aos cidadãos a oportunidade de se transformarem em agentes pró-activos do processo politico”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“A utopia da democracia directa, onde eleitos e eleitores, governo e governados, estão em permanente contacto e estabelecem um diálogo direto, através de canais de comunicação velozes, ubíquos e sem mediação, está mais perto do que nunca de se tornar realidade. Finalmente, podemos estar a assistir ao despertar de uma novíssima Democracia, capaz de estabelecer um novo contrato de confiança entre os cidadãos e a politica”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“(As Eleições Primárias no PS vieram) demonstrar que a democracia representativa sai enriquecida e fortalecida desta experiência, que a politica se qualifica e se credibiliza aos olhos dos cidadãos com o aprofundamento dos mecanismos de participação e que os portugueses estão disponíveis para responder com entusiasmo aos processos de abertura dos partidos à cidadania”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“As Primárias do PS vieram demonstrar que o conjunto de cidadãos que se identifica com o PS e que está disponível para o assumir é em número muito superior ao dos seus putativos militantes e que provavelmente há um enorme “ficheiro morto” e um número muito significativo de “militantes-fantasma”, que inflacionam e desvirtuam o número efetivo de membros do partido.”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
(As Eleições Primárias do PS deixam) claro que há um conjunto muito alargado de cidadãos que quer participar na vida do PS, mas que não se identifica com a velha lógica militante, que aos olhos da maioria dos portugueses é percepcionada pela opinião pública como um mundo pouco recomendável, que simboliza o que de mais nefasto existe na acção politica, minando a confiança dos cidadãos na democracia.”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“As Primárias constituíram um sinal de que é possível reverter a má imagem que os cidadãos têm dos partidos e da atividade politica e demonstrarem que o PS ganha atratividade e gera adesão e entusiasmo quando se liberta da lógica “claustrofóbica” que impera no seu funcionamento interno e franqueia as portas aos seus simpatizantes/eleitores, que constituem a sua efetiva base social de apoio.”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
“A experiência das primárias deve encorajar o PS a evoluir de um modelo de partido assente exclusivamente nos seus militantes para um modelo de partido que tenha como principal massa critica os seus simpatizantes/eleitores, uma mudança de paradigma que permita atrair os cidadãos para o centro da atividade partidária.”
Daniel Adrião, Portugal a Meia-haste
Advertisements
Categories: Política Nacional | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES ALTRUISM

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: