Daily Archives: 2015/11/03

A Quarta Revolução, a Corrida Global para reinventar o Estado

“Há grandes vantagens em que um governo seja agnóstico em matéria de quem fornece qualquer serviço público. Não tem de ser o Estado. Isto pode parecer de senso comum; mas dentro do Estado “a separação comprador-fornecedor” é revolucionária porque injeta um factor de concorrência nos seus órgãos vitais”
(…)
“A separação comprador-fornecedor nem sempre funciona tão fluidamente como seria de esperar. São precisos novos gestores para escolher os fornecedores e uma camada de reguladores para verificar que o fazem corretamente. A nova British Rail, os caminhos de ferro britanicos, está partida em cem bocados diferentes de tal modo que é dificil saber a quem atribuir a culpa quando alguma coisa corre mal (o que acontece muitas vezes). Uma das razoes por que os cuidados de saude americanos sao a trapalhada que sao está na grande parte deles que é concessionada. (…) Como se impede uma escola de excluir os alunos dificeis para melhorar os seus resultados? Um sistema de avaliação errado pode ser fatal. No Hospital Stafford da Grã-Bretanha morreram entre 400 e 1200 pessoas mais do que teria previsto a ciencia atuarial porque os administradores estavam tão obcecados em atingir os seus objetivos que negligenciavam sistematicamente os pacientes”
(…)
“Os contratos têm de ser apropriadamente redigidos e os contratados atentamente supervisionados. Os sistemas de avaliação têm de ser desenhados com sensibilidade. Os cidadãos precisam de receber toda a informação que for possível sobre a forma como estão a portar-se os concessionários, como acontece na Suécia.”

A Quarta Revolução, a Corrida Global para reinventar o Estado
John Micklethwait e Adrian Woolddridge

Categories: Economia | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade