Daily Archives: 2015/10/02

“Dos três partidos com maior expressão eleitoral (PS, PSD e PCP), os socialistas foram os que despertaram primeiro para as novas realidades que devem enquadrar a militância partidária e a intervenção dos partidos na sociedade civil”

“Dos três partidos com maior expressão eleitoral (PS, PSD e PCP), os socialistas foram os que despertaram primeiro para as novas realidades que devem enquadrar a militância partidária e a intervenção dos partidos na sociedade civil.
O PS foi, até agora, o único partido que incluiu nos seus estatutos a possibilidade de os órgãos deliberativos poderem convidar cidadãos independentes a participar nas estruturas e nas reuniões do partido.
Os socialistas foram também os únicos a facultar estatutariamente aos seus militantes a possibilidade de criarem clubes de politica, envolvendo militantes e pessoas não ligadas ao partido, bem como de cibersecções que funcionam através da internet.
Nem o PSD nem o PCP mostram dar grande valor à participação dos simpatizantes ou independentes nas estruturas do partido, os militantes são elevados à categoria de sujeito principal.”
Alcidio Torres e Maria Amélia Antunes, O Regresso dos Partidos

Razões pelas quais (e onde faltam as Primárias) escolhi o Partido Socialista como o “partido tradicional” onde devia focar o meu esforço e o identifiquei como aquele onde – apesar dos numerosos e poderosos recifes – a missão de realizar uma revolução participativa interna tem mais hipóteses de vingar, contaminando depois – pela via do meritoso exemplo – todo o sistema politico-partidário luso – e, a partir, daqui o próprio regime democrático.

Categories: Democracia Participativa | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade