“Uma forma de tornar os nossos lideres políticos em agentes impotentes é através dos acordos internacionais e/ou através da pertença do país a instituições internacionais”

“Uma forma de tornar os nossos lideres políticos em agentes impotentes é através dos acordos internacionais e/ou através da pertença do país a instituições internacionais. Segundo este argumento, pertencer a corpos como a União Europeia ou a Organização Mundial de Comércio coloca limites severos ao que os líderes políticos podem realmente conseguir. E um número crescente de decisões são hoje tomadas a nível internacional.”
Reinventar a Democracia
Manuel Arriaga

Isto significa que qualquer tratado internacional que implique a perda ou transferência de Soberania tem que ser referendado pelos cidadãos. Não o fazer e entregar a responsabilidade dessa transferência apenas aos nossos representantes eleitos é negar aos cidadãos a mais básica liberdade: a de saberem e poderem controlar as decisões que diretamente os impactam.
Se todas as novas transferências de soberania devem ser sufragadas, também aquelas que foram feitas nas ultimas décadas devem receber o aval democrático (novamente por via referendária) e todas as transferências de soberania para o privado (Offshores, Multinacionais, acordos de comercio multi ou bilaterais) devem ser devolvidos a onde nunca deveriam ter saído: à esfera da cidadania e da politica.

Advertisements
Categories: Democracia Participativa | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES ALTRUISM

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: