Daily Archives: 2015/03/31

Citações de Álvaro Beleza (entrevista RTPi de março de 2015)

“De facto, o país está a crescer. Vai crescer, felizmente, mas vai crescer – e o Presidente da República falou nisso – devido a medidas do Banco Central Europeu, que fez aquilo que o Partido Socialista vinha defendendo há dois, três anos, assumindo que isto não se resolvia com austeridade, ou indo para além da austeridade, mas sim com uma política de crescimento económico.”
“Nós estamos a crescer por causa da conjuntura europeia, do Senhor Draghi e, indiretamente, por causa dos norte-americanos, que fizeram bem na atitude que tomaram em relação à saída da crise, que não foi a austeridade, mas a criação de condições para sustentar o crescimento económico e, com crescimento económico, obviamente que se pagam as dívidas e que se resolvem os problemas.”
“O problema central é a economia. As Finanças têm que estar ao serviço da economia, não o contrário.”
“O governo escusa de vir surfar nisto (o anémico crescimento económico) porque tem muito pouco mérito próprio. Quase nenhum. Pelo contrário, a conversa das reformas que já se ouve aí outra vez, é sempre a mesma: são despedimentos, cortes no Estado.”
“Gostava de saber quais foram as “reformas” que se fizeram – a sério – no Estado em Portugal nos últimos quatro anos. Zero.”
“Não há, verdadeiramente, modernização do Estado. Não houve reforma nenhuma para melhorar os serviços do Estado. O que houve, foi o aniquilamento de muitos serviços públicos. Deixar de haver serviços em muitos sítios, no interior, nomeadamente. E houve, de facto, um enfraquecimento dos serviços: Saúde, Segurança Social, etc. Reformas? Não vejo nenhuma.”
“Depois de tantos anos em Recessão, é evidente que tínhamos que crescer. Mas a questão não é um número. A questão é que estamos a crescer por medidas de outros e não por medidas e mérito do Governo. Por exemplo: Crescimento económico no ano passado. Deve-se a quê? Ao Tribunal Constitucional ter obrigado a repor alguns dos cortes. Isto gerou Procura Interna, não o crescimento das Exportações.”
“Porque é que as Exportações cresceram nos últimos ano? Fundamentalmente porque foram investimentos na refinaria de Sines”
“Portugal tem fundos europeus desde que aderiu à União Europeia. O dinheiro nem sempre foi bem utilizado e eu tenho muito medo desse foco no dinheiro”
“Há um grande falhanço nos últimos quatro anos: Não se modernizou o Estado português”
“tem que haver um Estado que seja frugal. Mas que gaste mais naquelas áreas onde deve.”
“Há um problema crónico em Portugal: o Estado está em todo o lado. E logo, não está nos sítios onde deve. E temos o Estado a financiar serviços públicos e serviços privados. Tem que se acabar com isso: separar o que é Público e o que é Privado. E para isso não houve coragem.”
“A Europa não tem tido lideranças e esse é o grande problema.”
“Agora, o Governo é só simpatia. Mas durantes três anos fez-se tudo para que 300 mil emigrassem, para que saíssem daqui.”
“O PS deve ser um partido responsável e não vender ilusões”
Anúncios
Categories: COTS: Corrente de Opinião Transparência Socialista, Democracia Participativa | Deixe um comentário

“corrupção não está no centro da crise. Que não é o mais importante. Que é apenas uma consequência secundária.”

Um destes dias, um catedratizado dizia-me que a “corrupção não está no centro da crise. Que não é o mais importante. Que é apenas uma consequência secundária.”
É claro que este catedratizado estava ENGANADO.
A Corrupção é e está no centro da Crise.
No centro de mais de 10 anos de desvio de 2 a 3% do OGE para Corrupção (Paulo Morais)
No centro de uma erosão da confiança entre Eleitos e Eleitores que derivou nesta Partidocracia que ora nos rege.
No centro de uma queda abrupta dos padrões éticos e morais de quem nos rege.
No centro de uma “elite” intelectual, que paira nas Universidades e nas Cátedras e que, na melhor das hipóteses, foi incapaz de ver o grau de degradação a que estava a chegar a República. E que na pior, foi cúmplice na decadência que agora ameaça a Democracia e abre a porta a toda a forma de Extremismos e Populismos.

Categories: Futebol e Corrupção | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade