Segundo a Lei de Programação Militar (LPM), recentemente aprovada em Conselho de Ministros, Portugal vai comprar dois NPOs (Navios de Patrulha Oceânica), renovar as fragatas Vasco da Gama e Bartolomeu Dias e comprar ainda quatro patrulhas costeiros Stanflex à Dinamarca.

Segundo a Lei de Programação Militar (LPM), recentemente aprovada em Conselho de Ministros, Portugal vai comprar dois NPOs (Navios de Patrulha Oceânica), renovar as fragatas Vasco da Gama e Bartolomeu Dias e comprar ainda quatro patrulhas costeiros Stanflex à Dinamarca.

Sem duvida que pela sua extensa zona marítima (a segunda maior da Europa) o pais deve ter uma armada capaz de garantir a nossa soberania e que essa garantia deve ser feita através de meios navais de superfície, por isso estamos de acordo na renovação das fragatas (aliás, Portugal nunca teve tantas e tão modernos meios navais como hoje).
É igualmente importante adquirir mais dois patrulhas oceânicos (presumo que sejam NPO2000 “Viana do Castelo”) a construir nos estaleiros de Viana. A ser assim, ainda melhor… Não vejo é o critério de comprar patrulhas ligeiros à Dinamarca quando haveriam opções nacionais, entre os pequenos estaleiros nacionais ou mesmo com o de Viana.

Categories: Defesa Nacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: