Daily Archives: 2015/01/08

Citações sobre Transparência

“O principio fundamental da democracia é hostil ao segredo. Se tem que votar, deve poder conhecer seja o problema sobre o qual deve expressar o seu juízo, sejam as pessoas que estão envolvidas.”
Norberto Bobbio, Direitos e Deveres na República
“Os símbolos da democracia são a praça e os conselhos públicos, mesmo que alguns sustentem que o símbolo da democracia moderna é a cabine eleitoral”
Maurizio Viroli, Direitos e Deveres na República
“Hoje o problema não é apenas a tendência do poder para se esconder, mas também o facto de que os cidadãos não estão interessados em ver. Há uma apatia difusa, pouquíssimo interesse em acompanhar os acontecimentos políticos”
Maurizio Viroli, Direitos e Deveres na República
“Todas as ações relativas aos direitos dos outros homens, cuja máxima não é compatível com a publicidade são injustas”
Kant
“Manter em segredo um propósito, ou mesmo um pacto, ou, se fosse possível, qualquer providencia pública, já é por si só uma prova da sua ilicitude”
Kant
“O principio da publicidade, para ser posto em prática pelo politico, e não apenas proclamado pelo filosofo, exige que o poder publico seja controlável, e a forma de governo na qual o controlo se pode realizar é a democracia. Eu acrescentaria a democracia não-corrompida: a democracia na qual os cidadãos têm um mínimo de consciência civil, que lhes dá a motivação e a coragem para controlar as decisões publicas e para critica-las, para denunciar abusos e ilegalidades. Para fazer oposição à tendência do poder de tornar-se invisível e, portanto, arbitrário, não basta a democracia; é necessário uma democracia de cidadão que não sejam chamados de cidadãos apenas no papel, mas que tenham também a mentalidade de cidadãos.”
Maurizio Viroli, Direitos e Deveres na República
Categories: Democracia Participativa | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade