A FAUL, no âmbito dos 70% de escolha de candidatos a deputados, tem por hábito conferir uma quota às concelhias para indicação dos nomes para as listas

Segundo Joaquim Raposo (citado em Miguel Coelho) a FAUL, no âmbito dos 70% de escolha de candidatos a deputados, tem por hábito conferir uma quota às concelhias para indicação dos nomes para as listas. Ou seja, dentro da sua quota total, a FAUL descentraliza nas concelhias que a compõem uma parte dos seus deputados.

Numa lógica descentralizadora e de aproximação dos representantes aos interesses e causas locais, esta opção da FAUL (que não é adotada por todas as federações) é salutar e deve ser replicada. Mas alem de ser adequadamente representativa poderia ser também participativa, fazendo com que esses deputados fossem ordenados através do voto direto dos militantes dessas concelhias ou, melhor ainda, em processos de primárias locais abertas não somente a simpatizantes, mas a quem quer que quisesse participar no processo (excepto militantes de outros partidos). Através deste processo de voto preferencial em listas fechadas, a representatividade dos candidatos a deputados sairia reforçada e com ela a qualidade das listas e a capacidade do partido para obter bons resultados eleitorais.

Anúncios
Categories: Uncategorized | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: