Desenvolver as Secções Temáticas no PS

Existe uma importante via de expressão e participação política nunca devidamente explorada no Partido Socialista: as secções temáticas. Estas secções já tem atualmente poderes eletivos, mas não mereceram ainda a devida atenção por parte dos militantes de base nem por parte (no que respeita a funções e competências) da direção nacional.
Com efeito, e nossa convicção que na eterna (e que nunca pode terminar) batalha por um partido mais aberto, flexível, ágil e participativo, as secções cumprem um papel muito importante:
1. Podem ser pequenos “LIPPs” ou laboratórios permanentes de ideias e propostas permitindo que os militantes que delas façam parte possam participar ativamente na construção de alternativas de governação e que ponham na pratica a sua experiência pessoal e as suas competências particulares.
2. O conjunto de todas as secções temáticas (que deveria assim crescer de forma exponencial) poderia assim assumir a forma de uma grande “fabrica de ideias”, uma espécie de universidade de verão permanente e cumprindo a tripla missão de: abrir novas formas de participação, criando uma estrutura permanente de geração e actualização de propostas e de formação e capacitacao permanentes dos militantes.
3. Por forma a dinamizar as secções temáticas já existentes e a criar novas, por forma a serem extensivas a todas as áreas temáticas onde o Partido pode e deve produzir pensamento, a direção nacional deve realizar regularmente uma analise e avaliação das secções temáticas em funcionamento aferindo da sua atividade (ou não), sugerindo aos militantes que ainda não integram nenhuma secção temática a adesão a uma das que existem e apelando a formação de novas em áreas estratégicas e onde estas não tenham ainda surgido de forma espontânea e autónoma.
4. Por forma a potenciar a participação dos militantes nas secções temáticas já existentes e a estimular a criação de novas, pode ser instituída a figura do voto múltiplo: em determinadas condições, um militante pode escolher o seu direito de voto duas vezes, uma na secção de residência que integra e outra na secção temática (apenas uma) que escolheu integrar.
5. Aquando no governo, as secções temáticas do Partido não devem parar de funcionar, devendo manter um contacto regular, publico e mensurável com a bancada parlamentar, funcionando como uma segunda linha de assessoria e apoio, na monitorização e suporte da acção governativa.

Desta quíntupla forma não só se dinamizará o funcionamento das secções temáticas, aumentando paralelamente os níveis e eficácia da participação dos militantes, como se aumentara a qualidade, flexibilidade e rapidez com que o partido reage a realidade e as necessidades politicas do momento.

O reforço da Democracia Interna no Partido Socialista é um dos dois eixos principais (juntamente com a Transparência) da www.cots-ps.org
Anúncios
Categories: COTS: Corrente de Opinião Transparência Socialista | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: