TTIP: Perguntas e Respostas

Sabia que no TTIP, as empresas farmacêuticas terão os seus lucros aumentados à custa dos Estados e dos Cidadãos?
A duração das patentes farmacêuticas será muito mais longa, à custa dos genéricos e dos preços finais, aos pacientes, de todos os medicamentos.
Qual é o impacto do aumento da duração das patentes médicas?
Os cidadãos dos EUA pagam 13 mil milhões de dólares por medicamentos, todos os anos. Sem estas patentes farmacêuticas pagariam 3 mil milhões. É este tipo de escala que está perante nós quando compreendemos que o aumento dos prazos das patentes, determinado pelo TTIP, vai ter um impacto direto e profundo no bolso de todos nós.
O TTIP alega ser um “tratado de Livre Comércio”, no campo da Saúde é mesmo um “tratado de livre comércio”?
Os tratados de Livre Comércio visam baixar os preços dos medicamentos e dos serviços de saúde aumentando a liberdade de comércio e serviço entre todos os signatários desses tratados. Mas o TTIP fará exactamente o oposto: protegendo as patentes médicas, vai aumentar os preços dos medicamentos e proteger (apenas) os interesses corporativos, não os dos cidadãos que os seus negociadores, supostamente, estariam a servir.
Sabia que no âmbito do TTIP a etiquetagem de um produto alimentar como “contendo Organismos Geneticamente Modificados (OGM)” será impossível?
Sabe que o TTIP terá impactos na produção cultural na Europa?
Muitos países europeus financiam directamente a produção de bens culturais. É o caso, por exemplo, do cinema francês. Mas as multinacionais norte-americanas do ramo, este tipo de filmes violam as “regras da concorrência”, mesmo apesar de muito raramente serem projectados em salas de cinema nos EUA e este tipo de apoios serão banidos. Neste momento, este capítulo sofre a oposição do governo francês, mas não é certo que este seja suficiente para repelir completamente estas claúsulas do TTIP.
Um dos grandes exemplos de um tratado como o TTIP é o NAFTA. Qual foi o seu impacto no Emprego?
As empresas passaram a competir por baixos salários e direitos laborais. A destruição de emprego nos EUA e a sua deslocalização para o México, gerou grandes perdas de Emprego de qualidade e substituição por empregos de baixa qualidade e remuneração.
O que significam o TTIP, TAFTA, CETA e TISA?
TTIP (TAFTA – Transatlantic Free Trade Agreement in the US) (The Transatlantic Trade and Investment Partnership (também chamado de TAFTA – Transatlantic Free Trade Agreement)que está a ser negociado entre os EUA e a UE desde julho de 2013 e que deverá ter as suas negociações concluídas antes do termo de 2016.
CETA (The Comprehensive Economic Trade Agreement, já negociado e agora em finalização entre o Canadá e a UE)
TISA (The Trade in Services Agreement agora em negociações e que envolve mais de 50 países, entre os quais, a União Europeia)
Sabia que, no âmbito do TTIP, serão permitidas importações de perus e frangos alimentados com derivados do arsénico. Este aditivo promove o crescimento, a pigmentação da carne e a alimentação dos animais. Mas pode converter-se em arsénico inorgânico, um conhecido carcinogénico. Mesmo em baixas concentrações, este produto pode provocar cancros entre os consumidores.
Sabia que as empresas de biotecnologia norte-americanas (como a Monsanto), reclamam contra a União Europeia alegando que a legislação europeia que isenta de patentes a “plantação de plantas” é demasiado genérica? Estas multinacionais processam todos os anos milhares de pequenos e médios agricultores norte-americanos por “violação de patentes” quando estes utilizam sementes ou vendem produtos agrícolas sem a sua autorização. No âmbito do TTIP, estas empresas pretendem abolir esta isenção e expandir para a Europa um mercado global que já dominam em mais de 65%.
Categories: Política Internacional | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

%d bloggers like this: