Daily Archives: 2014/08/23

“Mas ao contrário, do que muitos dizem, não tem havido desassossego social. Pelo contrário. Porquê?”

“Mas ao contrário, do que muitos dizem, não tem havido desassossego social. Pelo contrário. Porquê?
Raquel Varela: Formulamos algumas hipóteses no livro sobre a Segurança Social. A generalização dos programas assistencialistas, por exemplo, gerou um colchão social. Temos desemprego, fome, e neste momento 47% de pobreza sem transferências sociais, mas não há filas de sopa dos pobres. Há todo um Estado e um privado a gerir esta pobreza de forma a ela não invadir as ruas. As pessoas estão no limite da sobrevivência, mas sobrevivem.” (…) “A situação vai durar eternamente, então? Raquel Varela: não creio nisso de maneira nenhuma. Portugal não é nada um país de brandos costumes – o século XIX é um século de guerras civis.”

Entrevista a Raquel Varela

Sol, 23.5.2014

“A sustentabilidade da Segurança Social não depende, porém, desta situação piramidal, entre jovens e velhos, depende dos que estão no meio, que são a população activa (…) o problema sério que as pessoas não querem enfrentar é que temos 5.5 milhões de pessoas em idade activa, mas 3 milhões delas estão desempregadas ou precárias. Portanto, ou não descontam para a Segurança Social ou descontam pouquíssimo.”
Raquel Varela

Sol, 23.5.2014

“Se há uma dívida, então que a assuma quem a contraiu. Ela existe, claro, mas têm que ir perguntar aos bancos, às empresas que recebem subvenções do Estado, perdoes fiscais, às PPPs,  pela dívida. Ela não é, rigorosamente, uma dívida pública. Cresceu para salvar a banca em 2008, mas agora o negócio são os juros, que neste momento já equivalem ao orçamento do SNS, por exemplo. Penso que, em rigor, devemos exigir a suspensão do pagamento da dívida pública e assumir as consequências que daí advém, que podem ser muitas.
Raquel Varela

Sol, 23.5.2014

“Sair do euro? Transformamos-nos num estado pária?
Raquel Varela: é possível. Não desejaria que isso acontecesse, mas não creio que Portugal corresse o risco do isolamento internacional.” (…) “Ficar (no euro) é ter a mesma moeda da Alemanha, que tem o dobro da produtividade. É totalmente insustentável. Ficar no escudo é uma desvalorização salarial nunca vista. É necessário um Estado que tenha a coragem de romper com este modelo e que tenha a sorte de ver os outros povos europeus irem atrás e proporem uma nova Europa. Não estou a ver outra forma de dar a volta à situação.”
Raquel Varela

Sol, 23.5.2014

Categories: Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade