Daily Archives: 2014/08/17

Calçada Portuguesa

Sabe o que é a #Calçada Portuguesa?… bem, a Calçada Portuguesa é o produto do calcetamento do piso com pedras em formato irregular, de calcário branco e preto, que, por vezes formam padrões artísticos e incluem outras cores, mais raramente e em cor vermelha.
Sabia que a #CalçadaPortuguesa pode ser encontrada em Portugal, mas também no Brasil e na África Lusófona.
Sabia que a rocha de contraste mais comum na CalçadaPortuguesa é o calcário negro? Raramente (com excepção dos Açores) é usado o basalto, como sucede, por exemplo, no Largo do Carmo
Sabia que o basalto em #CalçadaPortuguesa é mais difícil de trabalhar com o martelo, dificultando os motivos elaborados típicos da calçada artística?
#CalçadaPortuguesa
Sabia que os primeiros pavimentos calcetados datam de 1500, por carta régia de 1498 e 1550, de Dom Manuel I? Nessa altura, usou-se granito proveniente da região do Porto, o que haveria de encarecer muito a obra. O objetivo deste pavimento de granito era o de servir na comemoração dos anos do rei, em que um rinoceronte branco (“Ganga”) ir ser exibido na rua, ricamente ornamentado. O pavimento devia impedir que o povo e nobres, dispostos nessa rua, ficassem sujos com a lama lançada da passagem do animal.
#CalçadaPortuguesa
Sabia que na reconstrução de Lisboa, depois do terremoto de 1755, não terá havido calçada?
Sabia que a #CalçadaPortuguesa, tal como hoje a conhecemos data efetivamente de 1842 e da iniciativa do Governador de Armas do Castelo de São Jorge, o Tenente-General Eusébio Furtado, que mandou que presidiários (os “grilhetas”) construissem, nas ruas dessa freguesia calçada artística, com motivo em zigue-zague? Nos anos seguintes, os homens de Eusébio Furtado seriam responsáveis pela pavimentação da Praça do Rossio.
#CalçadaPortuguesa
Sabia que em 1986 era fundada a Escola de Calceteiros da CML?
Sabia que os motivos da #CalçadaPortuguesa são repetidos em moldes, em sequência linear (frisos), com o uso judicioso de um martelo e muita mestria… fazendo pequenos ajustes na pedra.
#CalçadaPortuguesa
Sabia que se usam moldes para marcar os padrões de cores diferentes quanto se executa Calçada Artística?
Sabia que motivos em #CalçadaPortuguesa que se repetem em sequência linear são designados de “frisos”?
Sabia que os motivos em #CalçadaPortuguesa que se repetem em duas dimensões são conhecidos como “padrões”?
Sabia que na #CalçadaPortuguesa de Lisboa existem cinco tipos de frisos e 11 padrões?
#CalçadaPortuguesa
Sabia que o “calçadão”, uma das mais conhecidas imagens de marca do Rio de Janeiro, foi construído em 1906, com mão-de-obra e pedras vindas de Portugal e com um desenho inspirado no “Grande Mar” do Rossio?
#CalçadaPortuguesa
Sabia que em Lisboa, existem apenas 10 calceteiros ao serviço da autarquia, quando chegaram a ser 400?
Sabia que a #CalçadaPortuguesa além de ser muito importante para a imagem da cidade, é de fácil lavagem e tem uma grande capacidade de absorção de águas pluviais?
Categories: Lisboa, Portugal | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade