“Por maiores que sejam as suas qualidades, Costa não é um homem providencial capaz de transformar; com um golpe de mágica, um PS saído das vitórias anémicas nas municipais e europeias num PS galvanizador e triunfador”

“Por maiores que sejam as suas qualidades, Costa não é um homem providencial capaz de transformar; com um golpe de mágica, um PS saído das vitórias anémicas nas municipais e europeias num PS galvanizador e triunfador: além disso, é preciso que as cartas sejam postas em cima da mesa e não escondidas com truques baratos de casino. É essencial que sejam explicadas as razões que levaram Costa a vencer a sua relutância em ser líder do PS e primeiro-ministro ou a identificar-se com a herança de Sócrates (e que levam Sócrates a apoia-lo).
Do mesmo modo, os subterfúgios e expedientes de Seguro parecem-se demais com manobras de sobrevivência do que com a vontade genuína de abrir o partido ao exterior; através de eleições primárias convocadas à pressa e em manifesto desespero de causa.”

Vicente Jorge Silva
Sol, de 6 de junho de 2014

Esta movimentação de António Costa, ambicionando (não há mal nenhum disso) ser Primeiro Ministro teve pelo menos um mérito: colocou o país a falar de eleições Primárias e chamou a atenção para a necessidade de renovação interna dos partidos político através da introdução de mecanismos de democracia participativa (como as Primárias).

Esta movimentação de António Costa deixa também perceber a profundidade em que estão hoje inseridos os aparelhos partidários nessas autênticas máquinas de “fazer” poder que são os partidos: a troca e promessa antecipada de favores e cargos, a teia de jogos de interesses e cumplicidades várias que hoje os compõem e, sobretudo, o seu fechamento à Sociedade Civil.

Pessoalmente, neste confronto Seguro-Costa, aprecio o facto de questões como as incompatibilidades dos deputados, a redução dos deputados (mas atenção! Faltam ainda os círculos nacionais uninominais para impedir a bipolarização do sistema!) e as Primarias terem emergido na arena politica. Aprecio também de se falar agora tão abertamente na necessidade de os partidos (e em particular, o PS) se renovarem e de o partido ter que procurar uma convergência a Esquerda. Dir-me-ao que são sinais de fraqueza. E eu direi que não me importa que o sejam, se após este momento de crise emergir um partido mais aberto aos cidadãos e aos militantes, menos “aparelhizado”, mais participativo (por dentro e para fora) e, enfim, mais democrático…

Anúncios
Categories: Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: