O ambiente social português

“O ambiente social português, fustigado por uma crise económica e financeira gravíssima, que obriga a medidas de austeridade que doem no bolso dos cidadãos, não pode ser resolvido com manifestações nem, muito menos, com revoltas de rua, embora legítimas, desde que pacíficas. Terá de o ser com medidas financeiras que diminuam o deficit e o endividamento, mas também que evitem a recessão e promovam o desenvolvimento.”
Mário Soares, introdução a “Indignai-vos” de Stephane Hessel

Como Mário Soares, não acreditamos que a “Rua” tenha, em Portugal, para produzir uma mudança consistente e profunda. Dado o enorme grau de desespero a que foram votadas amplas camadas da sociedade, ninguém se espantara se surgirem revoltas sociais generalizadas, ou mesmo conflitos físicos violentos entre favorecidos e desfavorecidos, entre a elite que está cada vez mais rica e os seus pretorianos e a molde cada vez maior de desempregados, precários ou pessoas sem esperança. Mas deste confronto, não sairá nada de criativo ou construtivo, apenas o caos e o recuo de décadas de desenvolvimento e progresso social.

Uma revolução brutal, violenta e súbita trará sempre mais consequências negativas, do que vantagens. Não criara nada, além de ainda mais caos e desorganização. Precisamos de uma re-volução ordeira, legal e tranquila, que permite realizar de forma pacífica e gradual a transição de uma sociedade pouco democrática,para uma sociedade onde se praticam varias da democracia directa, estabelecidas num ritmo gradual e de forma crescente, naquela via a chamamos de Democracia Participativa. Este é – grosso modo – o projeto do www.MaisDP.pt e esta é – grosso modo – a minha motivação.

Categories: +DP | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: