LisboaMisteriosa (Passeios Pedonais): A Inquisição em Lisboa

 
Em 11 de dezembro de 1552, quando a família real estava a assistir aos ofícios no Paço da Ribeira  quando um Calvinista inglês derrubou o cálice do altar, criando grande alvoroço. O protestante foi preso, julgado e arrastado para o Terreiro do Paço, onde lhe cortaram as duas mãos e o queimaram vivo? Dom João III ficou tão afetado por este acontecimento que passou a vestir-se de luto carregado e nunca mais ninguém o viu alegre e só passou a comer em loiça de barro, até ao dia em que morreu, em 11 de junho de 1557.
 
Sabia que no Convento de São Domingos (perto do atual Rossio), dos frades dominicanos, se realizava a leitura dos autos de culpa aos condenados da Inquisição, antes de serem enviados para a fogueira?
 
Sabia que na praça fronteira ao Convento de São Domingos (perto do atual Rossio) se realizaram vários autos-de-fé? Nesta mesma praça era comum que os transeuntes ouvissem os gemidos dos torturados no interior das masmorras dos Estáus.
 
Sabia que o ultimo auto-de-fé se realizou em Lisboa apenas a 7 de agosto de 1794?
 
Sabia que como os autos-de-fé tinham lugar no Terreiro do Paço, no Rossio e até no adro da Igreja, era frequente o cheiro a carne humana queimada no interior da igreja de São Domingos, até durante os ofícios religiosos?
 
Sabia que em 1761, a Inquisição queimou uma estátua do escritor Francisco Xavier (Cavaleiro de Oliveira) no Rossio, porque este residia na Alemanha e o Tribunal não o conseguia capturar?
 
Sabia que quando a Inquisição transportava os seus prisioneiros para o Palácio dos Estáus, no Rossio, obrigava estes a pagarem dois cruzados por cada dia de viagem?
 
Sabia que foi em Lisboa que a Inquisição retirou o corpo de Dom João IV do caixão, despiu-lhe as vestes reais e, à vista da rainha Dona Luísa de Gusmão e dos príncipes Dom Afonso e Dom Pedro, julgaram o rei morto como inimigo do Santo Ofício e exorcizaram-na, só permitindo, depois o enterro religioso?
 
Sabia que quando a Constituição de 1820 acabou com o Tribunal da Inquisição, o povo invadiu o Palácio dos Estaus (reconstruido depois de 1755) e destruiu os muitos instrumentos de tortura com que os milhares de vítimas da Inquisição tinham sido supliciados?
 
Sabia que o Teatro Nacional Dona Maria II se situa no local onde – até ao grande incêndio de 1836 – funcionava o tribunal do Santo Ofício?
 
Sabia que a Igreja de São Domingos, a igreja onde dentro da qual se chegaram a queimar pessoas em autos-de-fé, foi destruída por um incêndio em 13 de agosto de 1959?
 
Sabia a princesa Dona Joana, só soube da morte do marido, o príncipe Dom João, dezoito dias depois porque os sogros preferiram evitar que ela corresse o risco de abortar? Durante todo esse tempo, eles e todas as aias que a visitavam no Paço da Ribeira não podiam vestir luto.
 
Sabia que quando Dom Sebastião nasceu no Paço da Ribeira recebeu esse nome porque nasceu no dia desse santo?
 
Sabia que – segundo o Doutor Almaça, (enviado a Portugal por Filipe I) – “a Dom Sebastião aborrece de tal forma as mulheres que afasta os olhos delas e se uma dama lhe oferece ou entrega algo, como um simples copo, ele procura recebe-lo sem tocar-lhe nas mãos.”?
 
Anúncios
Categories: Uncategorized | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: