Algumas caraterísticas sobre a Arquitetura e Escultura do Românico

1.
A escultura românica está colocada ao serviço da arquitetura e surge principalmente para decorar os elementos principais dos edifícios. A decoração não é um fim em si mesmo, mas algo que tem como objetivo fins didáticos, para instruir os que a vêm.2.
No românico, a escultura está limitada aos núcleos funcionais ou expressivos do monumento: portais de acesso, capitéis, ambões (como se chamavam aos púlpitos para os pregadores), mísulas e cornijas.

3.
A estilização e repetição das figuras são um dos traços caraterísticos da escultura românica. A repetição ocorre frequentemente num ritmo horizontal.

4.
O românico cria um novo tipo de capitel, o capitel cúbico, obtido pelo arredondamento da sua zona inferior, dos ângulos de um paralelepípedo do pedra. Esta forma permite o uso dessa parte do capitel.

5.
O escultor românico não se interessa pelo individuo, ou pelas suas caraterísticas físicas, sobretudo, está interessado no relato de um episódio ou de um facto.

6.
Os capitéis cúbicos têm cada uma das faces esculpidas com:
Pequenas histórias dos Evangelhos,
Figuras de artesãos ou da vida quotidiana,
Lutas de homens ou de monstros
Figuras alegóricas ou inventadas.

7.
A função primordial das esculturas românicas não é de decorar, mas sim a de doutrinar,  relatando episódios da Bíblia.

8.
Na escultura românica, não se tenta rodear as personagens de ambiente e até, de relação com a realidade: deformações mais ou menos marcadas, mistura de aspectos realistas e os aspectos fantásticos. As imagens são postas umas ao lado das outras sem correlações.

Anúncios
Categories: História | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern everything with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

O Vigia

O blog retrata os meus pensamentos do dia a dia e as minhas paixões, o FLOSS, a política especialmente a dos EUA, casos mal explicados, a fotografia e a cultura Japonesa e leitura, muita leitura sobre tudo um pouco, mas a maior paixão é mesmo divulgação científica, textos antigos e os tais casos ;)

%d bloggers like this: