Paulo Morais: “”Nos concelhos com menos de dez mil eleitores o maior empregador é a câmara”

“Nos concelhos com menos de dez mil eleitores o maior empregador é a câmara. O segundo maior ou é a misericordia local ou uma instituiçao de solidariedade social. O terceiro é uma média empresa mas que está permanentemente a solicitar autorizacoes e licenças à câmara. Cria-se aqui uma rede clientelar em que só tem acesso a emprego quem é afilhado do presidente da câmara, membro do partido do presidente da câmara,”

Paulo Morais, entrevista ao i de 8 de junho de 2013

Ou seja, nos concelhos do interior, ou se pertence ao partido “certo”, ou não se tem emprego nem vida economica relevante. É difícil quebrar esta rede clientelar de dependencias cruzadas que prejudica severamente o erário público (pelos múltiplos favorecimentos que cria) e a perdade competitividade e eficiência economica.

Quebrar esta rede de pequena e média corrupção é imperativo, mas isso só pode ser feito através de uma investigação policial ágil e competente e de uma justiça actuante e rápida. E, em Portugal, temos uma Polícia Judiciária que tem metade do quadro pessoal legalmente previsto e uma Justiça sequestrada pelas Corporacoes e plena de juízes ineptos ou displicientes.

Resolver a rede mafiosa que domina a vida local de muitas autarquias depende de resolver os problemas da investigação e da Justiça em Portugal. Tanto quanto depende da renovação dos atuais partidos políticos e dos aparelhos profissionais que vivem à sua custa.

Anúncios
Categories: Municipalismo, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

Moradores do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Moradores do Areeiro

AMAA

Associação de Moradores e Amigos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

Parece piada... fatos incríveis, estórias bizarras e outros micos

Tem cada coisa neste mundo... e todo dia surge uma nova!

%d bloggers like this: