Daily Archives: 2013/05/02

João César das Neves: “Está a ser muito interessante ver a vastidão do poder das forças instaladas em Portugal, e a capacidade de manipulação da realidade a seu favor”

“Está a ser muito interessante ver a vastidão do poder das forças instaladas em Portugal, e a capacidade de manipulação da realidade a seu favor. Os serviços coletivos, dos ministérios às câmaras municipais, da eletricidade às estradas, dos juízes aos diplomatas, por se localizarem bem dentro da zona sombra (desta crise), conseguem prosseguir como se nada fosse, mantendo hábitos ruinosos. Vêm depois os sectores protegidos, da construção aos advogados, grandes grupos e elites sociais, mais próximos da margem, que manobram os bastidores. Os bancos, que andaram décadas a financiar projetos tolos, ocultarem esqueletos no armário e asseguram ser indispensáveis ao futuro nacional, precisamente na altura em que o prejudicam.”

João César das Neves
22 de abril de 2013

Nem sempre estou de acordo com César das Neves… mas neste concreto, como não reconhecer nesta exaustiva (?) Listagem de lobbies e corporações consolidadas no Poder e mamando faustosamente das tetas do poder, uma das causas para a situação de anemia democrática que hoje vive o nosso país? Quando os impostos se abatem com uma força esmagadora e asfixiante sobre os cidadãos enquanto estas corporações se conseguem furtar a este esforço, como não ficar de acordo com César das Neves e protestar com estes vampiros que sugam os impostos daquele que é já hoje um dos países do mundo com uma das mais altas cargas fiscais?!

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

A Lei de Hondt nas Eleições Autárquicas

O método de Hondt é o método de representação proporcional utilizado em Portugal nas eleições para os órgãos autárquicos. Segundo o artigo 16 da lei 14/79 a tradução dos votos em mandatos autárquicos utiliza este método da seguinte forma:
A. O número de votos é apurado em separado por cada lista no círculo eleitoral respetivo.
B. O número de votos por lista é dividido por um, dois, três, quatro, etc, sendo então alinhados os quocientes por ordem decrescente de grandeza numa série de tantos termos quantos forem os mandatos disponíveis no círculo eleitoral.
C. Os mandatos competem às listas que correspondem aos termos da série determinada na regra anterior, atribuindo-se a cada lista tantos mandatos quanto os termos da série.
D. Se no final sobrar um mandato por distribuir e de os termos seguintes serem iguais mas de listas diferentes, este mandato é atribuído à lista de candidatos que tiver recolhido o menor número de votos.

Categories: Lisboa, maisdemocracia.org, Municipalismo | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade