O Outro Papa Bergoglio

Papa Bergoglio

Papa Bergoglio

Se bem se lembram, os comentadores do meio diziam antes de saber quem seria o novo Papa que este seria um Reformista ou um Ultra-conservador (como os dois Papas anteriores). Agora, com a eleição do Papa Bergoglio, deixaram de falar disso, mas é evidente que ganhou um Papa extremista e ligado às correntes mais ultra-conservadores da Igreja Católica.

Isso mesmo transparece das ligações de Bergoglio com a Ditadura Militar argentina e, mais especificamente, com o sequestro de dois menos alinhados com a ditadura militar. Aas ligações são tudo menos surpreendentes já que as ligações entre a Igreja argentina e o regime militar são amplamente conhecidas. E não falamos aqui de um regime militar qualquer. Falamos de um regime que instituiu uma autêntica “Guerra Suja” contra os seus opositores, comunistas ou democratas, raptando-os na calada da noite, executando-os sem julgamento, atirando-os no oceano, e vendendo os seus filhos a famílias abastadas, na Argentina e no estrangeiro. Alguns destes desaparecidos pertenciam inclusivamente ao clero, mas nem isso levou para fora de um silêncio cúmplice e criminoso a hierarquia católica argentina, que, como Bergoglio, preferiu manter-se do lado do regime a preferir o lado dos desaparecidos (trinta mil!), perseguidos e oprimidos.

Como se não bastasse este silêncio gritante, uma entrevista do antigo ditador Jorge Videla deixa entrever que as ligações entre o regime militar e a hierarquia católica poderiam ser mais fortes do que a mera cumplicidade: segundo Vilela, a Igreja foi “consultada” durante toda a repressão. E por “consultas” entendia Vilela o desencorajamento dado pelos padres e ordenado pela hierarquia de que as famílias procurassem os seus familiares desaparecidos. Existe mesmo, a este propósito uma queixa de um advogado argentino, lançada em 2005 acusando Bergoglio de cumplicidade no rapto de dois padres jesuítas argentinos.

Num clima em que os Media propagam até à exaustão a imagem do Papa Bergoglio vendo-o – numa muito bem urdida e longamente preparada (fosse qual fosse o Papa) como um “homem simples, do povo”, por oposição ao anterior (conhecido golpe dos técnicos de marketing), um “intelectual e um homem do aparelho pontifício”, a verdade é que temos que manter o nosso sentido crítico. Este Papa Bergoglio é como o Papa Ratz, um radical de extrema direita (na melhor das hipóteses) ou um cobarde empedernido, que escolheu manter um silêncio cúmplice durante toda a ditadura, enquanto muitos dos seus próprios correligionários se insurgiam e pagavam com a própria vida essa insurgência. Este é o Papa Bergoglio por detrás do Branqueamento mediático em curso. E a Igreja Católica que nada aprendeu.

Fontes:
http://www.perfil.com/sociedad/Bergoglio-y-los-70-las-explicaciones-sobre-su-rol-en-la-dictadura-20130313-0038.html
http://pt.globalvoicesonline.org/2013/03/16/denuncias-vinculam-o-papa-francisco-a-guerra-suja-da-ditadura-argentina/

Categories: Política Internacional | 12 comentários

Navegação de artigos

12 thoughts on “O Outro Papa Bergoglio

  1. Pedro Cipriano

    É reconfortante saber que nada irá mudar em termos de religião nos próximos anos. Perdoem-me a ironia!

    • Nada mesmo. Apesar de todo branqueamento mediatico atual, tudo indica que este Papa é tão extremista e ultraconservador como os dois ultimos.

  2. João

    Até que enfim, resolveste postar algo sobre o novo Papa. 🙂

    “E a Igreja Católica que nada aprendeu.” – Meu querido Clavis Prophetarum! Eu juro que não tenho a intenção de magoar os sentimentos de ninguém. Não quero deixar nenhum católico chateado, e não quero desrespeitar nenhuma religião. Mas, agora eu vou ter que dizer algo desagradável mas que só cegos não enxergam. A Igreja Católica Romana só não “traz a Idade Média de volta” (não no sentido literal, mas no sentido de restringir ferozmente a liberdade das pessoas) porque não tem poder para tal, pelo menos por enquanto. Pode ser que volte a ter e pode ser que não volte a ter. Outras religiões institucionais também. Se tivessem poder, imporiam submissão à humanidade novamente.

    Quanto ao Petrus Romanus Ítalo-Argentino, eu até reconheço que a Igreja Católica Romana não tem como mudar demais. Mas o Papa Francisco I provavelmente vai investir no ecumenismo, na diplomacia inter-religiosa porém, se o Papa emérito Gloria Olivae Bento XVI renunciou, é porque o que se passa dentro do Vaticano é gravíssimo e, o Papa Francisco I vai ter uma luta árdua, vai sofrer muita pressão de todos os lados.

    PS: Um Papa argentino, provavelmente é o anticristo. O Apocalipse vai começar, o mundo vai acabar, hehehehehehehe. 😀
    (é brincadeira minha).

  3. Observador

    Algumas das acusações feitas, no caso dos sequestros, ao então bisbo foram desmentidas por um dos sequestrados e até onde sei, o então bisbo, em alguns casos contornou a ditadura militar, fornecendo documentos pessoais seus à dissidentes, que fugiram, utilizando estes mesmos documentos para o Brasil (evitando assim serem presos e torturados). Pelo que sei, este também utilizou prédios de propriedade da igreja para abrigar perseguidos políticos, dando a proteção da igreja e evitando assim a prisão e tortura dos mesmos.

    Há ainda mutia coisa por falar, mas vale a pena contar os dois lados da história, de forma imparcial. Ainda é cedo para tirar conclusões e fazer julgamentos.

    Muita coisa precisa ser mudada na igreja cat+olica romana, sem dúvidas! Mas por vezes as mudanças não podem ser ao rítmo que queremos, mas no rítmo possível… Eu já ví algumas concequências de mudanças rápidas e que depois geraram retrocessos…

    • Mas é curioso que exista uma estratégia por parte da Curia em omitir todos esses episodios… se nao houvesse nada a esconder, eles fariam parte da narrativa hagiografica oficial e a verdade é que nao fazem.
      Sei que ha dois lados em todas as historias, mas neste caso, parece haver algo a esconder…

  4. Zerrix

    ou mai Góde….

  5. Fenix

    Para mim o novo papa traz uma nova alma ao vaticano.Francisco1 o papa dos pobres.Isso vai lhe criar muito inimigos dentro da igreja e fora dela.Não se pode pedir uma mudança radical numa igreja com 2000 anos. Quanto ao passado de Bergoglio todos nos tivemos coisa que podia ter feito diferente as vez a coragem e a fé pode nos trair em determinados momentos.
    Hoje o novo papa não é mais um homem oprimido é um novo homem e isso vai ver no seu pontificado.

    • O “papa dos pobres” é apenas uma frase de marketing. Sem sentido até ao momento em que a curia abandone o fausto e o troque por parcimonia e contencao. E abandone o discurso ultra dos ultimos papas.

  6. Clóvis Alberto de Figueiredo

    Certamente o Clavis será apedrejado e execrado, como acontece com todos os que pensam além da mediocridade geral. Parabéns ao Clavis pela coragem de abordar um assunto que embrulha o estômago de muita gente. Não será a cortina de uma fumaça branca que apagará a História.

    É verdade que todos nós tivemos coisas que poderiam terem sido feitas diferentes. E é a postura diante dos fatos, a opção que se faz, por omissão, conivência, covardia ou coragem, que torna o Cardeal Bergoglio diametralmente oposta à postura, por exemplo, de um Paulo Evaristo Arns.

    • Ninguém é perfeito, decerto, mas neste Papa o que é realmente escandaloso é a campanha massiva de venda e a docilidade com que os Media (supostamente imparciais) embarcaram nesta carruagem!

  7. Luiz Ely Silveira

    Sempre fui avesso a religião, religiosos e suas formalidades. Mas se o atual Papa colaborou com os militares argentinos, não prejudicou seu pais. Anarquistas de esquerda e outros vagabundos mereceram o fim que tiveram.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: