Daily Archives: 2013/03/20

O Banco Central alemão ameaça os italianos se não seguirem as políticas de Mario Canis Draghi

Jens Weidmann

Jens Weidmann

O desplante e a arrogância germânicas estão atualmente num dos pontos mais altos da sua história: o governador do Banco Central alemão, um certo Jens Weidmann ameaçou os italianos: “Os cidadãos e o Governo decidem sobre o rumo da política nacional e têm que assumir as consequências dessa decisão”

Este ignóbil germano referia-se obviamente aos pacotes de austeridade que o seu sabujo preferido, o cão da Sachs, que dá pelo nome de Mário Monti, aplicou sobre os italianos. As “consequências” são claras e estão já a ser preparadas nas chancelarias germanas e dos seus subalternos austríacos, finlandeses e holandeses e nas palavras deste germano, se os italianos puserem fim à austeridade “os juros sobre a dívida italiana sobem” e que não serão apoiados pelo BCE já que segundo este torpe banqueiro alemão isso “não justificaria uma intervenção do BCE”.

As ameaças deste germano são obviamente focadas no Movimento Cinco Estrelas, atualmente o maior partido italiano (todos os outros são coligações) que acredita que o futuro da Itália passa por uma saída controlada do Euro.

Tais ameaças são indignas num alto responsável governamental estrangeiro, consistem num exemplo básico de ingerência externa e trazem implícitas em cada palavra um sentimento de arrogante superioridade que tem muito de germânica.

Foi a esta europa, comandada por estes chauvinistas, que aderimos?

Fonte:

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/europa/uniao_europeia/zona_euro/detalhe/banco_central_da_alemanha_avisa_italianos_que_parar_reformas_tera_consequencias.html

Anúncios
Categories: Europa e União Europeia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | 5 comentários

O Bloco lança Semedo para Lisboa e mostra que é apenas “mais do mesmo”

João Semedo

João Semedo

A partidocracia do protesto, a saber aquela versão mais urbana que dá pelo nome de Bloco de Esquerda vai levar um dos seus dois coordenadores a concorrer à presidência da Câmara de Lisboa. Para a Assembleia Municipal, o Bloco avança com a candidatura de Ana Drago, numa seleção que deixou alguma celeuma interna no Bloco.

É compreensível que o Bloco procure recuperar o vereador que perdeu para António Costa num golpe palaciano que não prestigiou nem o sedutor (Costa) nem o seduzido ex-bloquista José Sá Fernandes. Mas tendo em conta a emergência nacional que se vive, o bloqueio absoluto do sistema democrático através do seu sequestro pela Partidocracia do Poder (o tripartido PS-PSD-PP) seria de esperar que o Bloco procura-se sair dessa batida lógica rotativista e sair da caixa, promovendo uma verdadeira candidatura da sociedade civil ou dos movimentos de cidadãos que hoje se começam a erguer um pouco por todo o país. Mas não, mais do mesmo e a leste nada novo.

Fonte:

http://www.publico.pt/politica/noticia/be-candidata-joao-semedo-a-lisboa-mas-objectivo-e-recuperar-um-vereador-1588044

Categories: Lisboa, maisdemocracia.org, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: , | 3 comentários

Miguel Monjardino: “A China está a envelhecer depressa, os salários no setor exportados têm subido”

Miguel Monjardino

Miguel Monjardino

“A China está a envelhecer depressa, os salários no setor exportador têm subido bastante, a moeda valorizou-se, o preço do enorme estímulo governamental à economia é cada vez mais claro, o investimento é insustentável, o crescimento económico é bastante mais baixo e a desigualdade entre as famílias da elite política e a classe média é cada vez mais visível e chocante. (…) o ano passado o consumo representou apenas 34% do PIB chinês. Ao contrário do que pensamos a China não é estável do ponto de vista político e económico.
(…)
Manter o modelo económico satisfaz a elite, a burocracia e as grandes empresas públicas mas terá consequências negativas no crescimento e distribuição dos rendimentos. Reformar no sentido de incentivar o consumo e criar mais espaço político para uma classe média cada vez mais determinada a defender os seus interesses é arriscado mas, a prazo, melhoraria a situação.”

Miguel Monjardino
Expresso 3 novembro 2012

A prazo, o dito “modelo chinês” de desenvolvimento está condenado. O crescimento de uma classe média cada vez mais informada e com acesso à cultura e aos métodos democráticos aplicados na maior parte do globo, vai colocar uma pressão crescente e – a prazo – impossível de deter. Os chineses vão exigir mais democracia, ao mesmo ritmo a que hoje exigem melhores salários e melhores condições de vida. E quando isso acontecer um “modelo de desenvolvimento” alicerçado nos baixos salários, e numa série de dumpings laborais e ambientais estará condenado a desaparecer e com a China tal qual a conhecemos hoje.

Provavelmente, uma China cujo centralismo depende muito da garantia por parte do regime de um continuo melhoramento de vida, em troca de baixos direitos cívicos e políticos, irá colapsar e fragmentar-se numa serie de Estados menores. A superpotencia que será, irá assim colapsar mesmo antes de o chegar a ser.

Categories: China, Economia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade