Fernando Madrinha: O Espírito das Leis (os Dinossauros Autárquicos)

Fernando Madrinha

Fernando Madrinha

“No outono de 2013, temos eleições autárquicas e, pela primeira vez, os chamados “dinossauros” – os autarcas que se eternizam na função – não poderão recandidatar-se. Será mesmo assim? Talvez sim, ou talvez não.
A lei parece clara e lapidar: “O presidente de câmara e o presidente de junta de freguesia só podem ser eleitos para três mandatos consecutivos”. Pois, esta frase simples é objeto de interpretações opostas. Marques Mendes e Marques Guedes, do PSD, assim como o socialista Vitalino Canas, um dos redatores do diploma, dizem que o limite de três mandatos não se aplica se o autarca em causa se candidata no concelho ou na freguesia vizinha. Paulo Rangel: o outro redator, em nome do PSD, afirma que o espírito da lei é aquele que parece óbvio a qualquer leitor desprevenido: que se pretende acabar com os “dinossauros” e não permitir-lhe que saltem de autarquia em autarquia.”

Fernando Madrinha
Expresso 10 novembro 2012

Paradoxalmente, a Comissão Nacional de Eleições (CNE) haveria de ceder à interpretação que favorece os dinossauros e deixar que estes dinossauros-paraquedistas andassem de autarquia em autarquia, em flagrante violação do espírito da lei e recorrendo – talvez – à sua ma redação ou a uma redação intencionalmente vaga.

Portugal é de resto um país de muitas e más leis… apesar da advogacia ser a profissão de quase metade dos deputados, as leis ou são vagas, ou confusas, ou lacunares. No caso concreto, o dos dinossauros-paraquedistas parece evidente que as pressões da partidocracia foram suficientes para anular as boas intenções do Legislador. Uma anulação que só foi possível graças à cumplicidade da CNE.

Anúncios
Categories: maisdemocracia.org, Municipalismo, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: