Armando Esteves Pereira: “A Alemanha vai precisar de 1.7 milhões de trabalhadores estrangeiros para fazer face à procura de mão-de-obra nos próximos sete anos”

“A Alemanha vai precisar de 1.7 milhões de trabalhadores estrangeiros para fazer face à procura de mão-de-obra nos próximos sete anos. (…) isto significa que há um ganho indireto com a política de desvalorização aplicada aos países do Sul: o desemprego elevado, os trabalhos precários e os baixos salários mantêm disponível um imenso exército de pessoas qualificadas, dispostas a trabalhar no gigante teutónico por um salário relativamente baixo, evitando tensões inflacionistas. A economia europeia está cada vez mais parecida com o futebol nos anos 80: no final ganha a Alemanha.”

Armando Esteves Pereira
Correio da Manhã
24 dezembro 2012

Esta é o imoral benefício que a Alemanha recolhe da imposição de pacotes de austeridade draconianos aos países do sul: obriga-os a privatizar as empresas públicas mais lucrativas (esperando que algumas venham a cair em mãos germânicas) e resolve simultaneamente o seu grave problema demográfico: cativando os mais dinâmicos, jovens e empreendedores dos cidadãos dos países do sul (que despreza) recebendo-os já qualificados, adultos e prontos para entrarem na vida ativa, enquanto que os Estados desses mesmos países do sul se endividaram até ao tutano para deixar crescer, educar e tratarem desses jovens que agora a Alemanha recebe e a quem vai pagar salários mais baixos do que pagaria a trabalhadores da herrenvolk germânica.

Imoral, indecente e vergonhosa, esta jogada alemã, aplicada graças à cumplicidade dos seus sabujos nacionais, entre os quais se conta – em amplo destaque – Passos Coelho e todos aqueles energúmenos que no seu governo apelaram à emigração dos portugueses.

Anúncios
Categories: Europa e União Europeia, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | Deixe um comentário

Navegação de artigos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: