Daily Archives: 2013/01/11

Sobre o novo partido espanhol: “Partido X – Partido do Futuro”

Um pouco por toda a Europa assiste-se a um despertar da Sociedade Civil. Resultante do cruzamento cúmplice entre Depressão económica e desprestigio da Democracia Representativa, não espanta que este despertar pareça especialmente focado na Democracia Participativa.

Um dos mais recentes exemplos deste fim de torpor democrático é o novo partido espanhol “Partido X – Partido do Futuro” erguido por alguns ativistas do 15-M, dos Indignados e por defensores do Software Livre, mas sem ligações genéticas diretas a nenhum destes movimentos.

O site do partido é o partidodelfuturo.net. No seu programa inscreve-se a necessidade de “instaurar uma verdadeira democracia” e a intenção de devolver “directamente o poder soberano através do cumprimento de todos os pontos do seu programa: a Democracia e Ponto” e, mais especificamente, através de “referendos, direito a voto real e permanente, legislação elaborada diante de todos e com as colaboracoes dos que sabem de cada tema” por forma a que a “terrível crise que estamos a viver não seja paga por vocês, por nós, mas pelos especuladores que a provocaram.”

Em termos operacionais, o Partido X elege a Internet como a principal ferramenta de trabalho, a partir de onde o novo partido espanhol irá desenvolver formas de intervenção cidadã que encontram na nova Constituição islandesa redigida de forma colaborativa pelos seus cidadãos uma das suas inspirações. Algumas destas formas estão já delineadas, como a participação direta dos cidadãos na produção das leis e a transparência na sua elaboração. O novo partido pretende também desenvolver as “Iniciativas de Legislação Popular”, que correspondem às Iniciativas Legislativas Cidadãs portuguesas.

De uma forma que afirma ser intencional, o Partido X recusa ter porta-vozes ou líderes assumidos, preferindo focar mais nas propostas que nas pessoas, estando atualmente os seus dinamizadores envolvidos num véu de anonimato. Pelo menos até às próximas eleições, onde terão que inscrever os seus candidatos nas listas e dá-los então a conhecer. Até lá fica o “mistério”, que não sendo intencional demonstra uma forma diferente de fazer Democracia, de forma Participativa e Colaborativa que se aproxima muito dos princípios defendidos em Portugal pelo www.maisdemocracia.org.

Fonte:
http://www.publico.pt/mundo/noticia/partido-x–partido-do-futuro-quer-democracia-e-ponto-em-espanha-1579893

Anúncios
Categories: maisdemocracia.org, Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Em defesa da fusão entre recibo e fatura no comércio em grandes superfícies e sobre a fuga ao fisco no Continente e Pingo Doce

Como sabemos, o governo aumenta – sem fim nem tino – todos os impostos que encontra à sua frente. E foram muitos. Mas nem todos os pagamos: por exemplo, no Continente e Pingo Doce (duas das cinco maiores empresas portuguesas!) Todos os dias a Sonae e a Jerónimo Martins se furtam ao pagamento de impostos quando dificultam ao máximo a passagem de faturas, obrigando os clientes que as pedem nas caixas a convergirem em ordeira mole para um único balcão onde uma atarefada funcionaria (ademais, com outras funções) passa – manualmente – essa fatura. O processo é intencionalmente moroso e complexo, funcionando como forma de dissuasão da passagem de fatura.

Num governo que é tão lesto a captar mais imposto aos assalariados, é incompreensível que não se tenha ainda atacado nesta frente. A menos que o facto de estas manobras serem aplicadas pelos gigantes do retalho, classicamente grandes financiadores de campanhas eleitorais tenha algo a ver.

A automática fusão entre “recibo” e “fatura” faria aumentar a cobrança de impostos e aumentaria a Justiça fiscal (uma vez que é mais simples nas pequenas áreas comerciais), mas não parece sob o radar de um ministro das finanças obcecado com o aumento da carga fiscal sobre os contribuintes, mas inane contra os Grandes Interesses instalados em Portugal e que pagam grande parte dos seus impostos… na Holanda, para além de recorrerem a subterfúgio imorais como estes. Num primeiro momento, esta fusão entre fatura e recibo poderiam ocorrer apenas nos espaços comerciais com uma faturação anual acima de um dado valor, como forma de penalizar a concentração comercial, as entidades que optaram por transferir uma parte significativa dos seus impostos para a Holanda (Pingo Doce e Continente) ou para a Alemanha (Lidl) e de defender aquilo que resta ainda do comércio tradicional, repondo alguma concorrência no mercado do retalho.

Enquanto tal medida não for materializada temos todos mais razões para Não Comprar no Pingo Doce e Continente ser um Consumidor Consciente.

Fonte:

http://expresso.sapo.pt/como-e-que-pingo-doce-e-continente-pagam-impostos=f775914#ixzz2GALURJEq

Categories: Economia, Política Nacional, Portugal | 6 comentários

Um grupo de cientistas propõe à NASA uma missão de “sample return” a Enceladus

Os geiseres de Enceladus

Uma equipa de cientistas norte-americanos está a desenvolver um conceito de missão para uma sonda capaz de viajar até ao satélite saturnino Enceladus, recolher algumas amostras de gelo e regressar com as mesmas até ao nosso planeta, onde serão analisadas em busca de indícios de via alienígena.

Estas partículas de gelo são ejetadas para o Espaço pelos grandes geiseres de Enceladus, no seu polo sul. Os geiseres são alimentados por um grande oceano de água liquida que existiria sob uma camada de gelo. Estas condições (energia, água liquida, carbono e azoto) estão cumpridas em Enceladus, pelo que este é atualmente um dos locais onde é mais provável existir alguma forma de vida.

A missão proposta entraria primeiro em órbita de Saturno, para abrandar atravessaria a baixa altitude Enceladus, para capturar algumas amostras dos geiseres libertando então uma pequena cápsula para Terra com essas amostras. Desta forma, a amostra poderia ser estudada por um leque de instrumentos que não será possível colocar numa sonda que opera a tão grandes distancias.

Fonte:
http://www.livescience.com/25288-enceladus-sample-return-mission.html

Categories: SpaceNewsPt | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade