Daily Archives: 2012/12/21

O Brasil pode ajudar Portugal, mais. Desde logo correspondendo na escala do investimento português no Brasil

Mário Vilalva

Mário Vilalva

“Os números revelam que há um investimento de três mil milhões de euros do Brasil em Portugal. O investimento português no Brasil é de cerca de 25 mil milhões de euros, o que representa a criação de cerca de 650 empresas portuguesas ou de capital português no Brasil.”
(…)
“No ano passado, demos (o Brasil) 50 mil vistos de trabalho a estrangeiros e aos portugueses cerca de dois mil, o que representa o dobro do ano anterior. Esperamos que o crescimento continue. Há ainda alguns aspetos burocráticos que têm que ser vencidos.
(…)
Portugal é um dos destinos preferidos dos estudantes brasileiros. O segundo país é Portugal, embora a liderança continue a ser ocupada pelas universidades norte-americanas. Já este ano, ao abrigo do Programa Ciência sem Fronteiras, foram enviados cerca de 1500 estudantes brasileiros para Portugal. O que significa que, atualmente, temos um universo de cerca de quatro mil estudantes brasileiros em Portugal.”

Entrevista a Mário Vilalva, embaixador do Brasil em Portugal
Diário Económico, 10 dezembro 2012

É verdade que o Brasil – apesar do seu recente estatuto de potência económica mundial – ainda é um país muito isolacionista, quer a nível diplomático, quer económico. Com efeito, ainda há poucos anos eram muito raros os exemplos de investimentos brasileiros no estrangeiro e Portugal, foi de facto, um dos países onde percentual mente, mais o gigante lusófono investiu (e isto apesar da desproporção acima citada). Mas o cenário está a mudar e poderia ter mudado ainda mais se o Governo Sócrates tivesse querido…

Aquando da erupção da crise financeira em 2008 e quando no ano seguinte os juros da Dívida Soberana começaram a subir até níveis incomportáveis, um sindicato de países lusófonos, encabeçado por Angola e Brasil – reunido na ONU – propuseram comprar dívida soberana portuguesa, evitando assim a Portugal o recurso aos fundos da troika e a correspondente austeridade. Em troca pediam apenas prioridade na venda das empresas públicas. Como se viu, estas empresas acabaram sendo vendidas na mesma (algumas a angolanos e brasileiros…), mas Portugal embarcou num tapete sucessivo e interminável de vagas austeritárias que satisfaz apenas Passos e Gaspar e as suas ambições pessoais de ocuparem mais tarde cargos internacionais.

A ajuda brasileira foi então rejeitada por um Governo que colocava a “europa” acima de tudo e de todos, até do interesse nacional. Mas o Brasil pode apesar disso fazer mais por Portugal… continue a investir, compensando esse desequilíbrio que ainda o favorece numa escala de um para dez e, sobretudo, abrande as barreiras alfandegarias (duras) que ergue contra Portugal. Isso ja seria uma grande ajuda para este irmão lusófono que tão precisado está de ajuda dos países realmente irmãos (ao contrário dos germanos, que nos empurraram para o “seu” euro e todas as suas maleitas).

Anúncios
Categories: Brasil, Economia, Lusofonia | Deixe um comentário

Jean Delumeau: “Em Portugal a persistência do messianismo animando a mentalidade um povo durante um tempo tão longo (…) é um fenómeno que, com exclusão do povo judeu, não tem equivalente na História”

“Em Portugal a persistência do messianismo animando a mentalidade um povo durante um tempo tão longo (…) é um fenómeno que, com exclusão do povo judeu, não tem equivalente na História.”
Jean Delumeau

E essa comunhão advém da presença de judeus entre nós desde tempos quase pré-históricos, tendo desembarcado os primeiros hebreus na Península (não longe do atual Algarve português) juntamente com os fundadores fenícios de Gades, a primeira colónia deste povo na Península Ibérica.

O messianismo que está tão profundamente gravado na memória coletiva lusa, condicionando a forma portuguesa de estar e produzindo aquele sebastianismo que ainda hoje explica tanto do nosso temperamento, vem dessa raiz hebraica que se estima estar geneticamente presente em pelo menos um terço dos portugueses e isto depois de séculos de perseguições e pogroms… Portugal é um país judeu, nos genes e na cultura, no fatalismo, numa força religiosa difícil de igualar e numa relação quase Direta com Deus (Cabala) que recorda os rituais do Culto do Espírito Santo.

Categories: Portugal, Sociedade Portuguesa | 2 comentários

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade