Agostinho da Silva: “Não há dúvida nenhuma de que o futuro do mundo, a civilização do desenvolvimento, da cultura, do homem superior vai surgir no Brasil – e é por isso que está sendo tão difícil fazer o Brasil”

Agostinho da Silva (http://www.educ.fc.ul.pt)

Agostinho da Silva (http://www.educ.fc.ul.pt)

“Não há dúvida nenhuma de que o futuro do mundo, a civilização do desenvolvimento, da cultura, do homem superior vai surgir no Brasil – e é por isso que está sendo tão difícil fazer o Brasil.”
Agostinho da Silva

O “Homem Superior” é aquele que consegue vencer todos os complexos de superioridade rácica ou religiosa, num verdadeiro e pleno cumprimento dos grandes temas do Culto do Espírito Santo e que realiza assim – pelo tolerância e incorporação do Outro – a promessa do Quinto Império.

Anúncios
Categories: Agostinho da Silva, Movimento Internacional Lusófono, Portugal | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “Agostinho da Silva: “Não há dúvida nenhuma de que o futuro do mundo, a civilização do desenvolvimento, da cultura, do homem superior vai surgir no Brasil – e é por isso que está sendo tão difícil fazer o Brasil”

  1. Gisela

    Vejo que a História Secreta do Brasil está menos secreta e a motivar as nossas raízes lusitanas a imergirem com seus valores.

  2. Riquepqd

    Querendo ou não no Brasil, as regiões onde há mais brancos descendentes de portugueses são as mais tolerantes, onde há mais entrelaçamento étnico e cultural entre brancos, negros e indígenas e suas misturas.

    Já a intolerância às outras etnias e o consequente sentimento de separatismo cresce no Brasil conforme a região onde for maior o índice de brancos descendentes de outros povos, como germânicos, eslavos e até outros latinos como italianos e espanhóis.

  3. “Querendo ou não no Brasil, as regiões onde há mais brancos descendentes de portugueses são as mais tolerantes, onde há mais entrelaçamento étnico e cultural entre brancos, negros e indígenas e suas misturas.

    Já a intolerância às outras etnias e o consequente sentimento de separatismo cresce no Brasil conforme a região onde for maior o índice de brancos descendentes de outros povos, como germânicos, eslavos e até outros latinos como italianos e espanhóis.”

    Com certeza Rique !!! E há milhares de maneiras de provar isso!
    Somos únicos e tivemos uma história única.

    Não percebo o que o Clavis está a dizer. O Clavis ainda não sabe que há racismo da parte dos outros povos que o Rique mencionou?

    É uma traição e falta de amor à verdade não ajudar a que o povo brasileiro saiba bem disso e da diferença com os outros povos.

    E é uma traição aos portugueses e a Portugal estar sempre obcecado com esta ideia do Agostinho, de que os portugueses não têm força, etc. Se os brasileiros estão a emergir, é bem que eles ajudem Portugal…
    Nações são como famílias. Se você tirar as famílias e comunidades…. o poder central do mundo apenas fica mais forte. É sua obrigação defender a Nação e o País. Lado a lado com o Brasil.
    O que é que é isso de traição ? E com o nome de Clavis !!!!????
    Há algum amor e fraternidade se deixar o seu País afundar-se ?
    E como não o deixará afundar-se se não acredita nele, e só acredita no Brasil ?

    • Clavis é uma alusão direta ao livro de António Vieira onde se inscreve o sonho profético do Quinto Império. É minha convicção que este “Portugal” que hoje vivemos não tem futuro e que este so se faz através de um recentramento radical do seu eixo estrategico: de Europa para a Lusofonia. Sem falsas utopias nem ilusoes, fazendo primeiro um trabalho interno de reoganizacao e autonomia e depois abrindo pontes para o mundo lusofono.

  4. Clavis? O meu comentário foi também um tanto…. para provocar… a sua resposta. E diálogo. Desculpe se não foi da maneira perfeita. É bem vindo para criticar e explicar-me em que estou errada

    • Naturalmente, Madreperola. Nao se acanhe, diga e escreva o que entende. A regra é responder a todos os comentarios, e o seu foi sem duvida um comentario civilizado que merece resposta.

  5. Gisela

    Como portuguesa que vive à 15 anos em São Paulo, gostaria de colaborar neste ponto. O racismo que encontro aqui é bem mais ameno do que o se sente na Europa ou EUA.
    Existe um tipo de separatismo mais forte aqui mas, entre classes sociais, que teve origem na colonização baseada nos coroneis donos das fazendas e escravos e de certa forma ficou num certo “incosciente coletivo”.

    Existem inumeras profecias que falam da liderança que o Brasil, o hemisfério sul, terá sobre o mundo num futuro próximo. Icluimos aí Dom Bosco, Stefan Zweig, Rabindrianah Tagore, Felipe Cocuza, Dante Alighieri, Victor Hugo, William Blake, Withman, Pietro Ubaldi, Herman Keyserling, etc

    Então compreendo que o Clavis estaria a trair Portugal mas a despertar esses valores da nação portuguesa que deram à nação Brasil tal papel de liderança.

    Tudo vai mudar, POrtugal ainda está muito crente no velho sistema materialista que a Europa construiu, esse….está ruindo, o Brasil está cumprindo seu papel. O papel que Portugal iniciou desde o primeiro rei que teve (Templário).

    “Minha língua é minha pátria” não foi isso que disse Fernando Pessoa?…então o verdadeiro portugal está também aqui onde chamámos Brasil (cujo verdadeiro significado da palavra é Terra abençoada).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: