Descreio profundamente de Portugal e dos Portugueses

Vamos rebentar e de forma sonora. Com sorte, levaremos connosco para o abismo da voracidade neoliberal alguns europeus do norte, com azar, cessaremos de Ser sem bufar, estrondosamente (porque um pais milenar não morre sem estrondo), mas sem deixar legado para os tempos futuros.

E vamos finar-nos porque merecemos desaparecer pela nossa passividade bovina, pelo corporativismo sindical crónico, pela recusa a combater o Medo e pela falta de ambição e de pensamento crítico. Malditos sejamos todos pela nossa incapacidade de vencer estes bloqueios atávicos da sociedade portuguesa – aqueles que têm a energia mental bastante para refletirem nestas questões – malditos sejam, também, aqueles que se deixaram transmutar de Seres Humanos em Bovinos ruminantes e passivos.

Recentemente, em conversa com Garcia Leandro rebati a sua opinião de que Portugal estava a morrer e que esse processo era irreversível. Agora, contudo, dou-lhe razão e ainda vou mais além: Portugal não está a morrer. Já morreu e aquilo onde vivemos hoje é só apenas uma sombra daquele país chamado Portugal que não existe mais e que feneceu algures nos idos de oitenta.

Categories: Portugal | 17 comentários

Navegação de artigos

17 thoughts on “Descreio profundamente de Portugal e dos Portugueses

  1. Jorge Bravo

    Qual quê!!!!!

    Todo o trabalho está feito desde Ernani Lopes no relançamento da nossa economia, com as cidades medias e os centros de excelência, e o Cluster do Mar e a nossa ZEE, e o turismo cultural, e a Industria da Saúde aproveitando alguma estrutura excedentária ou redundante actualmente.
    A Ribeiro Teles e à sustentabilidade da Nova Agricultura, virada para os hortícolas e a agroindústria de frescos, e da horta- jardim para o auto abastecimento das populações e a exportação
    A Norberto Pires nas Nanotecnologias, Novas Tecnologias e Técnicobiologias. E outros que o antecederam com a mesma visão empreendedora como Carvalho Rodrigues e José Tribolet.
    A Todos os Nossos novos e velhos cientistas de todos os centros de Excelência de investigação científica pura e aplicada.
    Na recuperação dos nossos recursos Minerais preconizado por Rocha Gomes.
    A João Amaral no como nos livrarmos do euro e recuperar o musculo de uma moeda nossa. Nem que para isso tenhamos de passar por uma moeda dupla, Como já preconizado por aí.
    Na sociologia de um Vitorino Soromenho Marques e de um Boaventura Sousa Santos.
    No fundamento teórico da nova gesta portuguesa de um Agostinho da Silva, José Adelino Maltez, Renato Epifânio, Miguel Real e Eduardo Lourenço, e Adriano Moreira.
    Isto para só falar nos principais e mais conhecidos, não esquecendo as análises de um José Gil, e José N. Rodrigues e Tessaleno Devezas!

    Nem que para isso tenhamos que comer “só tripas” e peixe miúdo outra vez!!
    É que temos excelentes receitas regionais portuguesas mesmo, para viver bem com isso todo o ano, sem cansar!

    Está tudo feito, só falta a chispa no iniciador, que catalisadores já há nesta conjuntura!
    Por isso mão à obra! É HORA!
    Porque não?!!!

    JB in Sedes Blog e FB 2012

    Nem que se tenha que convidar uns tantos a sairem pela Janela!!!!!

  2. Jorge Bravo

    E o Sr General venha mas é para aqui para o lado ajudar! E Nem Se Atreva A Desistir!

    • Luiz Ely Silveira

      Preocupa-me sobremaneira o estado de profunda depressão emocional em que meu irmão de além mar se encontra. Procurar ajuda na psicanálise seria indicado. Temo que o suicídio paulatino de Portugal possa influencia-lo a cometer ato tresloucado.

  3. Otus scops

    a culpa é do (des)AO90 e de todos que adoPtam.

  4. Moacir

    Olá meu nome é Moacir e hoje tenho 28 anos , moro em São Paulo -Brazil , gostaria de deixar minha opnião e dizer que essa fase que alguns paises da europa estao passando nao vai durar para sempre. Desque que eu nasci aqui no Brazil ja passei por umas tres crises economicas , e desde que eu nasci e a primeira que eu vejo acontecer na europa. ate uns cinco anos tras só se falava que a economia do mundo estava aquecida e forte e de uma hora para outra as coisas mudaram,,,, mas enfim esse periodo de austeridade e recessão vai passar.Vale lembrar que Portugal esta na Europa e por ai as coisas sao muito mais justas que por aqui.
    O Brasil se dis ser a sexta economia global , mas essa verba serve apenas ao governo corrupto brasileiro e nao ao povo do Brasil , O governo brasileiro so se preocupa em passa a sensação ao mundo de que aqui tudo vai muito bem, porem é mentira , apenas os ricos se dão bem aqui …. empresas como Embraer uma das maiores fabricantes de aviões mas para o mundo porque aqui é um absurdo o preço de uma simples passagem domestica … Petrobras , temos uma das maiores reservas de petroleo porem para exportação, porque é um absurdo o preço dos combustiveis aqui e mesmo que chovesse petroleo por aqui ainda seria caro ….. impostos super abusivos pra nao dizer que é um roubo por parte do governo….
    Enfim um cidadão portugues nao deveria perder seu orgulho ou ter odio da sua bela pátria devido a esse periodo dificil , que vai ser superado muito em breve se Deus quiser.

    Suadações , adoro esse site.

    • Siga pra bingo

      Twm toda a razão prezado Moacir. Ser uma grande potência económica mundial não diz nada sobre a qualidade de vida das pessoas. A China, onde a maioria das pessoas vivem como escravos, é a segunda maior potência. A Índia, outra grande potência, é uma montra de miséria e condições de vida sub-humanas. Provavelmente se juntarmos todos os países do continente africano numa só nação, teremo a quarta ou quinta potência mundial. Se compararmos o nível de vida dessas pessoas com o de países que aparecem quase no fim da lista mas onde realmente se vive com qualidade percebe-se que isso não vale nada. A situação de Portugal não é dramática, apesar de já ter tido dias bem melhores, mas também já os teve bem piores. É apenas mais uma fase de uma história milenar. Uns caem, outros se levantam, e a caravana segue.

      • Ora bem: o que faz um País é a sua Alma, a sua força anímica: veja-se Israel nas multiplas guerras de exterminio que as potencias arabes moveram contra ele: mais pequenos, menos armados e com menos espaço para recuar, sempre venceram porque tinham Alma.
        É essa a alma que nao vejo nos portugueses de hoje.

  5. João

    CP
    Você está se mostrando ser uma pessoa que se rende fácil, não? Nós os brasileiros passamos muito mais vergonha, muito mais humilhação diante do mundo que vocês portugueses. Os vossos políticos são pessoas santas se comparados com os nossos políticos aqui no Brasil. Desde a redemocratização, o primeiro presidente eleito pós-regime militar Fernando Collor de Mello sofreu processo de impeachment por corrupção com o amigo dele PC Farias. Fomos humilhados pela hiperinflação. Ficamos anos sendo humilhados pelo FMI nos oito anos do governo Fernando Henrique Cardoso, tal qual a Troika faz convosco. E com a eleição do pessoal do PT, passamos vexame diante do mundo por causa do mensalão, além das gafes do Luiz Inácio ao discursar em outros países. A “presidenta” Dilma se superou no fator estupidez ao afirmar na Espanha que “o Brasil pode salvar a Europa”. O nosso Congresso só tem nos humilhado com os seus sucessivos escândalos de corrupção sem fim. Você, caro CP, precisava viver uns 2 ou 3 anos no Brasil para saber como realmente é o pesadelo de viver no meio de uma população alienada, bovinizada e ignorante, corporativismo sindical, inversão de valores, impostos absurdamente altos, onde a maioria só olha para o próprio umbigo e fica querendo levar vantagem em cima dos outros, fica preocupada com novelas, campeonatos de futebol, carnaval, big brother, religião, e tem até fanáticos adeptos do PSDB e do PT, tratando partidos como se fossem equipes de futebol, não são capazes de perceber que o problema do Brasil é um problema de sistema. Aqui no Brasil, você já teria realmente desistido faz tempo. Se uma crise econômica faz você ter vergonha de ser português, então se você fosse brasileiro, iria querer desistir da vida e ainda teria inveja de quem é português. A humilhação que os portugueses passam por causa dos seus políticos é carinho perto da humilhação que os brasileiros são forçados a passar desde o nascimento até a morte.

    • Moacir

      Muito bom! ao lerem nossos comentarios podem ate pensar que somos inimigos do proprio país onde vivemos mas é a verdade pura . muito bom.

      • João

        “Fiz-me acaso, vosso inimigo, dizendo a verdade?” (Apóstolo Paulo aos gálatas.)
        Quem realmente ama, não diz só coisas agradáveis ao ego. Quem realmente ama, diz a verdade ainda que de forma polida, mesmo que seja desagradável aos ouvidos de quem ouve ou aos olhos de quem lê. Tanto Portugal quanto o Brasil precisam mudar para melhor. As pessoas têm que acordar, têm que perceber o que realmente se passa com o mundo em geral, e reagir de alguma forma, de preferência que seja de forma pacífica.

      • Infelizmente: Portugal morreu. A questão é saber se pode renascer. Com este Povo (medroso e sem imaginacao), tenho dúvidas, mas talvez os elementos exógenos em nós prevalecam.

  6. Primocas,

    Portugal morreu com Agostinho da Silva…

    • Talvez nao… talvez o seu espirito continue vive em alguns de nos. Mas na maioria, sim, morreu. Basta ver como perdem tempo falando (em blogs e no fb, p.ex.) e recusar Agir.

  7. Luís

    Portugal não morreu, mas estão a matá-lo desde 1985, ano da adesão à CEE !

    • Uma adesão mal preparada e pior executada… e onde estivemos sempre como “inferiores” uma atitude sempre fatal em qualquer negociacao internacional.

  8. Ou seja e depois de ler os comentários, a coisa é igualzinha, mas à escala…

    O melhor mesmo, é darmos apoio uns aos outros.

    Como diz Miguel Urbano Rodrigues, quem quiser saber como vai ser o Ocidente “democrático” no futuro, olhe para o Brasil e para as suas desigualdades.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: