Daily Archives: 2012/11/10

Os limites administrativos atuais da Catalunha não são conformes aos da nacionalidade catalã

Catalunha administrativa (http://www.infoescola.com)

Catalunha administrativa (http://www.infoescola.com)

Os limites administrativos atuais da Catalunha não são conformes aos da nacionalidade catalã. O País Valenciano, as Ilhas Baleares e o Rossilhão formam aquilo que é efetivamente a “Catalunha”, nação insular e transfronteiriça. Todas essas parcelas comungam do mesmo património histórico e linguístico e apresentam para o exterior uma grande homogeneidade cultural e económica. Qualquer futura solução para o problema da independência catalã deve assim incorporar de alguma forma estes territórios.

A divisão do “país catalão” serviu ao longo da História os interesses centralistas e anexadores do Estado Espanhol no conhecido lema “dividir para reinar” e o monolitismo francês que partilha com Espanha outra nação dividida: o País Basco ou Euskaria. Uma solução independentista não poderia assim ignorar esta realidade fragmentada, e particularmente a existência do Rossilhão em atual território francês. Mas esta questão não é hoje prioritária e haverá diversas soluções de compromisso para a resolver. Já a reintegração das parcelas “espanholas” da Catalunha parece mais evidente e fácil de resolver pela via referendaria ou através de um regresso automático à administração direta da Catalunha.

A prazo, parece inevitável que a Catalunha recupere a independência, mas já não parece tão certo que recupere da mesma assentada a sua integridade territorial… havendo neste segundo aspeto (mais que no primeiro) algumas hipóteses de que venhamos a presenciar um confronto violento sobre a soberania destes “países catalães” artificialmente inventados por Castela-Madrid nas últimas décadas de ocupação.

Fonte:
http://www.vilaweb.cat/media/attach/vwedts/docs/Justificacio%20de%20catalunya%20-text.pdf

Categories: Política Internacional, Política Nacional, Portugal | Etiquetas: | 4 comentários

Paul Krugman e o Paradoxo da Desalavancagem

“Paradoxo da Desalavancagem: quanto mais os devedores pagam, mais devem. Um mundo no qual uma grande fração dos indivíduos e/ou empresas está a tentar pagar dívidas, todas ao mesmo tempo, é um mundo de rendimentos e de valores de ativos em queda, no qual os problemas de endividamento se agravam em vez de melhorarem.

Fonte:
“Acabem com esta crise, já!”
Paul Krugman (Nobel da Economia)

Ou seja, até certo ponto, é saudável para uma economia manter um certo nível de endividamento… e com certeza que este apetite ávido por parte dos credores está a arrastar o mundo para uma segunda Grande Depressão. Perante uma tamanha especulação com as taxas dos mercados da dívida a única saída razoável parece desenhar-se cada vez com mais nitidez no horizonte: um incumprimento seletivo ou, noutras palavras: uma bancarrota parcial como aquela que Portugal declarou em 1911 para depois, sob Afonso Costa, ver as suas finanças equilibradas, anos depois.

Categories: Economia | Deixe um comentário

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy