Daily Archives: 2012/11/07

Cavaco, o Presidente com Medo e… Despesista

Cavaco Silva no triste episódio da bandeira (http://www.dn.pt)

Cavaco Silva no triste episódio da bandeira (http://www.dn.pt)

“As cerimónias do último cinco de outubro revelaram um regime em colapso. O Presidente mandou fazer a cerimónia num lugar fechado, com medo dos protestos populares, enquanto o primeiro-ministro arranjou um pretexto qualquer para sair do país. Ora, como bem disse Mário Soares, os governantes não pode ter medo da rua.
(…)
A Catalunha, que quer ser independente de Espanha, já avisou que não vai comemorar os feriados espanhóis. Portugal, que escolheu o caminho da submissão, deixa de comemorar os seus próprios feriados. É por isso altamente simbólico que, no último cinco de outubro o Presidente tenha hasteado a bandeira ao contrário. Transmite uma mensagem de socorro de um país que se considera ocupado pelo inimigo. Não tenho dúvidas que é este o sentimento da maioria da população.”

Luís Menezes Leitão
Jornal i, 9 de outubro de 2012

Este é um presidente cobarde, que tem medo do povo que – supostamente – deveria representar mais do que ninguém (é o único cargo eletivo uninominal da nossa democracia).

Cavaco fecha-se no seu palácio, enquanto gasta com uma legião de mais de 500 assessores e criados mais de 16 milhões de euros por ano num país em falência técnica e onde os rendimentos das camadas socialmente mais desprotegidas da população não param de cair.

Se Portugal atravessa uma grave e duradoura depressão económica, tal deve-se muito às ações e responsabilidades passadas de políticos profissionais como Cavaco Silva, mas também a crise Moral e de Valores que a cobardia e o despesismo gritante do casal cavaco exprimem com um orçamento anual tão desproporcionado em relação às reais capacidades do país e ao nível médio de vida em Portugal.

Categories: Política Nacional, Portugal | 2 comentários

Portugal não é um país de Merkel !

Categories: maisdemocracia.org, Política Nacional, Portugal | Deixe um comentário

Paul Krugman: “Algumas regulações impostas na década de trinta continuam vigentes hoje em dia, e é por essa razão que não tem havido muitas das tradicionais corridas ao banco durante esta crise. Mas outras foram desmanteladas nas décadas de oitenta e noventa”

“Algumas regulações impostas na década de trinta continuam vigentes hoje em dia, e é por essa razão que não tem havido muitas das tradicionais corridas ao banco durante esta crise. Mas outras foram desmanteladas nas décadas de oitenta e noventa. Igualmente importante, as regulações não chegaram a ser atualizadas para fazer frente a um sistema financeiro em mudança. Esta combinação de desregulação e fracasso em atualizar as regulações foi um fator muito importante no surto de endividamento e na crise que se seguiu.”
Fonte:
“Acabem com esta crise, já!”
Paul Krugman (Nobel da Economia)
Todo este desmantelamento das proteções regulatórias desmontadas a partir (sobretudo) da Administração Clinton e depois, gradualmente, propagadas pelo resto do mundo, têm que ser repostas. Sobretudo, a separação entre Banca de Retalho e Banca de Investimento tem que ser urgentemente reposta, por forma a evitar novos incidentes como os que em Portugal levaram ao colapso de bancos como o BPP e o BPN, com prejuízo de particulares e do Estado (este, em cerca de 3 mil milhões de euros). Estranhamente, e apesar de múltiplas e bombásticas declarações de vários líderes políticos no auge da crise financeira de 2008, nada ou quase nada foi feito nos EUA (mais um Flop-obama) neste campo da regulação dos mercados financeiros… Apenas na Europa, e mesmo assim muito recentemente com Hollande se fizeram alguns movimentos nesse sentido, mas tímidos e, sobretudo, descontextualizados, quando deviam ter sido coordenados no quadro da União Europeia, ou, melhor ainda no do G20.

Os poderosos Lobbies da Alta Finança têm conseguido que a desregulação financeira continue… para grave prejuízo de toda a sociedade e escandaloso laxismo da classe política.

Categories: Economia, Política Internacional, Política Nacional | Deixe um comentário

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade