Fujão Barroso, esse grande sem-vergonha e co-responsável pela presente crise europeia

Não é a primeira vez, mas Fujão Barroso lá tornou a repetir que “a crise europeia não se deve à União Europeia mas sim às práticas irresponsáveis dos grupos financeiros e ao laxismo orçamental de alguns Estados-membros.” É verdade, mas omite – muito intencionalmente – a tremenda culpa no processo que agora arrasta um continente inteiro para uma Depressão profunda e duradoura que tem em Portugal um dos seus epicentros e que a teimosia europeia no mantra austeritário não fará mais que agravar.

Com efeito, a Comissão Europeia é não somente corresponsável pela Depressão atual, como até a primeira responsável. Os financeiros – banqueiros e especuladores – foram culpados, decerto, mas eles limitaram-se a darem o seu melhor no cumprimento dos seus interesses, já a Comissão Europeia, essa, não fez o mesmo. Onde devia ter regulado, monitorizado, vigiado e agido, não o fez. Onde devia ter consolidado as diferentes legislações nacionais, não o fez. Onde devia ter combatido as gigantescas operações de fuga ao fisco e os offshores no próprio território da UE, não o fez. Se houve laxismo na Finança, houve-o apenas por a CE – a Comissão Barroso – não esteve lá.

Quanto aos “Estados Laxistas” (deve estar a referir-se ao seu e nosso Portugal), há também que recordar a Fujão que durante muito tempo a CE fechou os olhos a sucessivas violações orçamentais dos “grandes” (França e Alemanha) e que só quando a crise se propagou aos países periféricos é que a sua CE rosnou e mostrou os dentes: forte com os fracos, fraca com os fortes.

Barroso fala? Que se cale e ganhe vergonha.

Anúncios
Categories: Economia, união europeia | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “Fujão Barroso, esse grande sem-vergonha e co-responsável pela presente crise europeia

  1. HSMW

    Mas deixou bem claro: ” O país está de tanga!”
    O 1º aviso ficou feito.
    No entanto a loucura do despesismo continuou, e permitimos que continuasse.

  2. Não me esquecerei nunca daquele encontro na Base das Lajes com os criminosos de guerra. O furão não passa de um criminoso, de um traidor e de um covarde

    • Mas pouco antes era aplaudido ao receber um “dragao” das mais de Pinto Corrupto da Costa… ainda ha muito povo que se deixa enganar…

    • Alias, dizia-me no outro dia um amigo meu militar que “o povo tinha perdido o respeito ao poder” e que isso era porventura o fenomeno mais importante dos ultimos tempos, ja que abria a porta a todo o tipo de imprevisibilidade.

  3. Pedro

    Este começou no MRPP e acaba na selvajaria a tender para a liberal…

    • Anda sempre nos extremos. Sinal de falta de inteligencia, de resto, uma vez que os verdadeiros sabios são sempre moderados e tolerantes com a diferença…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Site no WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

aprender e aprendendo

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

O Futuro é a Liberdade

Discussões sobre Software Livre e Sociedade

%d bloggers like this: