Fujão Barroso, esse grande sem-vergonha e co-responsável pela presente crise europeia

Não é a primeira vez, mas Fujão Barroso lá tornou a repetir que “a crise europeia não se deve à União Europeia mas sim às práticas irresponsáveis dos grupos financeiros e ao laxismo orçamental de alguns Estados-membros.” É verdade, mas omite – muito intencionalmente – a tremenda culpa no processo que agora arrasta um continente inteiro para uma Depressão profunda e duradoura que tem em Portugal um dos seus epicentros e que a teimosia europeia no mantra austeritário não fará mais que agravar.

Com efeito, a Comissão Europeia é não somente corresponsável pela Depressão atual, como até a primeira responsável. Os financeiros – banqueiros e especuladores – foram culpados, decerto, mas eles limitaram-se a darem o seu melhor no cumprimento dos seus interesses, já a Comissão Europeia, essa, não fez o mesmo. Onde devia ter regulado, monitorizado, vigiado e agido, não o fez. Onde devia ter consolidado as diferentes legislações nacionais, não o fez. Onde devia ter combatido as gigantescas operações de fuga ao fisco e os offshores no próprio território da UE, não o fez. Se houve laxismo na Finança, houve-o apenas por a CE – a Comissão Barroso – não esteve lá.

Quanto aos “Estados Laxistas” (deve estar a referir-se ao seu e nosso Portugal), há também que recordar a Fujão que durante muito tempo a CE fechou os olhos a sucessivas violações orçamentais dos “grandes” (França e Alemanha) e que só quando a crise se propagou aos países periféricos é que a sua CE rosnou e mostrou os dentes: forte com os fracos, fraca com os fortes.

Barroso fala? Que se cale e ganhe vergonha.

Categories: Economia, união europeia | 8 comentários

Navegação de artigos

8 thoughts on “Fujão Barroso, esse grande sem-vergonha e co-responsável pela presente crise europeia

  1. HSMW

    Mas deixou bem claro: ” O país está de tanga!”
    O 1º aviso ficou feito.
    No entanto a loucura do despesismo continuou, e permitimos que continuasse.

  2. Não me esquecerei nunca daquele encontro na Base das Lajes com os criminosos de guerra. O furão não passa de um criminoso, de um traidor e de um covarde

    • Mas pouco antes era aplaudido ao receber um “dragao” das mais de Pinto Corrupto da Costa… ainda ha muito povo que se deixa enganar…

    • Alias, dizia-me no outro dia um amigo meu militar que “o povo tinha perdido o respeito ao poder” e que isso era porventura o fenomeno mais importante dos ultimos tempos, ja que abria a porta a todo o tipo de imprevisibilidade.

  3. Pedro

    Este começou no MRPP e acaba na selvajaria a tender para a liberal…

    • Anda sempre nos extremos. Sinal de falta de inteligencia, de resto, uma vez que os verdadeiros sabios são sempre moderados e tolerantes com a diferença…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Create a free website or blog at WordPress.com.

Eleitores de Portugal (Associação Cívica)

Associação dedicada à divulgação e promoção da participação eleitoral e política dos cidadãos

Vizinhos em Lisboa

A Vizinhos em Lisboa tem em vista a representação e defesa dos interesses dos moradores residentes nas áreas, freguesias, bairros do concelho de Lisboa nas áreas de planeamento, urbanismo, valorização do património edificado, mobilidade, equipamentos, bem-estar, educação, defesa do património, ambiente e qualidade de vida.

Vizinhos do Areeiro

Núcleo do Areeiro da associação Vizinhos em Lisboa: Movimento de Vizinhos de causas locais e cidadania activa

Vizinhos do Bairro de São Miguel

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos

TRAVÃO ao Alojamento Local

O Alojamento Local, o Uniplaces e a Gentrificação de Lisboa e Porto estão a destruir as cidades

Não aos Serviços de Valor Acrescentado nas Facturas de Comunicações !

Movimento informal de cidadãos contra os abusos dos SVA em facturas de operadores de comunicações

Vizinhos de Alvalade

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos de Alvalade

anExplica

PEDAÇOS DE SABER

Subscrição Pública

Plataforma independente de participação cívica

Rede Vida

Just another WordPress.com weblog

Vizinhos do Areeiro

Movimento informal, inorgânico e não-partidário (nem autárquico independente) de Vizinhos do Areeiro

MDP: Movimento pela Democratização dos Partidos Políticos

Movimento apartidário e transpartidário de reforma da democracia interna nos partidos políticos portugueses

Operadores Marítimo-Turísticos de Cascais

Actividade dos Operadores Marítimo Turísticos de Cascais

MaisLisboa

Núcleo MaisDemocracia.org na Área Metropolitana de Lisboa

THE UNIVERSAL LANGUAGE UNITES AND CREATES EQUALITY

A new world with universal laws to own and to govern all with a universal language, a common civilsation and e-democratic culture.

looking beyond borders

foreign policy and global economy

<span>%d</span> bloggers like this: